quinta-feira, 31 de maio de 2018

UEFA Champions League 2017/2018 – Destaques da Temporada


A Liga dos Campeões da Europa 2017/2018 prometia um final imprevisível. E até que surpreendeu, afinal, nunca nesse atual formato, a competição teve um tricampeão consecutivo. E o Real Madrid de Zinedine Zidane desafiou até um ano ruim para demonstrar como o poderio do clube é enorme ao ponto de fazer história. E no dia em que o comandante francês anuncia a sua saída do time merengue, a Tribuna do Cisco apresenta os principais destaques do torneio dessa época. Foi um sonho para o torcedor madridista, como a passagem do treinador lendário.
O Real Madrid levantou a 13ª taça de Liga dos Campeões e Zidane, do banco, foi o protagonista (Getty Images)
Manolas alucinado após marcar o gol que classificou
 a Roma para a semifinal (Paolo Bruno/Getty Images)
Apesar das campanhas sensacionais de Real Madrid e Liverpool, não há como negar, o jogo mais bacana da atual edição da Liga dos Campeões da Europa foi válido pelas quartas de final. No Estádio Olímpico de Roma, a dona da casa precisava tirar uma diferença de três gols diante do todo poderoso Barcelona. E em 90 minutos mágicos, os romanistas fizeram o impossível e despacharam os catalães. Um 3 a 0 que, sem dúvida, entrou para a história do clube italiano.


Com certeza, a atual edição da Liga dos Campeões proporcionou muitos gols bonitos. Tantos talentos e momentos surpreendentes que abrilhantaram a jornada. E foi também nas quartas de final que o petardo mais sensacional da temporada saiu. No Estádio da Juventus, o Real Madrid derrotou de forma soberana o time de Turim. Mas foi no início do segundo tempo que Cristiano Ronaldo marcou um dos mais belos gols de sua carreira. Uma bicicleta em que o português subiu tão alto quanto o tamanho de sua equipe e venceu o goleiro Buffon, uma lenda. Um golaço de cinema!


Alisson foi gigante e fechou o gol da Roma
 quando foi capaz (Shaun Botterill/Getty Images)
A grande revelação da temporada não foi um jovem menino de ouro de um clube gigante. Pelo contrário, foi a segunda época de Alisson com a camisa da Roma, mas somente na atual edição foi que o brasileiro assumiu a camisa 1 e a condição de titular da equipe italiana. Com defesas seguras, o arqueiro foi o grande protagonista do quarto lugar romanista na Liga dos Campeões, algo que não acontecia há mais de 30 anos. O destaque também vai para o rendimento gigantesco dentro de casa. Foram apenas 2 gols sofridos atuando no Estádio Olímpico. Coitados de Atlético de Madrid, Chelsea e Barcelona.


Nada mais justo que uma homenagem. Zinedine Zidane, essa lenda da história do futebol foi tão veloz quanto Usain Bolt em uma prova olímpica de 100m. Como técnico de um clube profissional, o francês jamais perdeu uma fase de mata-mata da Liga dos Campeões, além de conquistar o trofeu por três vezes consecutivas. Sem dúvida, nenhum técnico foi melhor do que ele em toda a competição.

Mais uma vez em Madri, Zidane escreveu um novo capítulo como lenda (Getty Images)

O Liverpool não chegava a final da Liga dos Campeões da Europa há 11 anos. E foi na mesma competição, só que há pouco mais de seis anos que Mohamed Salah se apresentou para o futebol como uma grande revelação do Basel. O tempo passou e o egípcio passou pelo Chelsea, sem sucesso, e se recuperou vestindo as camisas de Fiorentina e Roma. Na atual jornada, o camisa 11 foi contratado pelos Reds e, em sua primeira temporada, foi tão gigante que conseguiu se destacar mais do que Lionel Messi no torneio europeu. Infelizmente, o craque se machucou ainda na primeira etapa da decisão contra o Real Madrid. Uma pena, mas o cara jogou muito.

O cara da temporada vem do Egito (Getty Images)

Goleiro: Alisson
Laterais: Kimmich e Marcelo
Zagueiros: Van Dijk e Sergio Ramos
Meias: Casemiro, Chamberlain e Thiago Alcântara
Atacantes: Salah, Dzeko e Cristiano Ronaldo

Leia mais sobre a Liga dos Campeões da Europa 2017/2018: