sexta-feira, 25 de maio de 2018

Onde o campeão é conhecido


Os maiores representantes dos seus países em competições europeias decidem neste sábado o campeão da Liga dos Campeões da temporada. Apesar de Liverpool e Real Madrid só terem se enfrentado apenas uma vez na história da finalíssima, o confronto é para lá de nostálgico. Ao todo, Reds e Blancos acumulam 17 títulos do maior torneio de futebol de clubes do planeta. E isso é apenas um dos aperitivos para esse duelo de gigantes.
Novamente o Real Madrid, agora contra o Liverpool (Tribuna do Cisco)
Atual bicampeão europeu, o Real Madrid vai em busca de um tricampeonato inédito no atual formato da Liga dos Campeões. Mas, apesar de ter se agigantado da metade final da temporada, o ano não foi nada bom para os comandados de Zinedine Zidane.

Eliminado pelo modesto Leganés na Copa do Rei, o Madrid também fez um Campeonato Espanhol bem vexatório. Um terceiro lugar, com direito a quase 20 pontos do campeão Barcelona. Enquanto isso, na Liga dos Campeões, a evolução do Real só veio a acontecer no mata-mata, já que na fase de grupos, a segunda colocação, atrás do Tottenham, foi o máximo que conseguiu.

Em busca de mais história: o Real Madrid pode conquistar o tricampeonato consecutivo (Uefa.com)
Curiosamente, o crescimento madridista se deu no momento em que Cristiano Ronaldo reassumiu o protagonismo, marcando gols importantes. Foram triunfos para cima de PSG, Juventus (com direito ao antológico gol de bicicleta em Turim e a penalidade polêmica em Madri) e, por fim, o Bayern de Munique.

O equilíbrio nos confrontos, com exceção do Paris Saint-Germain, mostraram que o time de Zidane não é mais unanimidade. Porém, ter um grande elenco acompanhado do melhor jogador do mundo, faz sim a diferença. E apesar da temporada abaixo do esperado, o Real Madrid chega a decisão da Liga dos Campeões em seu melhor momento. Na fase em que o time costuma crescer e erguer a taça mais importante do continente.

Em três anos como técnico profissional, Zidane chega a terceira decisão de Liga dos Campeões da Europa.

CAMPANHA DO REAL MADRID
Grupo H
Real Madrid 3 x 0 Apoel
Borussia Dortmund 1 x 3 Real Madrid
Real Madrid 1 x 1 Tottenham
Tottenham 3 x 1 Real Madrid

Apoel 0 x 6 Real Madrid
Real Madrid 3 x 2 Borussia Dortmund
Oitavas de final
Real Madrid 3 x1 PSG
PSG 1 x 2 Real Madrid
Quartas de final
Juventus 0 x 3 Real Madrid
Real Madrid 1 x 3 Juventus
Semifinal
Bayern de Munique 1 x 2 Real Madrid
Real Madrid 2 x 2 Bayern de Munique 

Do outro lado do confronto, o Liverpool vive um momento de reestruturação. Foram muitos anos de campanhas frustrantes, mas, mesmo sem ter erguido o Campeonato Inglês, o pentacampeão europeu está de volta a decisão de Liga dos Campeões.

Obviamente, o principal protagonista dessa campanha sensacional dos Reds é mesmo o técnico Jürgen Klopp. O alemão chegou a Inglaterra há três anos e já conseguiu recolocar o time na finalíssima. Bom desempenho ou não, o treinador chegou a balançar no cargo nesta temporada. Foi no momento em que o Liverpool caiu na Copa da Liga Inglesa e, posteriormente, na Copa da Inglaterra.

Contudo, o ataque fulminante do Liverpool de Klopp, formado por Roberto Firmino, Sadio Mané e Mohamed Salah, somado as boas contratações que o clube fez para a sequência do ano deixaram o time no ponto. Van Dijk, Chamberlain e principalmente Salah elevaram o futebol dos Reds, que agora estão credenciados a conquista da Europa.
Após anos adormecido, o Liverpool pode voltar a dominar a Europa (Uefa.com)

Na Premier League, uma campanha de quarto lugar. Resultado melhor do que a maior do clube nos últimos 10 anos, perdendo apenas para a equipe comandada por Bredan Rodgers, na temporada 2013/2014.

E melhor do que a quarta posição na Premier League foram os bons desempenhos nos clássicos. Principalmente na vitória sobre o Manchester City, naquele excepcional 4 a 3.

Já na Liga dos Campeões, o Liverpool faz grande campanha desde a primeira fase, classificado com o melhor rendimento do seu grupo. No mata-mata, as vitórias convenceram. Os Reds derrotaram Porto, Manchester City e Roma.

Dentro de campo, o time vai regredindo do ataque para a defesa: um setor ofensivo fulminantes, com mais de 30 gols na Liga dos Campeões, um meio de campo eficiente e um setor defensivo horroroso, que pode ser prejudicial durante os minutos contra o Real Madrid.

Jürgen Klopp chegou apenas uma vez a decisão de Liga dos Campeões. Foi em 2012/2013. Naquela ocasião, o seu Borussia Dortmund foi derrotado pelo Bayern de Munique por 2 a 1.

Num jogo de 90 minutos, o melhor time do Real Madrid vai encontrar um adversário inferior, mas que chega muito motivado e pronto para chegar ao título em Kiev. Salah é o cara do momento, contudo, Cristiano Ronaldo é o homem do século (junto com Messi). E isso é o que faz a diferença, como aconteceu contra Juventus e Atlético de Madrid (duas vezes).  

CAMPANHA DO LIVERPOOL
Grupo E
Liverpool 2 x 2 Sevilla
Spartak Moscou 1 x 1 Liverpool
Maribor 0 x 7 Liverpool
Liverpool 3 x 0 Maribor
Sevilla 3 x 3 Liverpool
Liverpool 7 x 0 Spartak Moscou
Oitavas de final
Porto 0 x 5 Liverpool
Liverpool 0 x 0 Porto
Quartas de final
Liverpool 3 x 0 Manchester City
Manchester City 1 x 2 Liverpool
Semifinal
Liverpool 5 x 2 Roma
Roma 4 x 2 Liverpool 

Palpite: Real Madrid

Leia mais sobre a Liga dos Campeões da Europa 2017/2018: