segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Raio-x UEFA Champions League 2017/2018

O melhor futebol do planeta dá início nesta semana a mais uma edição da Liga dos Campeões da Europa. Para 2017/2018, o Real Madrid, atual bicampeão consecutivo, segue como o time a ser batido. E por causa disso, clubes como a Juventus, vice-campeã no continente, se reforçou. Assim como o PSG, que contratou Neymar. Além disso, os retornos de Liverpool e Manchester United são atrações para uma nova jornada, que também vai contar com o Qarabag, o primeiro clube azerbaijano a disputar a competição.
Tudo, todos e até o próprio Real Madrid ameaçam a sua coroa (Tribuna do Cisco)

Matic no United é a certeza de um futebol de gente grande
(Getty Images)
No Grupo A o cabeça de chave é o Benfica, mas a real força é o Manchester United. O clube mais rico é também o de maior camisa e, comandados por José Mourinho, chegou a Liga dos Campeões após erguer a Liga Europa na temporada passada. E nesse início de Premier League, os Diabos Vermelhos tem tido um bom desempenho. As contratações de Lukaku e Matic, somada a renovação de Ibrahimovic podem ajudar a equipe inglesa nesse processo de reviver grandes épocas.

A segunda força do grupo é o cabeça de chave Benfica. O campeão português contratou Gabriel Barbosa, o Gabigol. Não que o reforço seja um grande jogador, é mais uma aposta que o clube português faz para a nova temporada. O suíço Basel e o russo CSKA completam o grupo. O caso curioso é que em 2011/2012, Manchester United, Benfica e Basel estiveram no mesmo grupo. E após seis rodadas, portugueses e suíços conquistaram a classificação.

Palpite: 1° Manchester United 2° Benfica 3° CSKA 4° Basel
O Grupo B vai proporcionar um dos embates mais legais desta primeira fase da Liga. O campeão alemão Bayern de Munique, que não vive boa fase, contra o PSG, vice-campeão francês, que precisa urgentemente ser testado. No atual cenário, os franceses são favoritos, mas a camisa dos alemães podem se elevar diante de Neymar, Mbappé e companhia.

Sombra ou "parça" de Neymar? Mbappé foi tão caro quanto
(Divulgação / PSG)
O fato é que o técnico Carlo Ancelotti já não parece falar a mesma língua dos seus jogadores. Em sua segunda temporada como treinador do Bayern, o italiano vai ter um trabalho ainda maior em 2017/2018. Para isso, os Bávaros trocaram de aposta: venderam Douglas Costa para a Juventus e trouxeram do Real Madrid o artilheiro da última Copa do Mundo. James Rodríguez também precisa se provar e a Alemanha pode ser uma ótima escola.

Enquanto isso, Unai Emery ganhou uma nova oportunidade de comandar o Paris Saint-Germain. Com dinheiro investido e jogadores de muita qualidade, o espanhol tem a obrigação de uma campanha mais digna que uma eliminação por 6 a 1. O principal problema dos parisienses é a quantidade de jogadores estrelados que compõem a equipe. Será mesmo que Emery vai conseguir acalmar Di María, Draxler, Neymar, Mbappé e companhia? É uma tarefa e tanto!


Os belgas do Anderlecht e os escoceses do Celtic completam o grupo.

Palpite: 1° PSG 2° Bayern de Munique 3° Celtic 4° Anderlecht

Um novo estádio se ergue em Madri
(Divulgação / Atlético de Madrid)
No Grupo C a atração mais legal é o Qarabag. O clube de Azerbaijão conquistou uma classificação inédita para a Liga dos Campeões da Europa. É bem verdade que a sua situação na chave é bastante complicada. Chelsea, Atlético de Madrid e Roma vão ser os seus adversários. Os ingleses e os espanhóis levam vantagem, enquanto os italianos correm por fora, mas estão enfraquecidos pela perda de alguns jogadores.

Pelo ótimo retrospecto recente, o Atlético de Madrid, que estreia o seu novo estádio na temporada, é o favorito. Já o Chelsea vai propor mais um desafio ao seu técnico, Antonio Conte, nessa profissão, ainda não conseguiu ter um bom desempenho na UEFA Champions League. Enquanto a Roma. Bem, essa pode proporcionar romadas. Como de costume.

Palpite: 1° Atlético de Madrid 2° Chelsea 3° Roma 4° Qarabag


O Grupo D vem com mais um encontro de gigantes. A Juventus, que é pentacampeã da Itália e vice-campeã na Europa, vai encarar o Barcelona. A dupla se enfrentou pelas quartas de final da Liga dos Campeões passada.

A camisa 10 é de Dybala e ninguém tira (Goal)
Na equipe italiana, a ideia foi manter o que deu certo na temporada passada e reforçar os pontos frágeis. Daniel Alves foi embora e Di Sciglio vai ocupar a faixa da direita. Bonucci também deixou a Velha Senhora e o fantástico Höwedes é o substituto. Contudo, no geral, Dybala segue como a principal aposta, só que agora com a camisa de número 10. Mais do que merecido.

O massacre italiano trouxe à tona um enorme questionamento a forma como o clube da Catalunha estava tratando o futebol. E a projeção não é nada boa: saiu Neymar, chegou Dembélé. Trocou meia dúzia pela metade da metade. O pato será pago para Ernesto Valverde e os seus comandados. Entre eles, o brasileiro Paulinho. Após uma jornada de fracasso no Tottenham e anos de ostracismo na China, o volante vai ter a sua segunda chance na Europa. E oportunidade melhor que o Barcelona não existe.

Olympiacos e o Sporting de Lisboa são os figurantes nesse encontro de gigantes. Mas os portugueses levam vantagem graças ao bom trabalho de Jorge Jesus no time de José Alvalade.

Palpite: 1° Juventus 2° Barcelona 3° Sporting 4° Olympiacos



O Grupo E é daqueles que dá para comparar com qualquer um da Liga Europa. O Spartak, campeão russo, encabeça a lista. Junto a eles, estão o Sevilla, o favorito Liverpool e os eslovenos do Maribor.

Ele fica! (Getty Images)
O Liverpool é a grande aposta do grupo. O time de Jürgen Klopp volta a competição europeia após uma boa temporada passada. Com a permanência de Philippe Coutinho, os Reds contam com uma estrela para liderar o forte time. A chegada de reforços como Salah e Chamberlain devem ajudar os ingleses a voltar ao mata-mata da competição na qual são pentacampeões.

O Sevilla desponta como a segunda força. Os espanhóis investiram muito na janela de transferências. Tanto é que o colombiano Luis Muriel, ex-Sampdoria, foi a contratação mais cara da história do clube: 20 milhões de euros. E não foi só ele: retornaram ao clube os meias Banega e Jesus Navas.

Campeão da Premier League russa, o Spartak corre por fora, mas deve ficar com a vaga na Liga Europa. Ao Maribor, a lanterna deve ser o destino.

Palpite: 1° Liverpool 2° Sevilla 3° Spartak 4° Maribor


O cabeça de chave do Grupo F é o Shakhtar Donetsk. O campeão ucraniano perdeu forças devido aos problemas civis no território que gera embates entre Rússia e Ucrânia. Com oito brasileiros no elenco, o clube quer ao menos conquistar uma vaga no mata-mata. No entanto, a dificuldade vai ser imensa.

Com mais de 30 gols na temporada passada,
Mertens é a cara de Napoli (ESPN FC)
O favorito a ponta da tabela é o Manchester City. Na segunda temporada de Pep Guardiola, as expectativas são semelhantes as do Manchester United de José Mourinho. Bem reforçado, o time já começa a ter uma nova cara, um jeito de jogar da maneira que o espanhol espera. Nomes brasileiros como o goleiro Ederson e o lateral Danilo, somados ao meia português Bernardo Silva, o lateral Mendy são peças que devem se firmar nos Citizens.

Mais preparado que o City, o Napoli é favorito a classificação. O time de Maurizio Sarri tem uma base pronta e ainda conta com a afirmação de Dries Mertens para explodir no Grupo F. Os Napolitanos cresceram e, mesmo se classificando com a terceira vaga na Serie A do Calcio, o clube permanece prezando pela qualidade e a força ofensiva.

O campeão holandês Feyenoord volta a Liga dos Campeões. Desfalcado do ídolo Dirk Kuyt, aposentado, o clube não deve ter o caminho facilidado. A vaga na Liga Europa está mais próxima de suas pretensões.  

Palpite: 1° Manchester City 2° Napoli 3° Shakhtar 4° Feyernoord


Campeão francês e semifinalista na temporada passada, o Monaco é o favorito no Grupo G. Os Monegascos mantiveram o seu projeto e arrecadaram fortunas com vendas e investiram em apostas. O destaque é o belga Youri Tielemans, de apenas 20 anos.

Timo Werner representa a nova geração alemã (EIF)
Na sequência está o Porto. Os portugueses regularmente se classificam para a competição e passam de fase. Para a nova temporada, o Dragão, liderados pelo técnico Sérgio Conceição, é o mesmo do ano passado. O brasileiro Tiquinho Soares segue como aposta quanto aos gols e a camisa 10 é do espanhol Óliver Torres. A junção entre camisa azul e branca e o meia costuma dar certo.

O Besiktas é o segundo campeão do grupo. No encontro com o Porto, os turcos com ex-jogadores do futebol português. O zagueiro Pepe e o atacante Ricardo Quaresma, ambos ex-Dragões e o meia Anderson Talisca, ex-Benfica. Para a temporada, a aposta do Alvinegro foi no espanhol Álvaro Negredo.

Sensação na temporada passada, o RB Leipzig chega a Liga dos Campeões como o vice-campeão alemão. O time da Red Bull é liderado pelo técnico austríaco Ralph Hasenhüttl. E se você ainda não conhece a maior parte do elenco, é só lembrar da Alemanha campeã da Copa das Confederações da Rússia. O atacante Timo Werner é a principal referência. Em uma chave equilibrada e repleta de campeões e vices em suas ligas, não dá para cravar um só favorito. Vai ser complicado!


Palpite: 1° Monaco 2° Porto 3° RB Leipzig 4° Besiktas

Eis o dono da bola (Reuters)
O Grupo H conta com o maior conquistador da Europa. O Real Madrid voltou a viver anos de glória e protagonizou um feito inédito ao final da temporada passada. Os Merengues agora são os únicos, nesse formato da Liga dos Campeões da Europa, a faturarem o bicampeonato. Com toda a supremacia, o pior adversário para os Blancos são eles mesmos. A acomodação pode comprometer o desempenho em mais um ano comandados pelo genial como jogador e técnico Zinedine Zidane.

Mais uma vez no caminho do Madrid está o Borussia Dortmund. Só que, desta vez, os alemães devem ficar com a segunda colocação, diferentemente do ano passado. Os Aurinegros foram destaques no mercadão da bola ao vender Dembélé para o Barcelona por uma quantia que superou 100 milhões de euros. Outra novidade é que, no banco, Peter Bosz é o novo comandante.

O Tottenham vive uma ótima fase. Liderados por Maurício Pochettino, os Spurs chegam a sua segunda Champions League consecutiva. O grande destaque ainda é o atacante Harry Kane. Entretanto, sem o seu estádio, White Hart Lane, os ingleses devem, mais uma vez, sofrerem. Atuando no Wembley, o nível do futebol despenca e a vitória parece uma missão quase impossível. Ou seja, nesta primeira fase, os londrinos duelam contra os gigantes espanhóis e alemães, além de suas próprias deficiências.

Encerrando o grupo está o Apoel. Os ciprianos surpreenderam o mundo na temporada 2011/2012, quando chegaram as quartas de final da Liga dos Campeões e só foram eliminados pelo Real Madrid. Por ironia do destino, o clube vai reencontrar os Madridistas. Em uma chave difícil, o time do Chipre não deve ter vida fácil nessa nova jornada.

Palpite: 1° Real Madrid 2° Borussia Dortmund 3° Tottenham 4° Apoel