terça-feira, 30 de agosto de 2016

Raio-x Serie A TIM 2016/2017

Enfraquecida como nunca, tradicional como sempre! A Serie A do Calcio chega a um momento turbulento tendo em vista a germanização do futebol tetracampeão do mundo. A Juventus, pentacampeã consecutiva vive a brilhar e, mesmo perdendo Pogba para o Manchester United, há vida em Turim sem o camisa 10. A Velha Senhora bombardeou o mercado, trouxe nomes de qualidade ímpar, montou um elenco para enfim brigar pelo título da Champions. Enquanto isso, Roma e Napoli enfraquecem e terão que se desdobrar para brigar pela segunda colocação. Na Madonnina, a dupla tradicional segue em ostracismo, vamos ao raio-x de 2016/2017!
Terra de um clube só! Juve é muito favorita ao hexa. (Tribuna do Cisco)

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Raio-X Olímpico – Estrelas na Rio 2016

O Brasil jamais foi uma potência olímpica e para a disputa da Rio 2016, o objetivo era simples e único, conseguir a melhor classificação geral na história dos Jogos. A missão foi cumprida e o saldo terminou positivo na medida do possível. Todavia, mundo afora, existem atletas que o limite é quase o extremo, que são exigidos além das dificuldades físicas que o tempo impõe ao passar dos anos. Usain Bolt e Michael Phelps eram os nomes mais importantes e pressionados na disputa por mais ouros olímpicos, os desempenhos de ambos serão tratados neste post, apesar de sabermos bem do que jamaicano e estadunidense são capazes.
O Rio das estrelas, os monstros passaram por aqui. (Tribuna do Cisco)

Raio-X Olímpico – Brasil por esportes individuais

A melhor colocação brasileira na história dos Jogos Olímpicos reuniu feitos inéditos, ouros de esportes que ninguém da grande mídia esperava, lembranças que ficarão guardadas no íntimo de cada coração sulamericano. Para o Brasil, os desafios do sonho olímpico começou desde a candidatura da Cidade Maravilhosa, onde que o país poderia realizar uma Olimpíada? Como manter o padrão do COI numa sociedade repleta de desigualdades e descaso por parte de Estado e das empreiteiras? Depois, assumir que não é de longe uma potência esportiva, o Brasil vai bem nos esportes coletivos, possui uma soberania imensa no futebol masculino, porém só no auge da crise conseguiu por fim ao jejum. Protagonizando diversos tipos de crise, a nação verde e amarela viveu dias de glórias, de vitórias e de fracassos.
As lágrimas percorrem o corpo e engolem a continência constrangedora de muitos atletas que não possuem nenhuma identificação com as Forças Armadas. (AFP)

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Raio-X Olímpico: Futebol

Semelhante a história do voleibol de quadra, o futebol entrou nas Olimpíadas do Rio com uma pressão incomparável. Era o primeiro Jogos Olímpicos dentro de casa, era a chance decisiva para sair da fila e encerrar a polêmica do zero ouro. Após frustradas gerações de Romário, Ronaldo e Ronaldinho, Neymar teve a sua segunda chance. Diante de diversos fracassos atuais da Seleção Amarelinha e a demissão de Dunga, a CBF, em acordo com Tite, optou por permitir que Rogério Micale comandasse a nação na disputa.
O choro de Neymar é retrato da importância que o ouro Olímpico se transformou. (Getty Images)

Raio-X Olímpico: Vôlei

Os Jogos Olímpicos do Rio chegaram ao fim! Um dos maiores espetáculos da Terra protagonizaram duas semanas de muito esporte e vários exemplos de fatos sociais totais. Prosseguindo com o nosso raio-x olímpico, vamos para o esporte coletivo onde somos um dos melhores. Se no basquete o negócio não foi nada bom, no vôlei arrebentamos, mesmo diante de escândalos de corrupção apresentados pela Confederação Brasileira de Voleibol, os atletas responderam a altura e brigaram por medalhas.
Vitórias, poucas derrotas e frustrações marcaram o Brasil nos Jogos do Rio. (Tribuna do Cisco)

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Raio-X Olímpico: Basquete Masculino

Os Jogos do Rio ainda não chegaram ao fim, mas já é hora de analisar a situação do nosso país nos esportes mais tradicionais. O basquete masculino, do campeão Olímpico Rubén Magnano prometia um pouco mais jogando em casa, decepcionou como de costume. Dois grandes desfalques comprometeram a situação de certa forma, mas a realidade é que estamos muito distantes do que prevíamos, falta bastante para rivalizar com potências como a Argentina, por exemplo.
O jeitinho brasileiro de comemorar nos Jogos Cariocas. (Danilo Verpa - Folha de São Paulo)

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Raio-x Premier League 2016/2017

Badalada, competitiva e surpreendente, a Premier League ganhou figuras de luxo que confirmam o momento único que vive, mas a epopeia de Leicester na temporada passada ligou o sinal de alerta para os gigantes. Campeão na temporada retrasada, José Mourinho retorna a liga, agora o desafio será no clube que o português sempre almejou, comandará o Manchester United com a novidade de Ibrahimovic. Enquanto Pep Guardiola vai desfilar talento e glamour na outra equipe de Manchester, o City sempre se inspirou no estilo catalão de jogar futebol, agora terá o mentor do melhor Barcelona da história. Arsenal, Liverpool, Tottenham correm por fora, mas a verdade é que o desafio dos demais será tentar derrubar o Leicester, campeão que perdeu apenas Kanté, mantendo Mahrez e Vardy para a nova jornada. Como o próprio José Mourinho citou, em sua apresentação no Manchester United, o título do Leicester provou que a Premier League possui vinte candidatos a conquista, vamos a eles!
A liga onde Ranieri é o homem a ser batido e Guardiola é debutante. (Tribuna do Cisco)

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

No futebol olímpico, só compare o peso do ouro

Está acontecendo! O iminente fracasso do futebol masculino nos Jogos Cariocas de 2016 já começa a comprometer a parcialidade do torcedor e principalmente da grande mídia. Novamente pertencendo a geração, Neymar é protagonista em sofrer ataques, sobrando até para Renato Augusto, um dos pontos fora da curva desta convocação. O desempenho do Brasil de Micale não tem sido lá essas coisas, os empates por 0 a 0 diante de África do Sul e Iraque geraram revoltas nas redes sociais, na beira do gramado e nas cabines de transmissão, a hipocrisia de personagens como Galvão Bueno, Ronaldo e a trupe da grande Rede não passaram despercebidos.
O país da Olimpíada é gigante de hipocrisia pela própria natureza. (Ricardo Matsukawa/Terra)

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Os Cinco Melhores Jogadores do Primeiro Turno do Brasileirão 2016

O primeiro turno do Campeonato Brasileiro 2016 está chegando ao fim, sem dúvida temos a liga mais pragmática dos últimos tempos no país. Jogos sem emoção, nenhum clube se sobressai e vários candidatos ao rebaixamento, a verdade é que o equilíbrio reina na liga que está nivelada por baixo. Com a fraca saga das equipes, os jogadores são quem tem chamado a responsabilidade em promover e dignificar o Brasileirão da Série A, de A a Z, do Norte ao Sul do país ou dos 18 aos 35 os atletas foram os principais destaques das primeiras dezenove rodadas. Pensando nisso, elencamos os cinco melhores jogadores do turno e mostramos porque eles merecem todos os créditos no quesito elevar o nível do limitado Brasileirão do país do 7 a 1, confira!
Palmeiras e Corinthians dividem a ponta após 19 rodadas de Brasileirão. (Extraído de Youtube.com)

O buraco é bem mais embaixo.


O clichê do "Todo dia um 7x1 diferente" me enche o saco. Acredito que por dois motivos principais: Ele é usado numa frequência muito alta, assim fazendo qualquer problema se tornar digno de vexame, O outro é porque ele fere o brio de quem gosta de futebol, principalmente daqueles que o IBAMA procura manter existindo, o torcedor da seleção.  Sério, a camisa amarelinha representa muito mais que um time de futebol, é o marco de todo um país, querendo ou não, é nossa figura mais conhecida em todo o mundo. Você pode nos chamar de alienados, de espernear que o "Futebol é o ópio do povo" e outras críticas mais. Não me interessa, não me atinge. E o foco na discussão não é essa, mas na inércia em tentar resolver o problema.
Você não merece esta braçadeira. (ESPN)

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

O que realmente se salva no vexame carioca

Enquanto o Brasil chama atenção pelos vexames estruturais na Cidade Maravilhosa, a bola já rolou pelos Jogos Olímpicos no futebol feminino. A referência do título é voltada para as práticas esportivas, nesse mar de descaso das instituições brasileiras, os esportes salvarão os Jogos de um fiasco quase que total. Após o fracasso na Copa do Mundo e o título do Panamericano, o time de Marta, Formiga e companhia apresentaram um futebol melhor que a encomenda.
Um ótimo padrão tático para dar os primeiro três pontos do Brasil nos Jogos do Rio. (Getty Images)

terça-feira, 2 de agosto de 2016

Fórmula 1 2016 – Julho

Quatro provas no mês, quatro incríveis vitórias de Lewis Hamilton. O mês de julho foi daqueles para se guardar na memória, o inglês tricampeão do mundo na Fórmula 1 desbancou seus rivais, recuperou posições, fez pole position, foi o cara que estava faltando ser neste 2016 do automobilismo. Áustria, Inglaterra, Hungria e Alemanha, quatro provas no continente europeu que mostraram que realmente Lewis ainda é o piloto mais bem preparado e talentoso do momento, inclusive ele carece de rivais a altura. Nico Rosberg começou o ano a todo vapor, mas perdeu consistência e, mesmo possuindo o mesmo veículo de Hamilton, acabou sucumbindo nas provas e só conseguiu flertar com a vitória. Ficou em quarto tanto na Áustria quanto na Alemanha, garantiu o segundo na Hungria e o terceiro na Inglaterra.
Julho de afirmação para Lewis, o inglês desponta para o tetra. (Reuters)