terça-feira, 21 de junho de 2016

Fórmula 1 2016 – Junho


Os Grandes Prêmios do Canadá e da Europa embalaram o mês de junho na Fórmula 1, a Mercedes segue em ritmo de treino, mas a disputa está aberta e Lewis Hamilton voltou para o campeonato. A classificação mostra a polarização, temos Rosberg incrivelmente liderando com 141 pontos e cinco vitórias, é o homem do momento, enquanto Hamilton voa baixo e já soma 117 pontos e duas vitórias. Fora Nico e Lewis, apenas a zebra Verstappen conseguiu cruzar primeiro a linha de chegada em primeiro lugar, o holandês de 18 anos está apenas na sexta colocação.
Rosberg comemora sua quinta vitória na temporada. (Reuters)
Em Montreal, Hamilton liderou por todo o fim de semana, fez a pole e nadou de braçadas para a segunda vitória consecutiva no país norte-americano. O inglês entrou de vez para a temporada e contou com a quinta colocação de Rosberg para diminuir a vantagem para o companheiro alemão. A segunda vitória de Hamilton em 2016 trouxe maiores danos para as outras equipes, ainda iludidas ao imaginar que poderiam brigar pelo menos pela segunda colocação no mundial de pilotos. Vettel está em terceiro com 96 pontos, mas a seca de vitórias incomoda o alemão e a Ferrari que tem sido bastante constante na temporada.

O Canadá não foi nada bom para os brasileiros, Felipe Massa não conseguiu concluir a prova e ainda observou Bottas completar o pódio em terceiro, enquanto Nasr terminou na décima oitava colocação, a temporada 2016 tem sido pior do que a 2015 para o brasileiro da Sauber. O Brasil não vence no Canadá desde 1991, quando Nelson Piquet faturou o Grande Prêmio. Massa é nono com 38 pontos e Nasr ainda não somou pontos na temporada.

As ruas de Baku misturam o medieval e o
 contemporâneo. (Getty Images)
Realizado pela primeira vez no Azerbeijão, o Grande Prêmio da Europa foi tão complicado quanto Mônaco, com curvas estreitas pelas ruas de Baku. Dificuldade para alguns, tranquilidade para a Mercedes, a prova foi excelente para Nico Rosberg voltar ao topo e mostrar que de fato vai brigar pelo título inédito. Houve inversão de papéis nos GPs de junho, com o alemão em primeiro e o inglês em quinto, Hamilton acabou se distanciando dos primeiros devido a um erro na tentiva pela pole position, não fosse isso talvez Lewis brigasse ponta a ponta com Nico.

Baku apresenta muitos desafios para os pilotos nos próximos anos, é uma pista muito difícil, a tranquilidade de Valência ficou para trás e os desafios seguem a postos para as escuderias. Junho foi mais do mesmo na temporada, julho terá quatro GPs para embalar a disputa pela conquista. Áustria, Inglaterra, Hungria e Alemanha numa Fórmula 1 europeia de julho.