domingo, 14 de fevereiro de 2016

O desfecho de Pep, o nascimento de Dybala e todos contra Barcelona

Eis que chegou fevereiro, mês que marca o início do mata-mata na maior competição futebolística do planeta. Mais uma vez, o sorteio nos presenteou com clássicos de arrepiar em um cenário completamente oposto ao que existia quando sortearam os confrontos. Muita coisa mudou, começando pelo anúncio novamente precoce de Pep Guardiola, o espanhol gosta dos holofotes e já deixou claro o acerto com o Manchester City para a próxima temporada, deixando o Bayern de mãos atadas e desmoronado no decorrer desta.
Clássicos de sobra nas oitavas de final da Liga dos Campeões. (Tribuna do Cisco)
Enquanto isso, a Juventus, adversária do Bayern nas oitavas de final, cresceu como ninguém previa, nasceu mais um Golden Boy, Paulo Dybala confirmou o que se projetava e tem chamada para si a responsabilidade, a joia argentina terá a responsabilidade de carimbar o passaporte de Guardiola na Alemanha, lugar onde ele jamais conseguiu a conquista da Liga dos Campeões. No topo da pirâmide, o Barcelona segue soberano e o desafio dos demais europeus é destronar um Luis Enrique indecifrável e um ataque desumano, será difícil evitar o bicampeonato consecutivo de uma potência em ritmo de gols. Que venham os confrontos!

Paris Saint-Germain x Chelsea

Emoção novamente não faltará entre PSG e Chelsea.
(Getty Images)
A rivalidade que mais se acirra na Champions League, os milionários estão atrapalhando um ao outro e a melhor de três será decidido novamente nas oitavas de final. O momento é completamente diferente, o PSG já é o virtual campeão francês, com mais que o dobro de pontos para o segundo colocado Monaco, já o Chelsea faz uma temporada horrível, figura a parte de baixo da tabela na Premier League e a única opção de acesso dos Blues a próxima Liga será o título da atual edição. Como nas duas últimas temporadas, os confrontos deixarão de lado os momentos de cada clube em seus campeonatos nacionais, até porque o francês é praticamente amador se compararmos ao cenário atual da Premier League, é óbvio que Blanc e seus comandados vivem um momento absurdo, o PSG mostrou um excelente futebol na fase de grupos (apesar do segundo lugar) e leva vantagem diante de um Chelsea inconstante, que perdeu peças importantes, que vai reorganizando a casa com Guus Hiddink, mas que ainda não deu liga. Liga que as oitavas de final pode dar aos Blues, como em 2012, uma arrancada histórica que culminou em glória, contudo Cavani e Lavezzi agora defendem uma potência, esta que vive sedenta pela Champions League, será de tirar o fôlego!

Palpite: PSG

Benfica x Zenit

Hulk foi o cara da primeira fase na Liga dos Campeões.
(Getty Images)
A sensação da primeira fase veio do país da Copa, o Zenit de Villas-Boas vai jogar em Portugal, terra onde o jovem técnico foi muito bem junto ao seu principal pupilo, o brasileiro Hulk. O momento do Benfica é controverso, o time ainda não conseguiu superar a saída de Jorge Jesus para o maior rival Sporting. Os russos são muito favoritos, surpreenderam com uma primeira fase de muito respeito, foram brutais e a pegada terá de ser mantida, joga contra o Zenit o tempo parado pelas férias no longo inverno russo, joga a favor dos mesmos o encaixar da equipe, a força de Hulk e a experiência do garoto André no banco. Ao Encarnado, resta o peso da camisa e o desejo de encerrar o jejum de títulos internacionais, o caminho é longo, dificílimo, mas vale a tentativa.

Palpite: Zenit

Roma x Real Madrid

A Roma definitivamente foi uma decepção total neste primeiro semestre da temporada, o clube conseguiu fracassar em menos de seis meses um projeto que já vinha com dois anos. Além de não brigar pelo título do Calcio (sendo superado por Napoli, Fiorentina, Juventus e até pela Internazionale) a esquadra da capital só classificou para o mata-mata devido a incompetência do Leverkusen e a inexpressividade do BATE Borisov, com o Barcelona sobrando na chave. O fato é que Rudi Garcia saiu pela portas dos fundos e Sabatini apelou para o coração dos romanistas, trouxe Luciano Spalletti de volta e a Roma voltou a marcar gols e vencer. O Giallorossi não está jogando o melhor futebol que demonstrou na Era Garcia, mas a volta de Spalletti resgatou o espírito de vitória que estava faltando na equipe de Totti, agora é um perigo iminente para o adversário badaladíssimo.
Mais um Real Madrid e Roma para Totti e companhia. (Gazeta Press)
O Real Madrid passou pela mesma transformação, saiu Benítez e o espírito de perdedor e a aposta foi num velho conhecido, antes Zidane desfilava pelos gramados e agora comanda o Madrid na beira do campo. Vieram boas goleados e o time deu liga, mas o que mais chama atenção na direção Zizou é o resgate do futebol de Cristiano Ronaldo, o português voltou a ser fundamental para o grupo, voltou a ser do grupo e isso tem colaborado demais para o elevado nível madridista. No confronto temos dois clubes que jogam suas vidas na Liga dos Campeões, já que nem Real nem Roma vencerão Liga e Copa nos seus respectivos países, teremos uma disputa interessante, um Real cuidadoso e uma Roma sem ter muita coisa a perder, fico com a camisa de dez conquistas na Europa, Real leva!

Palpite: Real Madrid

Gent x Wolfsburg

Lobos eliminam o Manchester United e vão as oitavas.
(Mirror UK)
O confronto menos badalado das oitavas de final vai reunir a sensação da temporada passada contra uma zebra belga que retrata o momento fantástico da Seleção que lidera o ranking da FIFA. O Wolfsburg não repete o sucesso da temporada passada, perdeu o cérebro e talento Kevin De Bruyne (por sinal também belga), porém conseguiu se impor na fase de grupos, mandando o Manchester United para a Liga Europa e confirmando a força do futebol alemão. Os lobos depositam sua fé nos talentos de André Schurlle e Julien Draxler, além do faro de gol de Bas Dost.

Do outro lado temos o desconhecido Gent, quem esperava que um clube belga pudesse eliminar Lyon e Valencia e ser o único a bater o Zenit na fase de grupos? Pois é, é nessa perspectiva que os belgas vão a campo contra o Wolfsburg, na incessante busca por surpreender e se colocar entre os oito melhores clubes da Europa. Sigo na rota dos lobos!

Palpite: Wolfsburg

Arsenal x Barcelona

De 2006 para o resto da história. (Getty Images)
Mais um clássica nas oitavas de final, um confronto que vez ou outra acontece e sempre temos o mesmo vencedor. Desde a vitória em Paris em 2006 o Barcelona tem sobrado no duelo, despachando os Gunners com bastante autoridade, é fácil! O atual momento é assustador, O Barcelona é o time a ser batido, não sofre contra nenhum adversário e está naquele momento que se a final fosse na próxima semana, os catalães encerrariam o jejum e a Champions voltaria a ter um campeão consecutivo. O fato é que o trio MSN melhora a cada partida, assusta como sempre e ainda ganha apoio de um elenco cada vez mais equilibrado, é difícil prever a Liga dos Campeões sem o Barcelona nas quartas de final, Wenger e seus pupilos vão novamente sucumbir... De goleada!

O Arsenal está muito bem colocado na Premier League, com um campeonato tão equilibrado, é provável que os Gunners briguem ponto a ponto até o final, por isso, Wenger novamente vai cair no conto de que vale a pena abrir mão da Champions para brigar na frente da Premier League. A máquina de guerra correrá o risco de ficar de mãos abanando, porém, no caso da UEFA Champions League, nada poderia ou poderá ser feito, adeus Arsenal!

Palpite: Barcelona

Juventus x Bayern de Munique

No meu ponto de vista, este é o jogo mais aguardado da fase de oitavas de final, de um lado o desfecho de Pep Guardiola na Alemanha, do outro, o time mais arrumado da Europa fora o Barcelona, quem leva? O Bayern no início da temporada estava pronto para vingar a eliminação frente ao Barcelona no ano passado, Guardiola estava mordido e queria acertar o que um dia errou, ele precisa conquistar algo fora a Bundesliga para provar que não foi comum em solo Bávaro. O time é o mesmo, Lewandowski ainda é fatal dentro da área, o grande problema para o Bayern é a falta de desafio na liga alemã e o anúncio de Pep de que deixará Munique ao fim da temporada, para quê anunciar isso tão cedo? Ninguém entende, mas o rendimento do grupo caiu após a afirmação.

Pogba assumiu a 10 e tomou conta do meio da Juve.
(Gazzetta World)
O adversário do Bayern vive fase completamente oposta aos alemães, a vice-campeã da Europa começou muito mal a temporada, sofrendo contra os times de médio porta no Calcio. Mas para o espanto de Berlusconi (que o dia o dispensou), Allegri conseguiu dar a volta por cima e encaixou o time como um grande técnico sabe fazer, o time é perfeito! A Velha Senhora já está no nível da mesma da temporada passada, o futebol de Pogba cresceu, hoje é de camisa 10, e, é claro, nasceu Paulo Dybala, a joia dourada do futebol argentino vestiu a pesada camisa 21 da Juve e já é peça fundamental, é o cara que desequilibra, é aquele que pode dar aos italianos a Liga dos Campeões tão almejada pela atual geração da futura pentacampeã italiana. Deixou chegar e agora ela foi de azarão a favorita, a Juventus joga o segundo melhor futebol da Europa na atualidade e o confronto contra o Bayern pode confirmar isso.

Palpite: Juventus

PSV x Atlético de Madrid

Em 2016 Fernando Torres chegou ao gol
100 com a camisa do Atlético. (Reuters)
Jogos bem chatinhos devemos ter em Eidhoven e em Madri, o PSV perdeu fôlego com a saída de algumas peças, em destaque Memphis Depay, contudo isso não foi motivo para o clube cair na fase de grupos, despachando United e chegando com o Wolfsburg para o mata-mata. Nas oitavas de final o desafio se amplia, os holandeses terão de superar a retranca de Diego Simeone e o seu Atlético, além de tentar parar o artilheiro Griezmann. Os Colchoneros vivem grande fase, se mantendo bem na briga por La Liga, além de forte candidato as quartas de final da Liga dos Campeões, o PSV não deverá ser problema, dando até para ter um rodízio de elenco, dando oportunidade a Vietto, Correa e recém-contratado Kranevitter, vai dar Atléti!

Palpite: Atlético de Madrid

Dínamo Kiev x Manchester City

Dentre todas as temporadas de Pellegrini no Manchester City, esta é sem dúvida a pior delas, os Citizens não conseguem se impor dentro de casa, perdem confrontos diretos, soma-se ainda as péssimas apostas dos investidores que pagaram fortunas por Sterling, Bony, Návas, Nasri, Clichy, Mangala, etc. São muitos os erros, porém ainda há grandes jogadores e o time de Manchester terá de utilizar a Champions League para ganhar fôlego, é muito favorito contra o Dínamo Kiev e pode enfim chegar as quartas de final, seria a primeira vez em sua história.
Iheanacho tem sido a única coisa boa do City no momento. (Getty Images)
Os ucranianos são os maiores azarões da fase de oitavas de final, mesmo com o City em má fase, não consigo enxergar algumas chance para os herdeiros de Shevchenko despacharem os ingleses.

Palpite: Manchester City