terça-feira, 15 de setembro de 2015

Raio-x UEFA Champions League 2015/2016

As ligas nacionais já começaram e nesta semana a bola vai rolar para o maior campeonato de futebol do mundo. Diferentemente dos últimos anos, apenas um clube desponta como favorito e muitas zebras deverão dar as caras no primeiro ano de Liga sem transmissão nas grandes operadoras, sem ESPN, o Esporte Interativo não teve forças para ingressar nas maiores TVs por assinatura do país, restando a internet e a televisão aberta. Chega de mais delongas, vamos ao que interessa, são oito grupos de quatro times, o destaque para a temporada é o retorno do Manchester United, os Diabos estreiam na Liga sob comando de Louis Van Gaal e prometem surpreender.
Muitas novidades e o mesmo favorito, o início da nova Liga dos Campeões. (Tribuna do Cisco)
Com a nova regra de chaveamento nos grupos, o Real Madrid deixou de ser cabeça de chave, mas seguirá sendo o favorito no confronto direto contra o PSG no grupo A. O time espanhol trocou de comandante e apostou em Rafa Benítez para a conquista da décima primeira, dentro de campo, o clube da capital contratou pouco, Casilla, Danilo e Kovavic chegaram e vieram apenas compor o elenco. As apostas seguem em BBC (Benzema, Bale e Cristiano Ronaldo), agora sem Casillas, Sergio Ramos assumiu a faixa de capitão, o Real é forte, mas perdeu fôlego.

Di María já chegou resolvendo em Paris. (Getty Images)
Campeão de tudo na França, o PSG ainda está devendo em solo internacional, por isso Laurent Blanc terá a prova de fogo na temporada decisiva para a carreira do jovem técnico. O investimento foi pesado, Kevin Trapp, Stambouli, Kurzawa e claro, Ángel Di María. O time da capital trouxe bons nomes para compor o elenco, Kurzawa é muito talentoso, mas será que vale a pena contratar um lateral a peso de ouro para ser reserva de Maxwell? Trapp é jovem e tem muito potencial, mas ainda não é capaz de colocar Sirigu no banco de reservas, o único que chega para ser titular é Di María e vem para ajudar demais, é o ponto diferencial para fazer o PSG render. O nova camisa 11 tem a responsabilidade de organizar a bagunça do meio de campo do Paris, é o maior desafio da carreira do argentino, ele terá de provar seu valor. O PSG está mais forte e pode sim sonhar alto.

Shakhtar e Malmö brigarão na parte de baixo, os ucranianos sofreram muito com os conflitos políticos no oriente europeu, perdeu muitos jogadores (principalmente brasileiros), vai ficar com a vaga na Liga Europa. Sobre o Malmö, o lega dever os suecos no grupo será o duelo entre Ibra e sua cidade natal, apenas!

Palpite: Real Madrid e PSG – Liga Europa: Shakhtar.




Martial custou uma fortuna, será o camisa 9 de Old Trafford.
(Getty Images)
O PSV fez uma temporada sensacional em 2014/2015, mas justamente em seu retorno a Liga dos Campeões perdeu a sua estrela para um clube inglês, justamente o clube que será seu adversário no grupo B. O time de Eindhoven possui um elenco modesto e brigará pela segunda vaga contra os outros dois rivais medianos, porque a liderança já tem dono. O Manchester United se reforçou bastante, trouxe peças renomadas e jovens promissores, um deles já tem rendido, Memphis Depay é o cara do início do ano na Premier League, chegou como um cara que nem era tão necessário, mas já é titular absoluto. Dentre todos os gigantes que disputarão a Champions, o Barcelona é disparado o favorito, mas se tem um clube que pode surpreender e tem camisa pesada a ponto isso, esse clube é o Manchester United.

CSKA trouxe um antigo conhecido, Doumbia não é aquele primor de atacante, por sinal é muito limitado, não conseguiu dominar uma bola sequer em Roma e retorna a Moscou com o objetivo de recolocar a bola no gol O camisa 88 já mostrou que pode ser decisivo, colocando o CSKA na fase de grupos, mas o seu faro de artilheiro não deverá assustar os adversários no grupo. Por fim, o Wolfsburg é o time que também pode surpreender, é bem verdade que Kevin De Bruyne não ficou para a continuação do projeto, isso pode atrapalhar demais a equipe de Dieter Hecking, mas hoje o clube alemão é o segundo mais forte do grupo B, apesar da pouca experiência. Os Lobos trouxeram Dante e Draxler.

Palpite: Manchester United e Wolfsburg Liga Europa: CSKA.




Simeone segue no comando do Atlético. (Getty Images)
Sem dúvida um dos grupos mais fracos da temporada, o Benfica é cabeça de chave, mas quem dever dar as caras é o Atlético de Madrid, o Galatasaray corre por fora e o Astana vai segurar a lanterna. O Benfica enfraqueceu, perdeu seu bom técnico Jorge Jesus, manteve seu elenco sólido, mas sofreu algumas baixas, como o caso de Máxi Pereira. O Encarnado hoje não tem mais o único favoritismo em solo português, trazendo esse status para o Velho Continente, o time vai brigar apenas pela segunda vaga na fase de mata-mata. Após um ano de altos e baixos, o Atlético volta a ser forte, repatriou Fernando Torres, Filipe Luís, Oliver Torres e trouxe nomes muito interessantes para compor o elenco. Carrasco, Savic, Martínez, as peças são muitas para Diego Simeone, os Colchoneros não repetirão o feito de 2014, mas a classificação em primeiro lugar virá. O Galatasaray perdeu jogadores importantes, Dzemaili, Felipe Melo, Alex Telles, etc. O turcos farão figuração, acredito que não tenham força para disputar com Benfica e Atlético. Sobre o Astana, de fato, eu não conheço!

Palpites: Atlético de Madrid e Benfica Liga Europa: Galatasaray




3 pilares deixaram Turim, restou Pogba
 na armação do meio de campo. (ESPN)
Vice-campeão na temporada passada, a Juventus provou que o futebol italiano não é tão fraco assim, desbravou gigantes e fez frente ao Barcelona, o grande problema é que a Velha Senhora perdeu forças, os três pilares (Pirlo, Vidal e Tévez) deixaram o elenco e o time ainda não conseguiu se entender sem eles. Chegaram Alex Sandro, Hernanes, Cuadrado, Mandzukic, Dybala, Zaza, Khedira, Neto... Vários reforços para manter o bom nível da tetracampeã italiana. Allegri tem um bom time em mãos, mas a saída dos três grandes craques pode comprometer a Senhora, embora a camisa pesada deva ajudar.

Forte na Inglaterra, um sucesso de investimento, o Manchester City se fortaleceu da temporada passada para a atual, o clube inglês trouxe Otamendi, De Bruyne, Delph e Sterling, só reforços de alto nível para ajudar os Citizens a conseguiram render na Champions League. Já passou da hora do clube conseguir a classificação em primeiro lugar e não sofrer tanto com o sorteio das oitavas, as duas últimas eliminações para o Barcelona estão engasgadas no torcedor do Manchester. O ex-primo pobre do United hoje é mais forte que os Diabos e por isso espera-se mais da equipe, o grupo da morte é uma prova de fogo e tanto, o City deve liderar a chave.

Bicampeão consecutivo da Liga Europa, o Sevilla enfim terá a chance de disputar a Liga dos Campeões, o clube espanhol tem um dos melhores técnicos da Europa na atualidade, Unay Emery reforçou muito bem seu plantel, vieram peças para compor e nomes que certamente chamarão a responsabilidade. Mariano, Rami, Andreolli, Krohn-Dehli, Konoplyanka, Immobile e Llorente. Os espanhóis não tem medo de enfrentar grandes times, é só recordar a Super Copa da Europa na temporada atual, o 5 a 4 contra o Barcelona, o Sevilla é forte e não deixará barato para City e Juventus, além do Borussia, temos um grupo fantástico no meio de tantos clubes modestos. Falando em Borussia, o time alemão é aquele que sempre rende bem na Bundesliga e normalmente disputa alguma competição internacional, o azar da vez foi cair no grupo da morte, os alemães vão penar diante de ingleses, italianos e espanhóis. Os destaques do Mönchengladbach são o goleiro Sommer, os meias Xhaka e Thorgan Hazard e o atacante brasileiro Raffael, o elenco destoa quando se possui um atacante como Drmic, o suíço ruim de bola é quem tem amissão de colocar a bola na rede, complicado!

Palpite: Juventus e Sevilla Liga Europa: Manchester City




O grupo do atual campeão europeu é bastante interessante, mas as chances do Barcelona conquistar o bicampeonato consecutivo são imensas. É verdade que o time está impossibilitado de utilizar seus reforços, Arda Turan e Aleix Vidal só entrarão em campo em janeiro, mas Luis Enrique vai montando o time como pode e o resultado ainda é muito bom. O trio MSN (Messi, Suárez e Neymar) segue em perfeita sintonia, Rakitic cada vez mais firmado no meio de campo e a afirmação de Rafinha pode fazer a diferença no clube catalão. O Barcelona é muito forte, mas conquistar a Champions de forma consecutiva é uma tarefa quase impossível, apesar disso, os espanhóis vão com tudo para a nova temporada.

Trio MSN vai em busca do bicampeonato consecutivo.
(Getty Images)
Com participações frequentes na Liga, o Bayer Leverkusen chega como o participante do pote 2 do chaveamento, o time alemão foi às compras e contratou bons jogadores, Charles Aránguiz, Javier “Chicharito” Hernández e a volta de Christoph Kramer. O Leverkusen possui um time organizado, normalmente se mantém entre os quatro primeiros na Bundesliga, mas no grupo E as dificuldades serão imensas diante de Barcelona e Roma. A Roma entra muito forte na temporada, sendo rotulada como grande candidata ao título do Calcio e almejando um desempenho melhor na Liga dos Campeões. Rudi García hoje possui um bom elenco, com peças de reposição à altura e com um atacante de referência que impõe respeito. O legal do confronto Barcelona e Roma será o reencontro de Luis Enrique com o primeiro clube profissional a lhe dar oportunidade de emprego, o desempenho do jovem treinador na capital italiana foi decepcionante e o mesmo pediu demissão.

O BATE Borisov é o azarão do grupo, vai penar diante dos grandes adversários, deve segurar a lanterna.

Palpite: Barcelona e Roma Liga Europa: Bayer Leverkusen.




Douglas Costa chegou e já assumiu a
 titularidade do Bayern. (Bild)
Prestes a completar três anos de Bayern de Munique, Pep Guardiola soma fracassos na Liga dos Campeões, o espanhol foi goleado por Real Madrid e Barcelona justamente na semifinal do torneio. Se as lesões atrapalharam o time na temporada passada, os Bávaros apostaram em jogadores jovens e muito conceituados no mercado, o craque Arturo Vidal e a aposta que vem dando muito certo Douglas Costa. Além deles, o goleiro Ulreich veio para o lugar de Pep Reina, será a nova sombra de Neuer. Atrás do Barcelona existe apenas o Bayern de Munique, é o único time que pode fazer frente, destacando que até os trinta minutos da partida de ida da semifinal da Liga passada o Bayern fez frente ao Barcelona, era um jogo muito equilibrado, até Messi desequilibrar. Ao Bayern ainda falta algo, mas o desenrolar da temporada pode ajudar o time de Pep, é forte, entrosado e repleto de craques, é favorito.

Quem mais entende de fracassos também está no grupo do Bayern, Arsene Wenger vai com o seu Arsenal para mais uma temporada de Champions League. O objetivo dos Gunners é quebrar a maldição das oitavas de final, o problema é que o time já disputou a fase contra adversários de grande, médio e pequeno porte, perdeu todas. Para reforçar o elenco, o clube trouxe apenas Petr Cech, é um grande goleiro, mas o clube precisava ter se mexido mais, ficou devendo. Olympiacos é limitado e o Dínamo Zagreb consegue ser ainda mais, acredito que o padrão dos potes serão repetidos na classificação final.

Palpite: Bayern e Arsenal Liga Europa: Olympiacos




Campeão inglês, com um elenco absurdamente forte, o Chelsea caiu e vem sofrendo muito no início de temporada. José Mourinho não tem conseguido organizar o time e a pressão aumenta a cada rodada em que os Blues perdem. Begovic chegou e será titular do clube pelo menos até janeiro, tendo em vista a lesão grave de Courtois. Vieram também o zagueiro Papy Djilobodji, o lateral esquerdo Rahman Baba, os atacantes Pedro Rodríguez, Kenedy e Falcao García. O time foi reforçado e não vence, o problema é interno e enquanto não organizar isso o Chelsea vai penar em qualquer competição.

Pedro é a cara nova de um Chelsea em turbulência.
(Getty Images)
Do outro lado do grupo G, o Porto chega reforçado e muito concentrado para brilhar na Liga dos Campeões. Julen Lopetegui trouxe Íker Casillas para a meta do Dragão, experiência e qualidade de um dos melhores goleiros da história do futebol, além de Íker, vieram Imbula (volante), Osvaldo (atacante), Cissokho (lateral esquerdo) e Maxi Pereira (lateral direito). Ou seja, o Porto soube encontrar muito bem suas peças de reposição e o sucesso deverá ser imediato. Em tempos de crise no Chelsea, o Porto vem com tudo para liderar o grupo G.
Após anos de ostracismo, o Dínamo de Kiev retorna a Liga dos Campeões e a vaga na Liga Europa deverá ser o parâmetro para o clube ucraniano, o adversário direto será o Maccabi Tel Aviv de Israel.

Palpite: Porto e Chelsea Liga Europa: Dínamo de Kiev.




Outro grupo digno de Liga Europa, o Zenit será cabeça de chave, mas se enfraqueceu e vive uma época de transição, enquanto que Valencia e Lyon se reforçaram e devem disputar a liderança do grupo H. O Gent faz apenas figuração. Os russos ainda são comandados por André Villas-Boas, mas o português já anunciou que será sua última temporada em São Petesburgo, Hulk é o craque/artilheiro/liderança do clube, mas só ele não faz a diferença e Salomón Rondón deixou a Rússia para jogar a Premier League inglesa, foi defender o West Brom.

Após um ano na Rússia, Valbuena retorna ao futebol francês.
(Goal)
O Valencia contratou bons reforços e o destaque vai para o zagueiro/lateral Abdennour, os espanhóis tem totais chances de brigar pelo topo do grupo, algo muito importante para o time que quer fugir dos gigantes no sorteio do mata-mata. O Lyon foi vice-campeão francês e fez frente ao PSG por quase toda a Ligue 1 passada, se reforçou com o lateral direito Rafael, com o zagueiro Mbiwa e com o meia Valbuena, nome forte para colocar o atacante Lacazette no caminho do gol. Por fim, o Gent encerra a fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa 2015/2016, é um time modesto no continente, mas forte na Bélgica, será o lanterna do grupo H.

Palpite: Valencia e Lyon Liga Europa: Zenit.