sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Raio-x Premier League 2015/2016

Sempre a liga mais esperada de toda a Europa, as expectativas pela Premier League 2015/2016 são enormes e os clubes estão cada vez mais fortes. O Campeonato Inglês tem reversado entre campeões indiscutíveis e briga ponto a ponto até a última rodada, no caso da última temporada, tivemos um Chelsea soberano, não tomou conhecimento dos adversários e fez jogos certeiros para chegar ao quinto título nacional de sua história. No momento atual, há um visível enfraquecimento na equipe do Speciel One, problemas defensivos devem comprometer a equipe, então vamos conferir o que cada grande clube promete.
O maior campeonato nacional do planeta começa primeiro. (Tribuna do Cisco)

Chelsea

Técnico: José Mourinho

Principal Jogador: Eden Hazard

Aposta: Falcao Garcia

Palpite: Briga pelo título

Além do já mencionado enfraquecimento do setor defensivo, Filipe Luís voltou ao Atlético, é verdade que o lateral não vai deixar saudades no Stamford Bridge, mas o nome no qual Mourinho tem se apoiado não deve ser muito diferente, Baba (Augsburg-ALE) ainda é muito jovem, sinto que Azpilicueta terá vida longa jogando improvisado na esquerda. Outro ponto que deve atrapalhar o Chelsea são as lesões de Diego Costa, o caso é que a placenta de égua de um ano atrás não surtiu efeito e os problemas físicos comprometeram o hispano-brasileiro já na temporada passada, no atual momento, Costa já começa machucado.

Blues dominaram a última temporada, incontestável! (AP)
Falcao não conseguiu se recuperar e dificilmente voltará a ser o que um dia foi, não vejo o colombiano com motivação para se recuperar, também não enxergo o Mourinho atual com o poder de motivação que já possuiu. Sobrou Rémy... Compõe elenco e nada mais! Nos demais setores, os Blues tem opções de sobra, o meio de campo é quase que perfeito, o goleiro é sensacional e o técnico é muito bom apesar dos pesares. Contudo a concorrência será bem maior do que na temporada passada, não vejo o Chelsea com força suficiente para brigar forte como na campanha do título, campanha que não teve o mesmo brilho nas Liga dos Campeões. Como contratações, além de Falcao e da busca por um lateral esquerdo, o time trouxe Begovic, um bom goleiro que poderia ser titular de várias outras equipes, se Cech foi reserva na temporada passada, o bósnio sucede muito bem a vaga do tcheco. O Chelsea ainda não convence no início de um novo ano, mesmo tendo conquistado o título com muita facilidade no ano passado, brigará pela Premier League, mas duvido que consiga repetir o feito.

Manchester City

Técnico: Manuel Pellegrini

Principal Jogador: Sergio Aguero

Aposta: Raheem Sterling

Palpite: Briga pelo título

Sterling, o inglês mais caro da história do futebol.
(Manchester City)
Diferente do que foi especulado, a direção bancou o chileno e Manuel Pellegrini seguiu no comando do Manchester City, o forte e milionário inglês novamente brigará pelo título, possivelmente com mais fervor do que no último ano. O elenco já não rendia o esperado, o desgaste era evidente, mas o que me impressionou é que boa parte segue no elenco, saiu Jovetic (decepção), Dzeko (jogou muito, injustiçado), James Milner (que saiu por opção própria), Frank Lampard e praticamente só. Como solução, o City trouxe dois jogadores que se encaixam mais na categoria de apostas, 70 milhões de euros por Raheem Sterling foi muito dinheiro, embora a maior joia inglesa já tenha provado que rende bem se tiver um bom elenco ao seu lado. Do outro lado, veio Fabian Delph, o bom meia ex-Aston Villa deverá compor o elenco, mas quem sabe ele não repete o que Milner conseguiu nos anos de Citizen.

No mais, o City manteve peças importantes, o craque maior Aguero, os sempre importantes Silva e Touré, além do capitão Kompany, a base ainda é muito forte e gosta de surpreender, todos sabemos que quando não há um favorito claro, os Citizens vão e sapecam uma bela de uma surpresa. Pellegrini ainda poderá contar com Kevin De Bruyne, o talento belga tomou conta do Wolfsburg (uma das sensações da última temporada) e pode desembarcar em Manchester a peso de ouro, mas a negociação é complexa. Aguero e Sterling são velocidade e faro de gols, tem tudo para dar certo, com Bony sendo a sombra importante nesse ataque para lá de positivo, o Manchester City sempre é forte e não pode ser descartado, Blue Moon!

Arsenal

Técnico: Arsene Wenger

Principal Jogador: Alexis Sánchez

Aposta: Ox Chamberlain

Palpite: Favorito ao título

A sensação do início da temporada é o incrível time de Wenger, o Arsenal deixou o longo jejum desde a temporada retrasada, as grandes contratações vieram e somou demais na equipe que já jogava bonito, os Gunners estão na melhor de sua forma. O principal reforço veio para o gol, Petr Cech era realmente a peça que faltava na defesa do time londrino, o goleiro já tomou conta da posição e ajudou demais as três conquistas do Arsenal na pré-temporada, com destaque para a Super Copa da Inglaterra. Vivendo um equilíbrio perfeito, o Arsenal ainda necessita de mais um atacante, o Giroud é um bom atacante, faz gols importantes e começou a decidir clássicos como não vinha conseguindo, mas Welbeck é muito fraco e hoje já parece ser carta fora do baralho, é necessário um atacante cascudo, aquele que chega e toma conta da posição.

Sánchez é trunfo para brilhante temporada dos Gunners.
(Getty)
Sánchez chegou na temporada passada e rendeu como jamais havia rendido, parece que ele nasceu para vestir a camisa vermelha e branca, parece também que o atacante já estava adaptado ao futebol inglês, é um jogador moderno e tem tudo para ser protagonista na campanha que pode encerrar o jejum para os Gunners. Além do chileno, existem nomes importantes, Özil, Cazorla, Ramsey e Walcott, os nomes experientes se fortalecem quando o time apresenta bons jovens jogadores e Wenger sempre apresentou para futebol bons meninos. Hoje, o bom garoto Bellerín já pode entrar na seleta lista, porém, sem nenhuma dúvida, a expectativa está nas costas de Oxlade Chamberlain está com 21 anos e vive o melhor de sua forma, prova disso foi o poder de decisão no duelo de semana passada contra ao Chelsea, é hora do menino se tornar gente grande.

Após anos de brigar apenas para estar no G4, o Arsenal volta a ser favorito e deve brigar pelo título inglês, é a principal aposta, não vejo outro elenco tão bem preparado e motivado para a conquista da Premier League, o ano será dos Gunners!

Manchester United

Técnico: Louis Van Gaal

Principal Jogador: Wayne Rooney

Aposta: Memphis Depay

Palpite: Briga pelo G4

Reformulação! O trabalho de Van Gaal no Teatro dos Sonhos segue vivo após o polêmico técnico holandês conseguir recolocar os Diabos na Liga dos Campeões. O setor defensivo segue como principal preocupação da equipe, as falhas na última temporada não podem permanecer, mas o clube não parece se incomodar com isso e só contratou dois jogadores para a defesa, sendo um o provável goleiro reserva. Sergio Romero vem para ser sombra de De Gea, quem sabe o goleiro não consiga repetir as boas atuações da Argentina, além dele, o jovem e versátil Matteo Darmian chega para ser titular, mas está longe de ser um talento na parte defensiva, é um lateral que sobe muito bem e joga em ambos os lados.

Em seu primeiro ano de Manchester, Van Gaal somou contratações frustradas, além da queda brusca de rendimento do atacante Van Persie, primeiro os gigantes Di María (PSG) e Falcao (Chelsea) não conseguiram nem garantir os empregos para 2015/2016 e o atacante holandês foi de capitão do clube a saída pela porta dos fundos. Para o atual momento, Van Gaal seguiu com a mesma filosofia, trazendo reforços pesados e apostando em jovens atletas, o principal veio direto da Bavária, Bastian Schweinsteiger deixou o comodismo e decidiu que ainda é jogador de futebol, sua transferência foi excelente para as três partes envolvidas, ainda é incógnica, mas pode dar muito certo.

Meia alemão deixou o comodismo e
 vai jogar no Teatro dos Sonhos. (Manchester United) 
Por fim, Memphis Depay, o craque da última Eredivisie também já havia sido uma das sensações da Copa do Mundo, confirmou as perspectivas e agora terá a chance de jogar num gigante que disputa uma liga gigante, vai herdar a 7 que era de Di María, mas também já foi vestida por muitos atletas que realmente renderam. Também aposta, Morgan Schneiderlin convenceu no Southampton e ganha uma oportunidade única, a concorrência no meio de campo do United será selvagem, é visível que há muitas opções e quase todas boas, dor de cabeça para Van Gaal. O ataque está enfraquecido, embora o o holandês possa experimentar novos os esquemas, Rooney tem sido um jogador fenomenal, rende no meio, na frente e até atrás, mas sozinho não dará conta. Chicharito Hernández está de volta, será que, após um ano de Real Madrid, após um ano do desprezo de Van Gaal, o mexicano irá se firmar em Old Trafford? É difícil!

A verdade é que o Manchester United tem uma base forte, mas pouca coisa mudou em relação a temporada passada, atletas desgastados saíram, o meio foi reforçado, o ataque foi muito enfraquecido e a defesa segue muito mal, aposto que teremos um pouco mais do mesmo.

Liverpool

Técnico: Brendan Rodgers

Principal Jogador: Jordan Henderson

Aposta: Roberto Firmino

Palpite: Briga pelo G4

“Gigante pela própria natureza”, o Liverpool confirmou o que seria sem Suárez, foi muito mal na última temporada, mas manteve a ideia de que segue no caminho certo. O time realmente deu um passo muito adiante do que poderia e sem o craque maior não teve nem chances diante de uma liga tão fortalecida. Suárez já ficou no passado, o desafio da nova temporada será lidar com os jogos sem o maior jogador de sua história, Steven Gerrard deu adeus e os seus discípulos seguem em Anfield para recolocar o Liverpool no lugar que ele merece.

A peso de ouro Firmino chegou em Liverpool. (Liverpool FC)
Com a venda de Sterling para o Manchester City, os Reds trouxeram reforços ao atacado, a lista é imensa: Divock Origi (atacante), James Milner (meia-versátil), Danny Ings(atacante), Ádám Bogdán (goleiro), Joe Gómez (zagueiro), Nathaniel Clyne (lateral direito), Allan (meia), Christian Benteke (atacante) e Roberto Firmino (meia-atacante). Pode se montar um time só com os reforços do Liverpool para a temporada, o fato é que Brendan Rodgers tem as mais variadas opções para tornar a equipe forte, agora a responsabilidade é dele, existem as opções, existe o tempo de trabalho, está na hora dos Reds acordarem.
Frustração do início ao fim, Mario Balotelli dificilmente permanecerá em Liverpool, é a peça que atrapalha o grupo atual, não rendeu e não parece demonstrar vontade de dar certo. O Liverpool vem em uma crescente, mesmo com um fim de temporada decepcionante, vai brigar pela vaga no G4 e teremos clássicos excelentes na nova temporada.

Figurantes de luxo

Premier League coloca pequenos com
 orçamento de time grande. (Crystal Palace)
Milionária, empolgante, o maior campeonato nacional do planeta inicia mais uma temporada mostrando a força de um país super organizado. Clubes modestos conseguem grandes contratações, derrubam gigantes e dão muito trabalho. Destaques para Cabaye no Crystal Palace e para o Stoke, que esteve muito próximo de acertar com Xherdan Shaqiri. Everton repatriou Deulofeu, o Tottenham apostou em reforçar a defesa, dará chance a Toby Alderweireld, o Swansea André Ayew e o Southampton novamente tentará dar trabalho, o futebol inglês é máximo!

Atual campeão da Premier League, José Mourinho, o Speciel One, definiu melhor do que ninguém o que esperar da temporada da Premier League, “Os times serão os mesmos, a diferença será a ordem.”

Palpite: Arsenal