quinta-feira, 23 de julho de 2015

Brasil na América – Semifinal

Tigres-MÉX 3 x 1 Internacional (Ida: 1 x 2): Na volta da Taça Libertadores 2015, o Internacional sucumbiu para um dos times mais ricos do México, o Tigres não deu a menor chance para o Colorado. O time de Diego Aguirre estava no melhor da forma antes da parada para a Copa América, o problema é que o negócio ficou complicado para o elenco, o time caiu de rendimento de forma drástica, somou derrotas em casa e perdeu o ânimo. Nem mesmo a vitória no Beira-Rio convenceu, o gol fora de casa e a segurança mexicana deram conta de que o Inter não teria vida fácil na volta em solo norte-americano.
Gignac chamou a responsabilidade e guiou os mexicanos para a decisão da América. (Getty Images)

A volta foi um passeio, enquanto Gignac (reforço que até agora não entendi a razão por ter escolhido o México) acabava com o sistema defensivo Colorado, Nilmar e Lisandro estavam desaparecidos, o Inter também não tinha criatividade e se enfraqueceu com o nervosismo dos meninos. A derrota veio com bastante violência, o gol argentino de Lisandro chegou tarde demais e mesmo assim não acreditaria na possibilidade da equipe conseguir marcar mais um, caso tivesse mais tempo, é claro! A verdade é que o Internacional se classificou com autoridade na fase de quartas de final, talvez entrasse melhor em campo se não houvesse a parada para a Copa América. Como houve, o time voltou muito enfraquecido, principalmente na parte emocional, por isso, o Tigres, embalado por sua fantástica torcida e com um time bem encaixado, tratou de passar por cima dos restos mortais dos gaúchos, foi fácil!

Com a eliminação do Inter, não resta nenhum brasileiro na Taça Libretadores 2015, assim como na temporada passada, o país não conseguiu chegar a decisão e terá de assistir mais um argentino brigar pelo título. A bola da vez é o River Plate, o pior time da fase de grupos já garantiu vaga na Copa do Mundo de Clubes (campeonato que contará com o Barcelona), agora terá de passar pelo forte Tigres para voltar ao topo do futebol das Américas. O campeão da Copa Sulamericana 2014 já contratou vários medalhões para a sequência da temporada, como Lucho González e Saviola, mas perdeu Téo Gutiérrez, terá um duro trabalho se quiser conquistar a Libertadores. Do outro lado, o Tigres busca um feito inédito, ser o primeiro mexicano a conquistar a competição, o time está mais do que pronto, já venceu o River na fase de grupos, o problema é que a camisa argentina pode facilitar as coisas para o rival, será um grande embate!