quarta-feira, 29 de julho de 2015

O Reencontro

A fase de grupos não serviu como parâmetro, logo de cara o River Plate, o pior time da fase de grupos, eliminou o temido Boca Juniors, atropelou o bicampeão brasileiro Cruzeiro e passou por cima da zebra Guaraní do Paraguai. Os argentinos voltam a final da competição após 16 anos e vai à luta para reconquistar a América. O detalhe é que os Millonarios são os atuais campeões da Copa Sulamericana, mas decepcionou demais na fase de grupos e poucos esperavam essa crescente na fase decisiva, é difícil compreender a força da camisa pesada do River.
Argentinos e mexicanos prometem um grande jogo na decisão da Libertadores. (Tribuna do Cisco)

A melhor do ano

O Grande Prêmio da Hungria nada mais foi do que uma homenagem a Jules Bianchi, a primeira prova após a morte do francês e os deuses do automobilismo trataram de nos dar uma corrida eletrizante. Poderíamos dizer que a RBR colocou seus “três” pilotos no pódio, conseguindo bater até mesmo a gigante Mercedes, mas a verdade é que a cria da escuderia agora defende a Ferrari e está bastante focado a mostrar que vem com tudo para o próximo ano. Sebastian Vettel não tomou conhecimento do mais uma vez pole position Lewis Hamilton, ultrapassou o inglês e não largou mais a ponta da tabela.
Vettel chegou a segunda vitória em 2015, enquanto Kvyat conquistou o primeiro pódio da carreira, Ricciardo completou. (Getty Images)

quinta-feira, 23 de julho de 2015

Brasil na América – Semifinal

Tigres-MÉX 3 x 1 Internacional (Ida: 1 x 2): Na volta da Taça Libertadores 2015, o Internacional sucumbiu para um dos times mais ricos do México, o Tigres não deu a menor chance para o Colorado. O time de Diego Aguirre estava no melhor da forma antes da parada para a Copa América, o problema é que o negócio ficou complicado para o elenco, o time caiu de rendimento de forma drástica, somou derrotas em casa e perdeu o ânimo. Nem mesmo a vitória no Beira-Rio convenceu, o gol fora de casa e a segurança mexicana deram conta de que o Inter não teria vida fácil na volta em solo norte-americano.
Gignac chamou a responsabilidade e guiou os mexicanos para a decisão da América. (Getty Images)

terça-feira, 14 de julho de 2015

Morte ao presidente!

Foram 25 anos de casa, todos os títulos possíveis foram conquistados, a faixa de capitão durante mais de cinco anos era só um mero detalhe, nada disso foi levado em conta na desrespeitosa e lamentável “homenagem” do Real Madrid a Íker Casillas. É verdade que o goleiro não viveu seus melhores momentos nos últimos anos, foi preterido na Era Mourinho por Diego López, sempre foi especulada a sua saída, mas seu renascimento na décima conquista de Liga dos Campeões deu sobrevida ao goleiro e deu certeza ao torcedor de que Casillas era o cara certo.
O gigante do Bernabéu deu adeus a Madri. (Tribuna do Cisco)

sábado, 11 de julho de 2015

UFC 189: A chance do bobo virar príncipe.



"Agora a corte está toda feliz: o rei, o príncipe e o bobo", as palavras do baixinho Romário viraram hit na época. Nos tempos de hoje, ganharia o status de meme facilmente e ano passado José Aldo tomou permissão para repeti-las em um momento bastante oportuno. Tanto que hoje teremos a edição 189 do UFC, no MGM Garden. Com um detalhe triste, o rei não está ameaçado a perder a coroa, pois não entrará no octógono. Mas será que o bobo pode virar príncipe?  
Poster Adaptado. (mmamania.com)

sexta-feira, 10 de julho de 2015

Prepotência número 1

Wimbledon chega a reta final, jogos memoráveis, Federer e Serena mostrando porque são lendas e Djokovic buscando o conquistar títulos, a Grama Sagrada é a casa do tênis em plena metade do ano. Porém um fato curioso me chamou bastante atenção na competição, como o número um do mundo mudou da água para o vinho, aquele profissional extrovertido e simpático, o amigo do povo, sofreu demais no duelo de quartas de final contra o sul-africano Kevin Anderson e perdeu a cabeça.
Desempenho de sempre, temperamento irreconhecível. (Reuters)

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Voo na largada e novo erro

Uma largada fenomenal! Possivelmente a melhor da carreira de Felipe Massa, o brasileiro pegou Hamilton e Rosberg de surpresa e provavelmente assustou a dupla da Mercedes. O Grande Prêmio da Inglaterra estava preparado para receber o novamente líder Lewis Hamilton, o britânico sempre faz tudo direitinho para brilhar em casa, garantiu a pole e poderia largar novamente na frente de Rosberg. Rosberg chega perto, até ameaça, mas não tem fôlego para tirar o primeiro lugar do seu companheiro de equipe, é impressionante!
Massa roubou a ponta, mas acabou tendo o pódio roubado por mais um equívoco. (Sutton Motorsport)

domingo, 5 de julho de 2015

Sucesso de público, futebol feminino está consolidado assim como o desempenho estadunidense

Chegou ao fim mais uma edição da Copa do Mundo de Futebol Feminino, o Canadá sediou momentos maravilhosos, jogos para lá de emocionantes, sucessos e fracassos, o tri dos Estados Unidos e uma queda estrutural do futebol brasileiro. Além de todo o brilhantismo já relatado, os canadenses estão de parabéns, o sucesso de público ficou evidente. Arenas lotadas, o país parou e deu retorno ao bom futebol das meninas, o esporte está consolidado e o Canadá certamente foi um divisor de águas que confirmam o êxito da Copa do Mundo organizada pela FIFA.
Assustam! Estados Unidos chegam ao tri com muita autoridade e talento. (FIFA Facebook)