domingo, 10 de maio de 2015

Venceu e já está na briga

Na estreia da temporada europeia Nico Rosberg desencantou e conquistou sua primeira vitória em 2015. O alemão estava sendo engolido por Lewis Hamilton até então, mas o fim de semana perfeito na Espanha garantiu a Nico a vice-colocação na atual temporada. Foi a deixa ideal para o vice-campeão do ano passado se estabilizar no campeonato, pressão para Hamilton que foi bem e terminou em segundo no GP.
Nico Rosberg após o primeiro triunfo em 2015. (AFP)
Já Sebastian Vettel não quis ver os seus rivais arrancarem na disputa e conseguiu a terceira colocação, o alemão tetracampeão segue duelando com as duas Mercedes pelo mundial 2015. Felipe Massa conseguiu se recuperar da nona colocação do treino classificatório, terminou em sexto lugar na prova, caindo uma posição na classificação geral. Curiosamente, o brasileiro perdeu a quinta colocação para o seu parceiro Bottas, o finlandês ficou em quarto e cada vez mais dá mostras de que pode crescer como piloto.

Mais carismático, Nico celebra com a equipe
 a vitória em Barcelona. (Getty Images)
Rosberg liderou ponta a ponta a corrida, chegou a abrir 20 segundos para o segundo colocado e companheiro de equipe Lewis Hamilton. A cada prova, a rivalidade entre Lewis e Nico se acirra, deixando a disputa ainda mais interessante, disputa essa que vem desde a temporada passada. Em épocas de poucas emoções devido ao domínio da Mercedes, o duelo entre a dupla é o ponto alto dos últimos anos. Em uma corrida vencida praticamente desde a disputa pela pole, um fato curioso chamou a atenção, Romain Grosjean acabou passando direto nos boxes e atropelou o mecânico da Lotus. Por sorte, o aparelho que o funcionário da equipe segurava o salvou de uma pancada iminente.

Foi a primeira vitória de Rosberg em 2015, o alemão chegou a 91 pontos e se firma como segundo colocado no ranking geral. Hamilton lidera com três vitórias e 111 pontos, o GP da Espanha trouxe a disputa de volta para a Fórmula 1 e a sequência das provas na Europa podem acirrar ainda mais o campeonato. Como já mencionado, Felipe Massa caiu uma posição, caindo para sexto, com 39 pontos, Felipe Nars é nono, somou 14 pontos. Entre os construtores, a Mercedes já soma 202 pontos, a vantagem é tão grande que a segunda colocada Ferrari possui 132. O tradicional GP de Mônaco marcará a segunda prova em solo europeu em 2015, o Grande Prêmio mais charmoso da história da Fórmula 1 deve medir a intensidade da rivalidade Rosberg e Hamilton, quem fizer a pole deve faturar a prova.