segunda-feira, 13 de abril de 2015

De ponta a ponta

Após a vitória surpreendente da Ferrari, a Mercedes mostrou na China porque será difícil algum concorrente brigar com ela pela supremacia na Fórmula 1. Lewis Hamilton não deu chances nem mesmo ao seu companheiro Nico Rosberg, garantiu a pole no sábado e não a perdeu no domingo de Grande Prêmio, vitória ponta a ponta que fez o inglês disparar naquela que deve ser uma temporada tranquila. Segundo lugar para Rosberg e terceiro para Sebastian Vettel, o alemão garantiu o terceiro pódio em três corridas em 2015, a Ferrari confirma a evolução e Vettel é fator crucial para ela ter acontecido.
Lewis Hamilton e mais um final de semana perfeito. (Divulgação)

Kimi Raikkonen vai aos poucos recuperando o prestígio, mais um quarto lugar faz o finlandês superar as desconfianças e mostrar que ainda tem lenha para queimar. Abaixo da Ferrari, a Williams ainda decepciona diante da força repentina da escuderia italiana, nem mesmo o quinto lugar de Felipe Massa fez com que a equipe ficasse satisfeita com o desempenho atual do seu carro, Bottas chegou logo atrás na sexta colocação. A dupla que prometia para 2015 vai sendo engolida pelo talento e recuperação de Vettel, Raikkonen e principalmente Ferrari.

Mercedes e Vettel no pódio em Xangai. (AP)
Quem conseguiu voltar a desempenhar um bom papel foi Felipe Nasr, o oitavo lugar fez o brasileiro pontos importantes, já são 14 em três corridas, a sétima colocação é um posto para o brasileiro que faz sua temporada de estreia. Ainda tentando se adaptar a nova fase, a McLaren vai sofrendo, equiparando-se a uma equipe pequena que não consegue nem pontuar, Jenson Button amargou a décima quarta colocação, enquanto o badalado Alonso recebeu a bandeirada em décimo segundo.

A quarta etapa da temporada acontece já no próximo fim de semana, o Bahrein receberá a força das Mercedes e a briga da Ferrari para tentar dar um susto na atual melhor equipe do planeta. Além disso, a Williams precisa evoluir e, se antes a Mercedes servia de inspiração, hoje quem ocupa esse papel é a Ferrari.

Até o próximo Grande Prêmio!