sábado, 4 de abril de 2015

Brasil na América – Rodada 4

Rodada 4 – Grupo 2

Ciclón devolve o placar de ida e
 volta a sonhar com a classificação. (Getty Images)
San Lorenzo-ARG 1 x 0 São Paulo: Na concorrida disputa pela classificação no grupo da morte, os argentinos campeões da América revidaram após a derrota no Morumbi, vitória em Buenos Aires que garantiu o empate na soma de pontos em quatro rodadas, seis pontos para cada e os dois jogos finais decidirão quem se juntará ao Corinthians como classificado. O São Paulo segue sua campanha melancólica e mesmo jogando de igual para igual não conseguiu manter o tão buscado empate frente ao Ciclón.


Cauteruccio foi o cara que desequilibrou na Argentina, um belíssimo gol, com direito a chapéu em Rafael Tolói e toque bonito para as redes, o gol de alívio para os argentinos, que agora terão obrigação de jogar pelo menos pelo empate contra o Corinthians em São Paulo e de golear o lanterna Danúbio, o San Lorenzo precisa de saldo, o São Paulo precisa de calma, tem o melhor time, melhor estrutura e pode muito bem jogar de igual para igual contra o Corinthians na última rodada, mas para isso terá que decidir a vida no Uruguai contra o Danúbio, será o jogo do ano para o Tricolor já em abril.

Hat-trick de Guerrero em mais um passeio corintiano.
(Site Oficial do Corinthians)
Corinthians 4 x 0 Danúbio: Embalado e sobrando na Taça Libertadores, o Corinthians voltou a vencer o Danúbio, dessa vez em casa e com muito mais facilidade. Foram quatro gols, com direito a golaço de Jadson e hat-trick de Paolo Guerrero, o melhor atacante do futebol nacional na atualidade. O Timão não tomou conhecimento do seu violento adversário e contando com o estilo provocador de Emerson Sheik, o alvinegro ainda conseguiu provocar a expulsão de um marcador uruguaio. Polêmicas à parte, com um futebol vistoso e imponente, o Corinthians não teve o menor trabalho, foi o jogo mais tranquilo da equipe na fase grupos até então, um verdadeiro passeio.

Após quatro vitórias em quatro partidas, nove gols marcados e apenas um sofrido, o Timão está praticamente classificado, um empate já garante o time matematicamente, mas o tentador primeiro lugar geral empolga Tite e seus comandados nessa empreitada, o próximo jogo será dentro da Arena Corinthians contra o San Lorenzo, é o jogo certo para brilhar. Na última rodada, o clássico contra o então desanimado São Paulo também poderá ajudar o Corinthians a bater o Boca e garantir o primeiro lugar do campeonato ainda na fase de grupos, um feito e tanto para o time que conseguiu apenas a quarta colocação no Brasileirão passado.

Grupo 3 - Rodada 4
Cruzeiro mantém boa forma na Libertadores
 (Rodrigo Clemente/EM/D.A Press)

Cruzeiro 3 x 0 Mineros-VEN: Após vencer na Venezuela, o Cruzeiro recebeu o mesmo Mineros de Guayana e não teve nenhuma dificuldade para vencer o limitado time. Vitória com muita tranquilidade, a Raposa dominou durante os noventa minutos, os gols de Arrascaeta, Damião e Henrique confirmaram mais um triunfo e calmaria no grupo do bicampeão brasileiro. Ainda invicto, o Cruzeiro lidera o grupo com bastante frieza, basta um empate diante do Huracán para garantir a classificação que antes parecia mais complicada, o Cruzeiro é time forte e aos poucos vai encontrando uma cara de time, a cara que perdeu com o desmanche do início do ano.

Grupo 1 - Rodada 4
Galo evolui e volta a briga. (Pedro Vilela)

Atlético Mineiro 2 x 0 Santa Fé-COL: Seguindo o rival mineiro, o Atlético vai se recuperando na temporada e, depois de vencer o Santa Fé na Colômbia, também venceu dentro do Independência, garantindo três importantes pontos. A vitória com gols do bom menino Carlos e do experiente e ainda jovem Guilherme fizeram a torcida comemorar como ainda não havia comemorado em 2015, Levir vai fazendo o time evoluir e a chance de classificação aumentou bastante. Com seis pontos conquistados, o Atlético só depende de si para conquistar a suada classificação, ainda terá que viajar ao México para a decisão contra o Atlas e receberá o forte clube do Colo-Colo.