quinta-feira, 23 de abril de 2015

Brasil na América – 6° rodada

Diferente da temporada passada, todos os clubes brasileiros conseguiram garantir a classificação para as oitavas de final, mérito ao ótimo trabalho de cada um. Agora a missão é mais complexa, dois clássicos nacionais embalarão as oitavas de final dos brasileiros, o vice-campeão brasileiro São Paulo medirá forças com o Cruzeiro, já o Internacional duelará contra o Atlético Mineiro. Melhor brasileiro na primeira fase, o Corinthians foi premiado com um adversário do nível do Guarany, é a Taça Libertadores chegando na sua reta final, o torneio mais complexo do planeta e paulistas, mineiros e gaúchos representam o Brasil nessa.
Brasil coloca todos os representantes na fase de oitavas de final. (Tribuna do Cisco)
Grupo 1 – Rodada 6

Pratto abriu o placar para o Galo. (Getty Image)
Atlético Mineiro 2 x 0 Colo-Colo-CHI: O jogo era no Independência e valia a classificação. Suada como sempre, o Atlético fez seu torcedor sofrer, mas jamais desistiu e foi para cima do time que tanto castigou o Galo no início da competição. Os chilenos fizeram um jogo duro, seguraram como puderam, não conseguiram e deixaram a Libertadores de mãos abanando. Cada gol veio em um tempo, o primeiro foi marcado por Lucas Pratto, o argentino melhora a cada partida, o segundo foi belíssimo e Rafael Carioca foi quem o assinou. Mesmo com o pênalti de Guilherme desperdiçado, o Galão da Massa só precisa de dois de diferença para ultrapassar o Colo-Colo, classificação em segundo lugar merecida, mas o time mineiro poderia ter feito muito mais do que fez em seis jogos. De certa forma, decepcionou bastante e o castigo para o alvinegro será encarar o Internacional na fase de oitavas de final.

Grupo 2 – Rodada 6

Luís Fabiano marcou e foi expulso no
 clássico Majestoso. (SPFC.net)
São Paulo 2 x 0 Corinthians: Muitos esperavam um grande clássico, o Corinthians não queria permitir que o seu grande rival se classificasse, enquanto que o São Paulo iria com tudo pela classificação. O problema foi que ninguém estava contando que ele, o protagonista do futebol brasileiro aparecesse chamando a responsabilidade, o árbitro Sandro Meira Ricci comprometeu demais a atuação das duas equipes e a vitória do São Paulo não condisse com o momento atual do clube, como também não deu para analisar evolução do Tricolor que seguirá para as oitavas de final. Expulsão rigorosa, jogo bastante interrompido por faltas, um clássico totalmente diferente que o de estreia da Libertadores 2015, será mesmo que o São Paulo terá força para seguir as quartas? Primeiro terá que bater o bicampeão brasileiro Cruzeiro. O Corinthias, time que perdeu a invencibilidade em 2015, tem fôlego para manter futebol vistoso? A chave ajudou e o adversário do Timão será o Guarany. Vida boa para o Timão, vida dura  para o Tricolor em uma Libertadores cruel com os clubes brasileiros que também não fizeram por merecer.

Grupo 3 – Rodada 6

Léo e a raça celeste para conseguir a
 classificação. (Getty Images)
Cruzeiro 2 x 0 Universitario Sucre: Decepcionando como o rival Atlético, o Cruzeiro só conseguiu confirmar a classificação na última rodada, o fraco Universitario Sucre foi o adversário. Dois gols contra um time que mesmo perdendo conseguiu a classificação, a Raposa não foi testada na fase de grupos e mesmo assim sofreu para ficar em primeiro lugar. Merecia ser castigado pela fraca primeira fase, mas o primeiro lugar do grupo foi bastante indigesto para o Cruzeiro, tendo em vista o duelo contra o São Paulo nas oitavas de final. O retrospecto contra os paulistas não é nada bom e mesmo vindo de anos melhores é complicado prever que o Cruzeiro consiga bater o São Paulo. Tentando quebrar o tabu, o elenco azul-celeste cresce a cada partida, atletas como Marquinhos (no clube desde metade de 2014), Damião e Arrascaeta já se sentem em casa e o bom desempenho do trio, somado ao sólido elenco, pode ajudar a Raposa das Minas Gerais a sonhar alto na segunda fase do torneio. O Cruzeiro precisa melhorar e vai precisar muito do trabalho do técnico Marcelo Oliveira.

Grupo 4 – Rodada 6

Valdivia e mais dez no Inter atual. (Getty Images)
Internacional 1 x 0 The Strongest-BOL: Melhor brasileiro junto ao Corinthians, o Internacional encerrou a primeira fase mais convencendo do que decepcionando. Com um trabalho discreto e bem focado, Diego Aguirre já coloca o Colorado na fase de mata-mata e almeja ir ainda mais além. Os gaúchos venceram apenas por 1 a 0 o algoz do primeiro turno The Strongest, mas a fase é boa e jogadores que não estavam rendendo já rendem o que a torcida esperava. O destaque atual é o jovem Valdivia, o meia tem desempenhado melhor papel que o próprio xará chileno do Palmeiras e o seu poder de decisão em jogos pode fazer o Inter ir longe, começando já na próxima fase diante do perigoso Atlético Mineiro. Quando não se espera tanto dos gaúchos é que eles surpreendem, o Internacional é forte e vai brigar no mata-mata, é mais um brasileiro na briga pela conquista da América.