quinta-feira, 23 de abril de 2015

Brasil na América – 6° rodada

Diferente da temporada passada, todos os clubes brasileiros conseguiram garantir a classificação para as oitavas de final, mérito ao ótimo trabalho de cada um. Agora a missão é mais complexa, dois clássicos nacionais embalarão as oitavas de final dos brasileiros, o vice-campeão brasileiro São Paulo medirá forças com o Cruzeiro, já o Internacional duelará contra o Atlético Mineiro. Melhor brasileiro na primeira fase, o Corinthians foi premiado com um adversário do nível do Guarany, é a Taça Libertadores chegando na sua reta final, o torneio mais complexo do planeta e paulistas, mineiros e gaúchos representam o Brasil nessa.
Brasil coloca todos os representantes na fase de oitavas de final. (Tribuna do Cisco)

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Apenas gigantes

Barcelona, Bayern de Munique, Juventus e Real Madrid... Quatro camisas pesadas, quatro semifinalistas que terão que desbravar gigantes para chegar a Berlim. A fase de quartas de final tratou de despachar as zebras, um medíocre PSG não deu chances para o Barcelona, um Mônaco tão fraco que não conseguiu assustar uma Juventus monótona. Um Porto aguerrido que sucumbiu em Munique e um Atlético organizado e lutador, mas que não tem o peso suficiente para conseguir vencer seu grande rival.
Quatro gigantes, dois seguirão para Berlim. (Tribuna do Cisco)
O desfecho realmente foi positivo para os gigantes, o destaque principal vai para o Barcelona, o clube catalão chegou ao seu auge na temporada. O trio Neymar, Suárez e Messi marcaram 20 dos 23 gols dos balgranas na atual edição da Liga dos Campeões, rendeu e Luis Enrique salvou seu emprego após um meio de temporada razoável. O fato é que o Barcelona encontrou seu equilíbrio, já não é mais tímido em grandes jogos, aos poucos vai voltando ao normal, espantando a crise do ano passado, entrando na briga dos favoritos.

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Irretocável

O grande Prêmio do Bahrein novamente consagrou o piloto que domina a Fórmula 1 da atualidade. As qualidades de Lewis Hamilton somada ao ótimo momento da Mercedes o tornaram a dupla perfeita, o time que erra muito pouco e já obtém uma distância razoável para os demais, será difícil bater o inglês. A Ferrari já mostrou a que veio em 2015 e dessa vez foi Kimi Raikkonen quem aprontou, uma corrida espetacular do Homem de Gelo que garantiu a segunda colocação, o bom carro e a ótima performance deverá fazer com que o contrato do finlandês seja renovado.
O momento é dele, o mundo é dele! (Reuters)

sábado, 18 de abril de 2015

Brasil na América – 5° Rodada

O Brasil obteve resultados bons e maus na semana de Taça Libertadores, decepção para os clubes de Minas, sucesso para o Colorado gaúcho, vitória sofrida do São Paulo que respira e o primeiro tropeço do Timão na temporada 2015 de competição.

Grupo 3 – Rodada 5

Cruzeiro sofre na Argentina. (AFP)
Huracán-ARG 3 x 1 Cruzeiro: Um empate, era só isso que o Cruzeiro precisava para garantir a classificação para o mata-mata da Libertadores, mas o Huracán mostrou a força do futebol argentino e despachou os mineiros de volta a BH com 3 a 1 na bagagem. Não deu para a Raposa, o time fez sua pior partida na temporada, não conseguiu sair para o jogo, além de ser engolida por um adversário modesto, mas de muita qualidade. Apesar da derrota, o bicampeão brasileiro depende só de si para garantir a classificação em primeiro lugar, tendo em vista o duelo da próxima semana contra o Universitario Sucre, o confronto direto será no Mineirão.

terça-feira, 14 de abril de 2015

Sem Inglaterra, clubes iniciam luta pelo continente

A eliminação de todos os ingleses na Liga dos Campeões pôs em xeque a força da maior liga de futebol do planeta. Mesmo badalada, a Premier League viu todas as suas potências serem estilhaçadas dentro de suas próprias casas, o City nem sequer arranhou o Barcelona, o Chelsea perdeu a vaga nos minutos finais para um desacreditado PSG e o Arsenal protagonizou mais um vexame ao ser derrotado no Emirates para um Monaco que prometia bem mais quando foi adquirido. Contudo, oito clubes seguem na disputa e travarão batalhas complexas e duríssimas para alcançar as semifinais e honrar os seus países, Alemanha, Espanha, França, Itália e Portugal pela glória máxima do futebol.
Duelo de gigantes na briga por quatro vagas nas semifinais. (Tribuna do Cisco)

segunda-feira, 13 de abril de 2015

De ponta a ponta

Após a vitória surpreendente da Ferrari, a Mercedes mostrou na China porque será difícil algum concorrente brigar com ela pela supremacia na Fórmula 1. Lewis Hamilton não deu chances nem mesmo ao seu companheiro Nico Rosberg, garantiu a pole no sábado e não a perdeu no domingo de Grande Prêmio, vitória ponta a ponta que fez o inglês disparar naquela que deve ser uma temporada tranquila. Segundo lugar para Rosberg e terceiro para Sebastian Vettel, o alemão garantiu o terceiro pódio em três corridas em 2015, a Ferrari confirma a evolução e Vettel é fator crucial para ela ter acontecido.
Lewis Hamilton e mais um final de semana perfeito. (Divulgação)

sábado, 4 de abril de 2015

Brasil na América – Rodada 4

Rodada 4 – Grupo 2

Ciclón devolve o placar de ida e
 volta a sonhar com a classificação. (Getty Images)
San Lorenzo-ARG 1 x 0 São Paulo: Na concorrida disputa pela classificação no grupo da morte, os argentinos campeões da América revidaram após a derrota no Morumbi, vitória em Buenos Aires que garantiu o empate na soma de pontos em quatro rodadas, seis pontos para cada e os dois jogos finais decidirão quem se juntará ao Corinthians como classificado. O São Paulo segue sua campanha melancólica e mesmo jogando de igual para igual não conseguiu manter o tão buscado empate frente ao Ciclón.

quinta-feira, 2 de abril de 2015

Salvam a Libertadores, prontos para a revanche latina

A Taça Libertadores 2015 mostra porque o futebol sulamericano vive um declínio técnico e financeiro absurdo. Na semana em que o Trivela mostrou, em números, que o pior clube na fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa, irá faturar mais que o dobro do que o campeão da América, os times latinos apresentam um desempenho grotesco na competição que a cada ano se desvaloriza. Exceções na temporada, Boca Juniors e Corinthians tem apresentado um futebol digno dos melhores clubes da Europa, vale destacar que os atacantes consagrados em solo europeu são as peças chaves entre o maior da história da América e o time de melhor futebol do continente na atualidade.
Corinthians e Boca Juniors são as exceções numa decadente Taça Libertadores. (Tribuna do Cisco)

Foram tempos rendidos ao talento de Román Riquelme, tudo bem, o clube estava endividado e recheado de problemas, mas os anos nos quais a torcida só depositava suas esperanças num maestro que há tempos não correspondia o esperado renderam desempenhos frustrantes e acúmulos de fracassos, a exceção foi o vice-campeonato continental em 2012, se aquele Corinthians dominou o Boca dentro e fora de casa, imagine o atual. O elenco destinado ao fracasso não poderia repetir o caminho que o seu maior rival, River Plate, protagonizou anos antes, foi por essas e outras que a diretoria resolveu medir a força do clube mais lendário do futebol sulamericano.