sexta-feira, 20 de março de 2015

Brasil na América - Rodada 3 e 4

Semana excelente para o Brasil na Taça Libertadores da América, foram 4 vitórias e um empate fora de casa, teve time ressurgindo, teve fim de jejum, teve empate suado e mais uma vitória do Corinthians de Tite. Confira a rodada de cada representante do Brasil no maior torneio de futebol das Américas.

Rodada 3 – Grupo 1

Atlético enfim vence na Libertadores 2015. (AFP)
Santa Fé-COL 0 x 1 Atlético Mineiro: Pressionado após duas derrotas, incluindo uma em casa, o Atlético foi a Colômbia encarar o então líder Independiente de Santa Fé e saiu de lá com os três pontos mais importantes da temporada 2015 para o Galo mineiro. O homem do gol decisivo foi a principal contratação do campeão da Copa do Brasil, Lucas Pratto, o camisa 9 que substituiu Tardelli, estreou na Libertadores e não decepcionou, dando sobrevida ao Atlético que segue tendo que escalar montanha para conquistar a classificação. A vitória ainda manteve o clube das Minas Gerais na última colocação do grupo, mas o três primeiros pontos fazem com que o Atlético ainda possa terminar o grupo na liderança, isso porque dois dos próximos três jogos serão em Belo Horizonte, tudo caminha bem para o Galo se recuperar e o jogo seguinte, contra o mesmo Santa Fé, será de fundamental importância para a equipe.


Rodada 3 – Grupo 2

Timão 100% no grupo da morte. (AP)
Danúbio-URU 1 x 2  Corinthians: Encantando desde a pré-Libertadores, o Corinthians segue 100% e deu mais um importante passo para a classificação em primeiro lugar no grupo da morte, uma vitória bem tranquila sobre o saco de pancadas do grupo, o Danúbio deu um pequeno trabalho, mas nada que prejudicasse os comandados de Tite de chegar aos nove pontos. Se dando ao luxo de perder um pênalti e sofrendo naquele momento, Paolo Guerrero ajudou o companheiro Renato Augusto (que acabara de chutar a penalidade para fora) e abriu o placar para os paulistas, o gol abriu caminho do Timão para a importante vitória. A boa revelação para a temporada foi quem ampliou o marcador e deu três pontos ao Corinthians, Felipe cabeceou para o gol e não deu chances para os uruguaios, os mesmos que descontaram no último lance do jogo, nem mesmo o golaço tirou a vitória do alvinegro, três pontos, estabilidade e a mão na classificação. O Corinthians receberá o mesmo Danúbio para o decisivo duelo na Arena Itaquera, será a tranquila decisão do melhor time da primeira fase contra o limitado campeão uruguaio.

Bastos é raça e técnica para o São Paulo. (São Paulo FC)
São Paulo 1 x 0 San Lorenzo-ARG: Pressionado ao limite, o São Paulo teve a final antecipada contra o atual campeão da América, o San Lorenzo não é mais o mesmo e foi engolido pelo tricolor paulista durante os noventa minutos. Apesar da pressão, os paulistas apresentaram várias deficiências, fraquezas que confirmam que o momento não é bom e que, diferente do que Rogério falava ao fim do ano passado, o São Paulo está longe de ser candidato ao título da competição, tem mais cara de vexame. Ganso segue jogando mal e ainda foi sacado de campo nos momentos finais do jogo, ainda me pergunto por que a grande mídia tem tanta paciência com o camisa 10 do tricolor. A vitória são-paulina veio nos momentos finais, graças ao melhor jogador do time na temporada, Michel Bastos tem misturado raça e técnica, é a cara da equipe de Muricy. Na próxima rodada, o tricolor vai até Buenos Aires encara o Ciclón com torcida, uma missão complicadíssima para um São Paulo limitado, a final antecipada seguirá para a capital argentina.

Rodada 3 – Grupo 3

Da desconfiança a liderança do grupo 3. (AP)
Mineros de Guayana-VEN 0 x 2 Cruzeiro: Depois de dois empates nas primeiras rodadas, o campeão brasileiro foi a Venezuela enfrentar o modesto Mineros. O jejum acabou e a Raposa marcou seus primeiros gols na competição, o primeiro com o camisa 9 Leandro Damião, o atacante aos poucos vai se encontrando em Minas, esquecendo a passagem pelo Santos. O time do Cruzeiro está realmente muito enfraquecido, a defesa abre muito espaço e erra demais, os volantes não são mais tão técnicos e o meio não arma tão bem, será difícil repetir o desempenho passado na temporada atual. Se com o time forte o Cruzeiro não conseguiu chegar a semifinal, é difícil imaginar que com o time menos técnico a Raposa consiga, mas isso não impediu que o grupo conseguisse a vitória tranquila diante do adversário mais frágil do grupo 3, o Mineros é muito ruim e não foi capaz de empatar o jogo quando teve chance, o dois a zero foi de muito bom tamanho. A vitória elevou o Cruzeiro a liderança do grupo, 5 pontos e maior tranquilidade, o jogo contra os Mineros no Mineirão será de suma importância para a Raposa encaminhar a classificação, tem tudo para conseguir mais três pontos.

Rodada 4 – Grupo 5

Empate com sabor de vitória contra o
 Emelec no Equador. (Internacional)
Emelec-EQU 1 x 1 Internacional: Encerrando a semana dos brasileiros na semana, o Internacional teve o jogo mais complicado, enfrentar o Emelec no Equador. O time que por pouco não surpreendeu o Colorado no Beira-Rio até assustou na primeira etapa, mas novamente perdeu fôlego e viu a equipe de Diego Aguirre conseguir empatar e sair do Equador com um pontinho para lá de importante. O gol de Vitinho, a joia que agora defende as cores do Inter foi suficiente para o empate no sufoco, aos poucos o elenco recheado de estrelas vai conseguindo tranquilidade, o Inter já é segundo colocado, empatado com o líder Emelec, mas o duelo na quinta rodada contra a Universidade de Chile será decisivo para o Internacional, o time precisa de uma vitória para seguir na briga pela ponta do grupo 5, o desfecho está bem próximo e o Colorado deve ser um brasileiro a conquistar a classificação para o mata-mata.