quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Tem bola para um milagre?

Como previsto, o Real Madrid não teve maiores problemas para golear o Cruz Azul, uma vitória por 4 a 0 provando a competência dos clubes europeus em chegar a final do Mundial de Clubes da FIFA. Do outro lado, vimos um San Lorenzo bastante enfraquecido, uma vitória no sufoco por 2 a 1 contra uma equipe amadora do Auckland City. Contudo, um duelo final tão diversificado, um Real Madrid completamente superior, em todas as posições, em todos os sentidos, será mesmo que os argentinos conseguirão alcançar uma vitória? Haverá bola para um milagre?
Líderes das equipes terão de se impor na disputa de mais um Mundial da FIFA. (Tribuna do Cisco)
O rendimento dos argentinos caiu demais, o time não consegue apresentar aquela garra que tanto mostrou na Taça Libertadores, é óbvio que a equipe enfraqueceu, mas a estratégia para o Ciclón vencer os madridistas terá de ser a mesma que os últimos campeões sulamericanos utilizaram frente aos gigantes europeus. Defender, defender e contra-atacar, será mesmo que o contra-ataque vai ajudar o San Lorenzo contra um Real Madrid que tem como arma o contra-ataque? Complexo, difícil e quase impossível.

O Real Madrid chega para a disputa no auge da forma, o time emplacou uma série de 21 vitórias consecutivas, estando muito próximo do recorde do Coritiba, por isso, a equipe está sedenta por vitórias, Cristiano Ronaldo sedento por gols, os Merengues podem e devem golear mais uma vez, as chances são enormes. Ancelotti observa seu time no auge da forma, com ótimo trabalho de bola, jogadas aéreas e contra-ataques, na defesa, tem-se um lado direito muito bem postado, um goleiro que voltou a jogar bem, a chave para o San Lorenzo pode ser o lado esquerdo, não se vê tanta segurança em Marcelo, até mesmo Rojas do Cruz Azul conseguiu vencer Marcelo algumas vezes, a deficiência técnica dos mexicanos atrapalhou demais o time na semifinal.

Sábado conheceremos os novos campeões do mundo, o Real tem tudo para celebrar mais uma conquista, mas o time do Papa pode surpreender através de mais um milagre, porque de milagres o Ciclón entende bem.

Palpite: Real Madrid.

Grande abraço!