segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Lewis na rota do bi

O Grande Prêmio dos Estados Unidos sobrou em emoção no quesito das transições da largada para a corrida, Lewis Hamilton largou em segundo e ao ultrapassar Nico Rosberg, deu um importante passo para a consagração de mais um título Mundial. O britânico fez uma estratégia muito certeira, esperou o momento oportuno, pisou fundo e abraçou o primeiro lugar para não mais soltar, a vitória em Austin praticamente provou que Hamilton é o cara experiente e mais pronto pela conquista de mais um Mundial de Pilotos.
Hamilton fica muito próximo do bicampeonato. (AP)
Enquanto os pilotos trabalham, as equipes já chegaram no momento de definição, a Mercedes já é a campeã e as demais aceitaram o projeto de sucesso da equipe vitoriosa. Felipe Massa largou muito bem, chegando a terceira colocação, mas a prova foi muito boa para Daniel Ricciardo, o terceiro melhor piloto da temporada, a grande surpresa que conseguiu vencer a disputa contra Sebastian Vettel. A briga boa e perigosa foi entre Maldonado, Vergne e Grosjean, por precaução, a FIA optou por punir com cinco segundos os pilotos ousados.

Por falta de ambição, a Williams mais uma vez errou e não permitiu que Massa fosse além e brigasse com Ricciardo pela última vaga no pódio, a equipe repetiu outras ocasiões e priorizou Bottas. A dobradinha da Mercedes foi o que chamou atenção ao fim do GP de Austin, Hamilton chegou aos 316 pontos, com 10 vitórias na temporada, a regularidade e a experiência vão abrindo boas oportunidades ao inglês. Nico Rosberg vem logo atrás com 292 pontos, com apenas 4 vitórias na temporada, o alemão perdeu um pouco do fôlego, mas a nova regra ainda o coloca na disputa, ele pode surpreender nos momentos decisivos.

No próximo fim de semana, o Grande Prêmio do Brasil já pode definir o campeão da temporada, a emoção nunca faltou nem faltará em Interlagos e Hamilton e Rosberg protagonizarão uma verdadeira batalha para definir quem vai ser o destaque de mais um ano de ouro da Mercedes.
(Foto: GloboEsporte.com)

Mundial de Pilotos:
1. Lewis Hamilton: 316 pontos
2. Nico Rosberg: 292
3. Daniel Ricciardo: 214
4. Valtteri Bottas: 155
5. Sebastian Vettel: 149
6. Fernando Alonso: 149
7. Jenson Button: 94
8. Felipe Massa: 83
9. Nico Hulkenberg: 76
10. Kevin Magnussen: 53
11. Sergio Pérez: 47
12. Kimi Raikkonen: 47
13. Jean-Eric Vergne: 22
14. Romain Grosjean: 8
15. Daniil Kyvat: 8
16. Jules Bianchi: 2
17. Pastor Maldonado: 2

*Os demais ainda não somaram pontos.

Mundial de Construtores:
1. Mercedes: 608 pontos
2. RBR/Renault: 363
3. Williams/Mercedes: 238
4. Ferrari: 196
5. McLaren/Mercedes: 147
6. Force India/Mercedes: 123
7. STR/Renault: 30
8. Lotus/Renault: 10
9. Marussia/Ferrari: 2
10. Sauber/Ferrari: 0
11. Caterham/Renault: 0