sábado, 25 de outubro de 2014

UFC 179: A rivalidade entre Nova União e Team Alpha Male.

Um saudoso “Salve!” a todos os leitores da Tribuna do Cisco! Neste sábado teremos mais um evento principal, aquele que foi cancelado no mês de agosto, a tão aguardada edição estará sendo sediado na cidade maravilhosa, mais precisamente no Maracanãzinho, templo do mundo das lutas no Brasil. Por sinal, aqui. Mais uma vez teremos um duelo entre americano e brasileiro na luta principal, valendo o cinturão da categoria dos penas.
Poster Oficial (ufc.com)


É bem verdade que no mundo das lutas, rivalidades surgiram, algumas saudáveis e outras mais controversas. Exemplos não faltam como a luta livre e jiu jitsu nos anos oitenta no Rio de Janeiro. Depois, as modalidades continuaram criando duelos, só que mais direcionados aos principais nomes de cada modalidade, como a família Gracie (principalmente nos nomes de Rickson e Royce) e o carioca Marcos Ruas. No antigo IVC, uma academia de Curitiba chamada Chute Boxe também já começava a rivalizar com outras academias e fortalecer seu nome, mas só foi no Japão, no começo dos anos 2000 que ela encontrou alguém pra rivalizar de vez, a Brazilian Top Team. De um lado tínhamos Wanderlei Silva, Murilo Ninja, Maurício Shogun, Luiz Azeredo e Anderson Silva. Do outro Rodrigo Minotauro, Rogério Minotouro, Ricardo Arona, Murilo Bustamante e Paulão Filho. Batalhas épicas foram realizadas e registradas na história do esporte. E, amanhã, parece que oficializaremos a mais nova rivalidade entre academias dentro do UFC.
Nova União (fcperu)

TJ Dillashaw e Renan Barão duelarão pela segunda vez em aproximadamente três meses. O americano luta pela academia Team Alpha Male, que tem sua base no Wrestling, porém eles evoluíram muito na luta em pé sob o comando de Ludwig (que já não está mais comandando a academia, mas deixou um legado de muito destaque)... Chad Mendes e Urijah Faber também fazem parte deste time e já protagonizaram duelos marcantes contra membros da Nova União, que é a academia cuja Renan Barão faz parte. Capitaneada por André Pederneiras, ela é considerada a academia mais profissional do Brasil e uma verdadeira fábrica de talentos! Dela, além de Barão, saíram os campeões José Aldo e Dudu Dantas. O ex-campeão Júnior Cigano agora faz parte do seu plantel, junto com o vencedor do TUF Brasil III Antônio Cara de Sapato. 

A verdade é que ambas as academias já possuíam um nome de destaque no cenário das artes marciais mistas, o detalhe era que em todas as vezes que decidiram cinturões, a Nova União tinha massacrado a Alpha Male em todas! E foi esta energia que foi gerada em maio, quando o então campeão Renan Barão enfrentaria o não gabaritado Dillashaw. Em um desempenho surpreendente, a Alpha Male conseguiu finalmente quebrar este tabu. A questão é que tudo deveria acontecer normalmente, mas uma série de provocações começou a surgir por parte dos americanos e isto vem sendo prolongado tanto para esta revanche, quanto para o confronto cancelado entre Dillashaw e Barão. Hoje a tensão está clara, o vídeo no fim do texto comprova isto. Porém, para a alegria dos seguidores do esporte, finalmente teremos um tira-teima para saber o quanto Mendes evoluiu, pois Duane Ludwig mostrou que ele trouxe habilidades de luta em pé e seus pupilos estão demostrando isso dentro do cage (apesar de Faber tentar atrapalhar isto).
Team Alpha Male. (mmajunkie)

No card preliminar, o já carimbado em eventos no Brasil Felipe Sertanejo vai representar a nova geração da Chute Boxe enfrentará o americano Andre Fili. O fluminense Yan Cabral procura uma nova vitória contra o veterano japonês Naoyuki Kotani. E o carioca William Patolino vai buscar a segunda vitória seguida contra Neil Magny.

Vamos agora ao card principal.

Diego Ferreira VS Beneil Dariush

Excelente luta para um card principal no Maracanãzinho, pois tem tudo para ser um clássico combate de luta no chão ao melhor estilo dos primórdios do esporte envolvendo as rivalidades da primeira geração da família Gracie. Acredito que o iraniano vai levar muita vantagem em pé, e, caindo por cima, pode administrar melhor a luta. Tudo aberto, mas ligeira vantagem para Dariush.
PALPITE: DARIUSH POR DECISÃO UNÂNIME.

Lucas Mineiro VS Darren Elkins

Lucas Mineiro hoje é o principal nome da tradicional academia Chute Boxe. Mineiro vem ganhando espaço no UFC, já soma três vitórias seguidas e, o mais importante, nenhuma nas mãos dos jurados. Elkins é um veterano do UFC, passou por um momento de ascensão  parecido com o do brasileiro que foi quebrado pelo desafiante do título, Chad Mendes. Mineiro carrega o jogo claro da Chute Boxe, um Muay-Thai  apuradíssimo complementado com um Jiu-Jitsu agressivo. Elkins já é mais equilibrado, possui background de Wrestling e tem um jogo em pé razoável. O roteiro está desenhado, Elkins vai tentar levar a luta para o chão caso se sinta desconfortável. O divisor de águas para mim é a intensidade do jogo do brasileiro, pois creio na sua constante evolução.
PALPITE: MINEIRO POR NOCAUTE NO SEGUNDO ROUND

Fábio Maldonado VS Hans Stringer

Maldonado vai lutar hoje da mesma forma que lutou nos últimos dez anos! E da mesma forma que vai lutar nos próximos cinco. O alto nível do boxe dele é indiscutível, entretanto, sua defesa de quedas ainda deixa a desejar. Stringer não é tão striker quanto Maldonado, mas demonstra que gosta mais de uma luta em pé. Entretanto, também é claro sua vantagem em uma possível ida ao chão. O preparo físico vai ser um diferencial muito grande neste combate também, pois Maldonado, por exemplo, levou vantagem no último duelo nos meio-pesados exatamente por fazer um terceiro round impecável. Imagino que a evolução da defesa de quedas de Maldonado é a chave.
PALPITE: MALDONADO POR NOCAUTE NO SEGUNDO ROUND


Glover Teixeira VS Phil Davis

O brasileiro volta ao octógono. (jornaltudobh)
Glover é um cara completo! Muito bom em pé, duro, bom no chão e nocauteador. Disputou o título no começo do ano contra Jon Jones e foi dominado durante todo duelo porque sofreu uma lesão depois de uma chave de ombro aplicada pelo campeão. Davis é um lutador unidimensional, mas excelente no seu propósito! E, dessa forma, ele conseguiu superar adversários duros como Lyoto Machida (apesar de ter sido um resultado bastante controverso). Contudo, eu vejo o estilo de Davis muito próximo ao que Ryan Bader pode apresentar aos seus adversários. E é isso que imagino para a luta entre os dois. Davis, caso encaixe a distância e consiga levar a luta para o chão, terá boas chances de ter o braço erguido. Porém, uma sequencia bem dada de Glover Teixeira e esta luta está acabada.
PALPITE: TEIXEIRA POR NOCAUTE NO PRIMEIRO ROUND




José Aldo VS Chad Mendes

O dia chegou! Depois de muitas provocações, muito barulho e lesões, a luta vai acontecer. Aldo reina na categoria desde 2009 e está invicto desde 2005. Entretanto, Aldo está sofrendo muitas críticas pelo seu estilo de luta atual que se tornou muito burocrático, lembrando bastante GSP. Das últimas seis lutas, Aldo foi para as quatro decisões, uma desistência por lesão e um nocaute, por sinal, em Mendes. Já Chad voltou para o fim da fila e passou o rodo em todo mundo, mostrando um evolução na luta em pé e continuando avassalador no Wrestling. Para hoje acredito que Aldo vai nocautear de novo, mas de uma maneira mais difícil que a primeira vez.

PALPITE: ALDO POR NOCAUTE NO TERCEIRO ROUND.