sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Início Promissor

São cinco jogos na temporada, 5 convincentes vitórias, 100% de aproveitamento, um excepcional saldo com 12 gols marcados e apenas 2 sofridos, a Roma de Rudi Garcia vai cumprindo com o esperado e mostra que pode e deve ser a sensação da temporada 2014/2015 no Velho Continente. A saída de Medhi Benatia nos momentos finais da janela de transferências tinha tudo para causar um grande estresse no vestiário romanista, porém o clube respondeu trazendo dois bons zagueiros e Manolas já tomou conta da condição de titular ao lado de Castán, falando no brasileiro, ele tem queimado minha língua a cada partida, provando que tem muito potencial e pode sim figurar a Seleção de Dunga, ele não cresceu somente por jogar ao lado de Benatia, na verdade, ele foi quem ajudou na evolução técnica do marroquino.
Pjanic dá a vitória a Roma sobre o Parma, clube da capital segue 100%. (Roma Facebook/Tribuna do Cisco)
Vivendo um equilíbrio perfeito, a Roma observa os reforços renderem mais que o esperado, Radja Nainggolan chegou em janeiro, jogou bem no fim da última temporada, com a grave lesão de Strootman, o belga tomou conta da vaga, tem sido o principal atleta do onze inicial de Garcia e já cria uma dor de cabeça para o treinador no futuro, não imagino o meio de campo da Roma sem a presença de Nainggolan. No ataque, Gervinho continua esbanjando bom futebol, o sucesso é óbvio e já não adianta afirmar que o marfinense é um jogador comum, que vive de fase, pelo contrário, é craque e o melhor da posição na Serie A Tim. Para fazer parceria com Gervinho e Totti/Destro, Juan Iturbe encaixou como uma luva e foi fundamental na vitória por 5 a 1 contra o CSKA na UEFA Champions League, é um jogador que certamente vai ajudar a Roma no quesito futebol e também renderá bons milhões daqui a alguns anos.

Nas quatro rodadas do Calcio, pudemos ver uma equipe muito mais fortalecida e menos irregular que na temporada passada, quando teve facilidade, passou por cima de Fiorentina e Cagliari, quando encontrou dificuldades, contou com a sorte contra o Empoli e com o talento individual de Totti e Pjanic contra o Parma, partidas nas quais os Giallorossi desperdiçariam pontos caso fosse em 2013/2014. A Roma é a equipe que mais tem me agradado neste início de temporada na Europa, na Liga dos Campeões, por exemplo, houve apenas um jogo, mas se tratando do grupo da morte, a goleada por 5 a 1 deixou claro que o time vai sim brigar com Bayern e City por uma vaga nas oitavas de final, a partida contra o Manchester acontece na próxima semana, será no Etihad Stadium, sem dúvidas, a primeira prova de fogo para os romanistas na temporada, falando em prova de fogo, após o confronto contra os ingleses, o clube viaja a Turim para o maior clássico da Itália na atualidade, a tricampeã Juventus enfrentará o único time que pode destroná-la.
Entrosados e sedentos por glórias, eis as expectativas romanistas para a temporada. (Roma Facebook/Tribuna do Cisco)
Ainda é cedo para avaliar se a Roma é realmente isso tudo, as primeiras impressões confirmam que sim, todavia, os próximos jogos serão de suma importância para mostrar que meu texto e minhas expectativas estão de acordo.

Grande abraço!