segunda-feira, 7 de julho de 2014

Prova de fogo

Chegamos à esperada fase semifinal, só restam quatro gigantes em busca do sonho de vencer a Copa mais difícil da história do futebol, a Copa com poucas goleadas, com o equilíbrio reinando em quase todas as partidas. Alemanha, Argentina, Brasil e Holanda enfrentarão a prova de fogo para confirmar quem realmente está credenciada a disputar a final no mítico “New Maracanã”, vale vaga na final, vale as apostas, confira e dê seu palpite.
As semifinais dos sonhos, podemos ter clássico sulamericano ou europeu na finalíssima. (Tribuna do Cisco)
Brasil x Alemanha:

Neymar e a frustração de ser cortado. (AP)
O jogo que estávamos esperando, enfim a Seleção Brasileira vai encarar um time grande e com uma pesada camisa, peso que nem Colômbia nem Chile nem nenhuma nação do Grupo A tinha, o Brasil precisará se desdobrar e provar que tem um grupo unido e pronto para enfrentar qualquer desafio, vencer a temida Alemanha. A nova Família Scolari conseguiu melhorar o rendimento no Mundial, a partida contra a Colômbia mostrou isso muito bem, a entrada de Maicon deixou menos espaços no lado direito, Paulinho e Fernandinho auxiliaram Oscar no apoio ao meio campo, as esperanças do time eram enormes para a reta final, o grande problema foram a infantilidade de Thiago Silva (que tomou o cartão que o tirou da partida) e a lesão de Neymar. Sem o capitão e o camisa dez, a dificuldade aumenta e a seleção terá que mostrar que é um time que vence sem o diferencial, que é segura a ponto de despachar a Alemanha, caso o Brasil vença os germânicos, ninguém segura a Amarelinha na grande final, é minha aposta.

Klose pode ultrapassar Ronaldo justamente
 contra o Brasil. (Press Association)
A Alemanha não vinha jogando bem (com exceção daquele atípico duelo contra Portugal), porém, a partida contra a França abriu os olhos de Löw, é óbvio que com Khedira no meio e Lahm na lateral o time evolui bastante, fica mais seguro e muito mais forte. Os alemães cresceram e mostraram um futebol parecido ao time na campanha na Copa da África, além disso, o elenco está muito mais experiente que o brasileiro, afinal de contas, boa parte sofreu baques nos últimos Mundiais, inclusive quando sediou em 2006. Outro fator que ajudou Löw a qualificar o elenco foi o “efeito Guardiola”, o espanhol chegou ao Bayern e já modificou um pouco da filosofia do técnico da seleção e dos alemães em geral, ou seja, Pep impôs uma nova filosofia no maior clube do país e os resultados já são bem notáveis, muito semelhante ao que a Espanha fez na campanha do título em 2010, fantástico! Os alemães são favoritos, tem tudo para enfim avançar a final e chegar ao tão sonhado tetra, contudo, assim como em todas as Copas no continente americano, não creio na conquista de time europeu, por isso, minha aposta é na Seleção Brasileira, será sofrido, mas o Brasil leva a vaga e manda a Alemanha para a terceira disputa de terceiro lugar de forma consecutiva.

Palpite: Brasil.

Argentina x Holanda:

O onze inicial argentino para o
 confronto contra a Laranja. (Superesportes DF)
Com uma das chaves mais tranquilas da Copa, a Argentina conseguiu retornar a fase semifinal de Copa do Mundo, liderados por Lionel Messi, o time de Sabella ainda não viu a maioria dos craques renderam o que podem, por exemplo, Higuaín só veio decidir na fase de quartas de final, Agüero deve voltar ao time, mas será que vale a pena apostar em um atleta que não joga bem na seleção desde o ano passado? Duvido muito! O time não deve contar com Dí Maria, com isso, a responsabilidade é de Lionel e mais ninguém, complicou bastante assim como complicou para o Brasil, mas o time azul e branco tem toda a mística, o apoio do torcedor que normalmente lota o estádio e atletas que desequilibram e podem sim fazer o quase impossível para desbravar a fortíssima Holanda, o Itaquerão ficará pequeno para o clássico que reeditará a polêmica final da Copa de 1978 e a Laranja quer vingança.

Van Gaal pode se tornar um herói nacional. (EFE)
Show time! A Laranja não tem um time tão excelente como tinha em 2010, porém, o time mostra mais união, mostra mais raça e sonha em conquistar seu primeiro título de Copa do Mundo, apesar de ter uma camisa mais pesada que muita seleção que já conquistou o Mundial. Van Gaal vai calando críticos a cada fase, a prova disso é que os holandeses são quem melhor se apresentaram na Copa do Brasil, com destaque para o então craque da Copa Arjen Robben, vale também destacar a segura atuação de Wesley Sneijder diante da Costa Rica, o craque do Galatasaray foi sem dúvida o melhor jogador das quartas de final, colocando duas bolas na trave e dando confiança ao restante do grupo. A Holanda é muito mais time que a Argentina, joga melhor, joga para frente e vive um momento excelente, acredito que se a Laranja for à final, ninguém tira os europeus da conquista, quebrando o tabu. 
Porém, assim como foi minha aposta em Brasil e Alemanha, confio na classificação sulamericana, teremos o maior clássico do futebol decidindo a Copa das Copas, será a final dos sonhos!

Palpite: Argentina.