quinta-feira, 26 de junho de 2014

Messi e mais 10, Shaqiri e mais 10 e França nota 10

Franceses e argentinos favoritos contra nigerianos e suíços. (Tribuna do Cisco)
Grupo E:

A França é uma das poucas seleções que convenceram nesta Copa do Mundo, o time mostrou segurança para segurar o Equador sedento pela vitória, mostrou talentos individuais quando precisou golear Honduras na estreia e mostrou o incrível conhecimento tático de Didier Deschamps para bater a famosa defesa Suíça. Os franceses confirmaram o favoritismo e ainda conquistaram o status de sensação após apresentar uma seleção unida (diferente das últimas copas) e a pesada camisa que fizeram os europeus campeões mundiais em 1998, o fato é que o time da marselhesa é perigoso e pode chegar ao bi, o adversário das oitavas será a Nigéria, ou seja, França nas quartas de final!


França domina e Suíça confirma
 a segunda vaga. (Tribuna do Cisco)
A Suíça provou uma grande melhora em relação ao Mundial da África, o problema é que o time penou quando pegou uma seleção gigante, agora o caminho será contra a temida e favorita Argentina, é uma pena uma seleção tão carismática e talentosa tenha que enfrentar Messi e companhia. O craque do time, Xherdan Shaqiri deixou para brilhar na última rodada, o hat-trick já o coloca como um dos candidatos a artilheiro da Copa, o problema será o embate contra os argentinos. Nomes como Xhaka, Stocker, Seferovic e os volantes Inler, Behrami e Dzemaili podem ajudar os europeus, mas a dificuldade será imensa.

Antes da Copa, o Equador era forte candidato a ser o pior dos sulamericanos, a expectativa foi confirmada no grupo E, foi a única seleção entre as nações da Conmebol que não conquistou a vaga nas oitavas. O time estava envelhecido, Antonio Valencia não jogou bem e Caicedo não é mais jogador em nível de seleção de Copa do Mundo, para ser sincero, a única coisa boa foi Enner Valencia, o cara marcou três gols que fizeram os equatorianos sonharem com a segunda vaga, não deu! Honduras foi aquele time que confirmou as expectativas, três jogos e três derrotas, uma seleção bizarra, limitadíssima, não sei como os hondurenhos chegaram a Copa do Mundo.

Resultados – 3° Rodada:

Equador 0 x 0 França (Classificado)

Honduras 0 x 3 Suíça (Classificado)

Grupo F:

Embalados pela fase espetacular de Lionel Messi, a Argentina somou 3 vitórias e continua 100% no Mundial. Messi é artilheiro da Copa junto com Neymar e os números são realmente semelhantes, o fato é que os Hermanos não estão jogando bem, mas seu camisa 10 e capitão pode levar a nação ao tri, ou pelo menos para a grande final. Sabella parece estar sem comando, a cena que deixou isso claro foi Lavezzi não se importando com as orientações do técnico e jogando água no comandante, um absurdo, na minha opinião.

Um grande desfalque para os argentinos é que Agüero, que já não vinha jogando bem, se lesionou e está fora do Mundial, Kun era um jogador fundamental, embora Lavezzi tenha ido bem melhor quando entrou em campo. Nos três primeiros jogos, ficou evidente aquilo que todos temiam, a defesa é muito limitada, Garay e Zabaleta não salvam sozinhos, Rojo e Fernandez são muito fracos e Romero se sobressai, apesar de ser um goleiro razoável. Os argentinos tem tudo para brilhar muito por conta de Messi, mas, após sofrer nos três jogos iniciais, não duvidaria que os Hermanos pudessem voltar para casa mais cedo, apesar de acreditar que eles possam chegar a final.

Messi coloca a Argentina na liderança,
 nigerianos também passam e
Bósnia decepciona. (Tribuna do Cisco)
A Nigéria realmente foi o segundo melhor do grupo, apesar de ter feito um dos piores jogos da Copa contra o Irã e também por ter sido beneficiado pela arbitragem na vitória sobre a Bósnia. O time até que deu trabalho aos argentinos, nomes como Musa, Emenike e Odemwingie são o diferencial da equipe, mas os africanos não terão vida fácil e deverão dar adeus na partida contra a França. Apesar da vitória na despedida, a Bósnia foi uma das decepções da Copa, o time que conta com os talentos de Dzeko, Pjanic e Misimovic se mostrou muito nervosa, fazendo gol contra e perdendo para a Argentina, ficou mais nervosa ainda diante da Nigéria, onde teve um gol mal anulado e ainda viu Dzeko colocar uma bola na trave no último lance, uma pena o fiasco bósnio, o time poderia mostrar mais. O Irã até que provou ter uma defesa segura nos dois primeiros jogos, mas o gol de Messi no segundo jogo atrapalhou os asiáticos, que abriram a porteira contra os bósnios, fim de copa para os iranianos.

Resultados – 3° Rodada:

Bósnia e Herzegovina 3 x 1 Irã

Nigéria 2 (Classificado) x 3 Argentina (Classificado)