segunda-feira, 26 de maio de 2014

Tribuna de Copa – Episódio 1

Olá, amigos do esporte! É com imenso prazer que anuncio a Tribuna de Copa, nosso especial sobre o Mundial que para nós já começou. Além de comentar sobre os 64 jogos da Copa do Brasil e todas as postagens já escritas em prol do Mundial, nós começamos nossa super cobertura com o que de melhor e pior veremos no tão esperado e polêmico torneio da FIFA, o maior evento esportivo do planeta. Na primeira sessão, falaremos sobre as nações que chegam como favoritas ao título, no primeiro episódio, a tricampeã Alemanha, seleção que sempre monta um time espetacular, mas tem ficado pelo caminho, Esporte Entre Amigos!

Favoritos: Alemanha
Um pouco do forte plantel que Löw tem em mãos. (DFB/Tribuna do Cisco)
Nas últimas três Copas do Mundo, os germânicos terminaram pelo menos entre os 3 melhores times da competição, do desacreditado vice-campeonato na Coréia e Japão, as duas conquistas do bronze, em sua casa e na África do Sul. O técnico é o mesmo, Joachim Löw é um dos técnicos mais estáveis do planeta, ele foi o homem que fez a Alemanha voltar a ter um time de respeito, muitos afirmam que ele já era o técnico na campanha até a Copa da Alemanha em 2006, Klinsmann seria só fachada por ser um ídolo nacional. O fato é que Löw é realmente um grande técnico, mas os alemães têm decepcionado nas últimas competições, primeiro porque faz uma campanha excepcional até chegar na semifinal ou até mesmo na final, isso vem desde o terceiro lugar em 2006, tivemos também o vice-campeonato europeu em 2008, mais um terceiro lugar em 2010 e a eliminação na semifinal da Euro 2012 pela Itália, é impressionante como a Alemanha ganha a fama de “amarela” e confirma essa fama ao desperdiçar grandes times e não conquistar os títulos.

A geração que começou com os então jovens Bastian Schweinsteiger (que era meia-armador, acredite), Per Mertesacker, Philipp Lahm (que já era líder) e Lukas Podolski se viu reforçada com mais jogadores de muita qualidade, a prova disso é que o time mescla experiência de Miroslav Klose, que está muito perto de superar Ronaldo e se tornar o maior artilheiro da história das Copas, que ironia, em Fenômeno?! Com a juventude e técnica de Thomas Müller, o multifuncional meia-ponta-atacante do Bayern foi artilheiro e grande revelação da Copa da África, o ataque de Löw ainda ganhou os reforços André Schürlle e Marco Reus, o último é um dos melhores jogadores da atualidade e tem tudo para ser candidato a revelação da Copa. Além desse sistema de ataque excelente, os torcedores alemães podem esperar um dos melhores meios de campo de toda a competição, pode-se afirmar que a Alemanha tem o melhor setor de meio de campo do mundo, são jogadores campeões, experientes e jovens que, com certeza se tornarão referencias de seus clubes. Schweinsteiger ainda é dúvida, o craque do Bayern convive com várias lesões, mas Toni Kroos, Sami Khedira e Özil já são nomes experientes que auxiliarão jovens que debutarão em Copas do Mundo, a maior promessa do futebol alemão, Mário Götze, promete bastante, o garoto do Bayern tem tudo para evoluir disputando o Mundial, ele deverá estar brigando pelo prêmio de melhor do mundo em um futuro próximo. O jovem Julian Draxler, do Schalke 04, também é uma das promessas que já explodiram para o futebol, unido a Götze, Draxler será um dos pilares da jovem geração alemã, Löw e os demais amantes do futebol ganham com isso.

Um homem pronto para
 encerrar o jejum germânico. (Fanshare)
O setor defensivo também é muito bom, a Alemanha é o time mais sólido do Mundial, começando com a liderança e frieza do melhor jogador de sistema defensivo do mundo, na minha humilde opinião. O futebol de Phillip Lahm evolui mais a cada ano, prova disso é que ele conquistou espaço até de volante na formação do Bayern de Pep Guardiola, na seleção, ele é capitão e fator crucial para o sucesso defensivo, sem falar que ele liga a defesa ao ataque, é um jogador para lá de privilegiado. Com a queda impressionante de Badstuber (muito por conta de lesões), a zaga alemã ganhou um jogador também muito diferenciado, Mats Hummels é segurança e grande homem de confiança de Löw, se os problemas físicos não atrapalharem, Hummels tem grandes chances de estar na seleção do Mundial. Mertesacker, Boateng e Höwedes completam a zaga, jogadores experientes, mas para mim, os três não se comparam a Hummels, principalmente o limitado Boateng, ele teve uma péssima temporada, resultando em erros que prejudicaram o Bayern de Munique na UEFA Champions League, se eu fosse Löw, iria de Mertesacker e Hummels. Na lateral esquerda, temos a geração do Dortmund, mais uma vez, marcando presença, essa geração aurinegra mostra grandes jogadores que sofrem graves lesões, se tudo der certo, Marcel Schmelzer é o cara da esquerda.

No gol, temos dois gigantes e um coadjuvante, na minha opinião, o terceiro goleiro deveria ser Ter Stegen, o jovem recém-contratado pelo Barcelona ainda tem muito que aprender e a participação na Copa do Mundo seria fundamental para o crescimento do rapaz de 22 anos, quem sabe na Euro 2016. Manuel Neuer, Roman Weidenfeller e Ron-Robert Zieler serão os três, o goleiro titular do Bayern é também titular da seleção, embora eu ache Weidenfeller mais goleiro, Neuer não precisa provar mais nada, ele já tem uma carreira estabilizada e já vai para sua segunda Copa do Mundo como titular, é homem de confiança. A seleção alemã é excepcional, os grandes problemas para Joachim Löw é essa síndrome da semifinal, esses últimos resultados e as lesões que atrapalham seus atletas, no Brasil, o clima também não ajudará os germânicos, unindo a Copa da Alemanha em 2006, a Copa da África em 2010 e o Mundial do Brasil, essa é a Copa em que a Alemanha terá mais dificuldades, muito por conta do que já foi citado. Apesar disso, a Alemanha é favoritíssima e dará muito trabalho a nossa seleção caso tenha o confronto direto, a Alemanha está no grupo G, junto com Portugal, Gana e Estados Unidos. Jogar contra Cristiano Ronaldo e Portugal às 13:00 em Salvador e rever Klismann serão grandes atrações do grupo, o time deve se classificar em primeiro.
Três gerações que bateram na trave nos últimos 3 Mundiais. (Tribuna do Cisco)

Confira a primeira lista com 30 atletas convocados por Joachim Löw, essa lista está sujeita a alterações até a Copa do Mundo.

Goleiros: Manuel Neuer (Bayern de Munique), Roman Weidenfeller (Borussia Dortmund) e Ron-Robert Zieler (Hannover).

Defensores: Jerome Boateng (Bayern de Munique), Erik Durm (Borussia Dortmund), Kevin Grosskreutz (Borussia Dortmund), Benedikt Höwedes (Schalke 04), Mats Hummels (Borussia Dortmund), Marcell Jansen (Hamburgo), Philipp Lahm (Bayern de Munique), Per Mertesacker (Arsenal-ING), Shkodran Mustafi (Sampdoria-ITA) e Marcel Schmelzer (Borussia Dortmund).

Meias: Lars Bender (Bayer Leverkusen), Julian Draxler (Schalke 04), Matthias Ginter (Freiburg), Leon Goretzka (Schalke 04), Mario Götze (Bayern de Munique), Sami Khedira (Real Madrid-ESP), Toni Kroos (Bayern de Munique), Max Meyer (Schalke 04), Thomas Müller (Bayern de Munique), Mesut Özil (Arsenal-ING), Marco Reus (Borussia Dortmund), Bastian Schweinsteiger (Bayern de Munique) e Christoph Kramer (Borussia Mönchengladbach).

Atacantes: André Schürrle (Chelsea-ING), Lukas Podolski (Arsenal-ING), Miroslav Klose (Lazio-ITA) e Kevin Volland (Hoffenheim).

PS: Observe ao lado, amplie e aperte o play no nosso TribunaTeaser para a Copa do Mundo FIFA Brasil 2014, Esporte Entre Amigos!