domingo, 25 de maio de 2014

Mônaco de poucos amigos

Voltamos a ter campeonato! Nico Rosberg, enfim conseguiu voltar a vencer Lewis Hamilton, reassumiu a ponta do Mundial e o equilíbrio começa a reinar entre as duas Mercedes. O Grande Prêmio de Mônaco, como em todos os anos, foi sensacional, as curvas estreitas, a dificuldade em se manter na pista e as complicadíssimas ultrapassagens mostram como o circuito monegasco conseguiu se tornar o mais lendário da Fórmula 1 na atualidade (na minha opinião, é claro!)
Hamilton e Rosberg, a briga é muito boa em 2014. (AP)

O GP começou a esquentar já no sábado, mais precisamente no Q3, Nico estava com a pole e Lewis fazia sua última volta para tentar roubar a pole, o problema foi que o alemão errou justamente na última volta, fazendo com que a volta de seu companheiro não fosse validada, Hamilton afirmou que o Rosberg forçou o erro, é meio que óbvio que ele tenha forçado, mas a FIA observou e nada declarou, corrida começaria assim mesmo. Felipe Massa, mais uma vez teve sua corrida prejudicada, ele viu Ericsson atingir seu carro e ele tendo que largar em décimo sexto, mais uma corrida de recuperação.

Na largada, tudo muito tranquilo, Rosberg, Hamilton, Ricciardo, Alonso e assim por diante, quem se deu mal foi Sebastian Vettel, o carro do tetracampeão não funcionou da melhor maneira, ele foi aos boxes tentar se recuperar, mas só conseguiu voltar a pista e fazer com que o Safety Car entrasse para termos uma relargada, é impressionante como Daniel Ricciardo tem engolido Vettel na RBR. Em um ano que muitos pilotos tem abandonado as provas, Mônaco, com certeza bateu o recorde, foram 8 abandonos, incluindo Vettel, um fato raro para o alemão.

Sem grandes duelos, Monte Carlo presenciou um verdadeiro “trem” liderado por Bottas, seguido por Gutiérrez, Raikkonen e Massa, o quarteto deixou a prova mais emocionante, ainda mais quando Bottas viu seu motor quebrar e os demais o ultrapassarem, Felipe Massa, que largou em décimo sexto, já estava na décima colocação, uma grande prova de recuperação do brasileiro, foi muito bem! Nos momentos finais, Hamilton foi um pouco prepotente ao responder a seu engenheiro que pouco se importava com Ricciardo (terceiro colocado), queria saber de Rosberg (primeiro colocado), ironia do destino, um cisco atrapalhou a visão do inglês, fazendo com que o australiano colasse em Lewis, por pouco, mais muito pouco o piloto da RBR não ultrapassou o da Mercedes.
Rivalidade se acentua e Mercedes comemora. (Tribuna do Cisco)

Sem rivais na pista, Rosberg completou as 78 voltas, chegou aos 122 pontos, reassumindo a ponta do Mundial, Hamilton tem 118 e, após a polêmica de Mônaco, a rivalidade entre o alemão e o inglês ficou ainda mais acentuada, nada de amizade enquanto os dois disputam o campeonato. A Fórmula 1 retorna em solo americano, o Grande Prêmio do Canadá acontece em 8 de junho, às vésperas da Copa do Mundo, a F1 irá embalar o fim de semana pré-Copa, até lá!

Classificação Final – Grande Prêmio de Mônaco (Monte Carlo)
1) Nico Rosberg  (ALE/Mercedes) 78 voltas, em  1h49m27s661
2) Lewis Hamilton (ING/Mercedes) + 9s210
3) Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull-Renault) + 9s614
4) Fernando Alonso (ESP/Ferrari) + 32s452
5) Nico Hulkenberg (ALE/Force India-Mercedes) - 1 volta
6) Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) - 1 volta
7) Felipe Massa (BRA/Williams-Mercedes) - 1 volta
8) Romain Grosjean (FRA/Lotus-Renault) - 1 volta
9) Jules Bianchi (FRA/Marussia-Ferrari) - 1 volta
10) Kevin Magnussen (DIN/McLaren-Mercedes) - 1 volta
11) Marcus Ericsson (SUE/Caterham-Renault) - 1 volta
12) Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) - 1 volta
13) Kamui Kobayashi (JAP/Caterham-Renault) - 3 voltas
14) Max Chilton (ING/Marussia-Ferrari) - 3 voltas

Abandonos:
Esteban Gutiérrez (MEX/Sauber-Ferrari)  59 voltas
Valtteri Bottas (FIN/Williams-Mercedes)55 voltas
Jean-Eric Vergne (FRA/STR-Renault) 50 voltas
Adrian Sutil (ALE/Sauber-Ferrari) 23 voltas
Daniil Kvyat (RUS/STR-Renault) 10 voltas
Sebastian Vettel (ALE/RBR-Renault) 5 voltas
Sergio Pérez (MEX/Force India-Mercedes) 0 voltas
Pastor Maldonado (VEN/Lotus-Renault)   0 voltas

Melhor volta: Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) - 1m18s479, na 75ª volta

Mundial de Pilotos:
1. Nico Rosberg: 122 pontos
2. Lewis Hamilton: 118
3. Fernando Alonso: 61
4. Daniel Ricciardo: 54
5. Nico Hulkenberg:47
6. Sebastian Vettel: 45
7. Valtteri Bottas: 34
8. Jenson Button: 31
9. Kevin Magnussen: 21
10. Sergio Pérez: 20
11. Felipe Massa: 18
12. Kimi Raikkonen: 17
13. Romain Grosjean: 8
14. Jean-Eric Vergne: 4
15. Daniil Kyvat: 4
16. Jules Bianchi: 2

Mundial de Construtores:
1. Mercedes: 240 pontos
2. RBR/Renault: 99
3. Ferrari: 78
4. Force India/Mercedes: 67
5. Williams/Mercedes: 52
6. McLaren/Mercedes: 52
6. STR/Renault: 8
7. Lotus/Renault: 8
8. Marussia/Ferrari: 2

Vem aí a Copa do Mundo FIFA Brasil 2014, com o fim da temporada européia, a Tribuna se volta para o maior evento esportivo do planeta, siga conosco e viva mais uma Copa do Mundo com um gostinho especial, o gostinho do Brasil!