quinta-feira, 22 de maio de 2014

A Luz de Madri

Faltando poucos dias para a grande decisão da UEFA Champions League, Atlético e Real preparam seus elencos para entrarem em campo da melhor forma possível, entrar em campo sentindo o mínimo possível dos grandes desfalques que a dupla terá. A final provará a supremacia da temporada para os dois gigantes da capital espanhola, a invencibilidade do Atlético, o campeão espanhol, ou a boa forma e entrosamento do vestiário galáctico, o campeão da Copa do Rei. O fato é que os dois estão muito bem preparados e farão uma final espetacular, as expectativas são grandes, a rivalidade é maior ainda, o Estádio da Luz ficará pequeno para a final que definirá o novo conquistador da Europa.
Atlético e Real duelam pelo sonho de conquistar a Europa. (Tribuna do Cisco)

Atlético de Madrid

Simeone conquistou o vestiário e pode-se dizer que
 se tornou o maior da história do clube. (Sportal.bg)
Após a eufórica e heróica conquista de La Liga, o Atlético entra mais motivado e menos pressionado para a grande decisão, a forma como o time tem lidado com suas decisões é fantástica e deixa qualquer amante do futebol para lá de animado com os tabus quebrados pelos Colchoneros. Apesar do excelente time, Diego Costa é praticamente carta fora do baralho para o duelo, ainda existem chances para que o hispano-brasileiro entre em campo, mas todo mundo saberá que será no sacrifício e é quase impossível que ele decida jogando em tal situação. A dor de cabeça para Simeone é grande, ele ainda não definiu se é melhor atuar com um ataque formado por Villa e Adrián ou colocar um volante e formar um 4-1-4-1, particularmente, eu manteria Villa no ataque e ligaria Raúl García com a lenda viva do ataque espanhol (Villa), García é multifuncional e também ajuda atrás, deixaria Adrián para a segunda etapa, em situações de definição. Com muitas especulações para a próxima temporada, o Atlético tem a chance que o Dortmund teve na temporada passada, a o time tem a chance de sua vida, uma oportunidade única para fazer história. O Atlético não precisa provar mais nada, caso perca a final, todos os jogadores já sairão de campo com o dever cumprido, caso vençam a final, este elenco, comandado por “Cholo” Simeone entra de vez na história e se torna a melhor equipe que o Atlético já teve, um feito e tanto.

Provável escalação: Courtois – Juanfran – Godín – Miranda – Filipe Luís – Gabi – Koke – Arda Turan – Diego Costa (Adrián, Mário Suárez ou Raúl García) – Villa.
Técnico: Diego Simeone.

Real Madrid

Ronaldo é o maior artilheiro em uma só
 edição de Champions. (Eluniversal.com.co)
12 anos de jejum resumido em apenas o jogo, o Real Madrid tem sua última prova de fogo para conquistar “La Decima” e manter a hegemonia na história da Liga dos Campeões, o Real é o grande conquistador da Europa, mas o décimo título, com certeza, tem sido o mais difícil a se conquistar. Ancelotti mudou o time de um jeito que deu orgulho de ver jogar, retirou o jogo violento e o jeito pilhado que os jogadores entravam em campo, para bater, de fato, para vencer uma guerra, forma que fez com que a seca dos Merengues ficasse ainda maior, observando a glória do rival Barcelona. O rival catalão já foi, agora, o Madrid terá que enfrentar seu rival local para por a mão na “Orelhuda”, os confrontos com o Atlético na atual temporada provaram um equilíbrio que deve reinar no Estádio da Luz, mas a presença de Di María, Bale e Cristiano Ronaldo é crucial para o Real apresentar um futebol de encher os olhos e encerrar o jejum. O grande desfalque da equipe, no momento é Xabi Alonso, fora por suspensão, por outro lado, outras dúvidas persistem, Pepe, Bale e Cristiano Ronaldo seguem treinando separado e correm contra o tempo para chegar pelo menos 90% para a final. Ancelotti tem um grande time nas mãos, porém, o seu trabalho é inquestionável, ele colocou sua experiência e soube lidar com o vestiário mais difícil da Europa, o conflito de egos foi deixado de lado em prol de “La Decima”, além disso, o Real abandonou a briga por La Liga para focar na decisão, isso ficou óbvio pelas péssimas partidas do time na reta final do Campeonato Espanhol. No meu ver, o Real é favorito por ter um time melhor, por ter uma camisa mais pesada e por ser o maior campeão da Liga, mas o peso do jejum pode ser considerado um ponto negativo, será um confronto para lá de equilibrado.

Provável escalação: Casillas – Carvajal – Pepe (Varane) – Sérgio Ramos – Marcelo (Coentrão) – Khedira (Illarramendi) – Modric – Di María – Bale (Isco) – Cristiano Ronaldo – Benzema.
Técnica: Carlo Ancelotti.

Palpite: Real Madrid.

Sábado, os olhos do mundo se voltam para Lisboa, o Estádio da Luz será palco da grande decisão da UEFA Champions League. Real Madrid x Atlético de Madrid duelarão pela glória máxima do futebol europeu, respiramos a final da Liga dos Campeões, siga conosco, Esporte Entre Amigos!