segunda-feira, 21 de abril de 2014

A um passo da Luz

Classificações heróicas já mostradas no post sobre os destaques das quartas de final, falta pouco para mais uma final do maior torneio de clubes do planeta, entramos na semana dos confrontos de ida da UEFA Champions League com muitas expectativas sobre os quatro clubes que buscam duas vagas na grande final no Estádio da Luz em Lisboa. O atual campeão europeu, o Bayern de Munique é favoritíssimo a conquista do título, o time alemão terá prova de fogo contra o maior conquistador da Europa, o Real Madrid. Do outro lado, temos José Mourinho tentando voltar a disputar uma final de Liga dos Campeões, contra a sensação Atlético de Madrid de Diego Simeone, o time que todo mundo gosta de assistir e muito próximo da conquista de La Liga. Vamos aos confrontos!
Duelo de gigantes e surpresas nas semifinais. (Tribuna do Cisco)

Atlético de Madrid x Chelsea

Ex-carrasco, Diego reencontra Mourinho.
(Tribuna do Cisco)
Os Colchoneros brigam em duas frentes, o time está a um passo de conquistar La Liga e encerrar com a hegemonia de Barcelona e Real Madrid, por isso, o curto elenco de Simeone tem se desdobrado em campo, mas coração e raça estão muito visíveis nesse time. A prova disso foram os duelos contra o Barcelona nas quartas de final, o time mal contou com Arda Turan e seu craque Diego Costa, mesmo assim, os demais atletas chamaram a responsabilidade e eliminaram o poderoso catalão da disputa.

Apesar da escassez de elenco, o time madridista é muito forte e a maioria das peças que Simeone tem no banco são jogadores excelentes, como são os casos de Raúl García, Diego Ribas e Cristian “Cebolla” Rodríguez, sem falar do bom Adrián López, fundamental na classificação Colchonera frente ao Barcelona. A empolgação atleticana é grande, dessa forma, Diego Simeone terá de manter seus atletas atentos, creio que será bastante difícil para a equipe conciliar as duas competições nesta reta final, porém, o clube já demonstrou bastante força, por isso, não subestime nem duvide da sensação da temporada.

Do outro lado, José Mourinho e seu Chelsea, o Special One foi o grande nome da classificação dos Blues para a semifinal, mais do que isso, Mou é o cara do time na temporada, mesmo não entrando em campo. De volta a Londres, o português parece ter reencontrado a felicidade de trabalhar para o futebol, ele pegou um time já em formação e tem dado um bom toque de brilho, pecando apenas na escolha do centro-avante, Eto’o tem sido apenas razoável, Torres está mais próximo de sumir do que de voltar a jogar bem e Demba Ba tem salvo os azuis de muitos apertos, é um cara sem grife, por isso é esquecido. Assim como o Atlético, o Chelsea também briga em duas frentes, mas é provável que o Liverpool conquiste a Premier League e é visível que Mourinho está mais ligado na disputa da Liga dos Campeões.

Na temporada passada, quando dirigia o Real Madrid, Mou encarou a então sensação Borussia Dortmund na semifinal, resultando em mais uma eliminação, o português tem tudo para não repetir o erro do último ano e, assim voltar a disputar a final de Liga dos Campeões. Vale lembrar que todas as vezes que José Mourinho foi a final de Liga dos Campeões, ele conquistou a “Orelhuda”, uma pelo Porto e outra pela Internazionale, é notável a sede dele por esse título, por amor ao Chelsea e por não ter sido o técnico na campanha do título em 2012. Confesso que o Atlético é mais perigoso e vive um melhor momento, mas eu acho que a experiência de Mourinho e o grandioso passado recente dos Blues farão a diferença nessa semifinal.

Palpite: Chelsea.

Real Madrid x Bayern de Munique

Vingança? Real tenta destronar Bayern e Pep Guardiola.
 (Tribuna do Cisco)
Dois anos após se cruzarem na semifinal, Galácticos e Bávaros voltam a se enfrentar em busca da vaga na final, o Real Madrid é o maior campeão, tem nove conquistas, enquanto o Bayern é o atual campeão e também é o time a ser batido na temporada. Florentino Pérez apostou em um técnico muito campeão, Carlo Ancelotti já conquistou duas vezes pelo Milan, por Chelsea e PSG, o desempenho foi só razoável, vale destacar que o seu Paris Saint-Germain era apenas comum e, em muitas vezes, os jogadores eram egoístas e deixavam a vaidade sobressair em momentos cruciais.

À frente dos Galácticos, Ancelotti parece viver épocas de calmaria, conquistou a Copa do Rei, ainda briga por La Liga, mas os jogadores, torcedores, diretores e até mesmo o italiano sonham com “Lá Décima”, por isso a pressão aumenta para o confronto com o Bayern. Cristiano Ronaldo deve retornar para o confronto, mas Bale e Di María tem dado conta do recado, o fato é que esse duelo é o jogo do ano para o Real Madrid, eliminando o Bayern, o Real prova que está pronto para voltar a conquistar a Champions League.

Já campeão alemão e finalista da Copa da Alemanha, o Bayern foca na Liga dos Campeões, o time de Pep Guardiola sofreu baques um tanto quanto preocupantes, derrotado para o Augsburg fora de casa e engolido pelo Borussia Dortmund em plena Allianz Arena. É por essas e outras que todo cuidado é pouco para o Bayern, o time precisa voltar a jogar bem, é claro que os jogadores tiraram o pé na Bundesliga, mas agora o adversário é o Real Madrid, eles não poderão bobear como bobearam contra o Manchester United nas quartas.

Guardiola deve ter força máxima, com exceção de Thiago Alcântara que segue lesionado. Apesar das últimas duas derrotas, o Bayern é mais favorito, o time é mais estruturado, parece não ter problemas de vestiário como o Real provou ter nos últimos anos, sem falar que os alemães vem de duas finais seguidas de Liga dos Campeões, conquistando o título no último ano. O clube campeão de tudo ainda mostra ter características do time arquitetado por Jupp Heynckes, agora, ele foi aperfeiçoado e modernizado por Pep Guardiola, é a escrita correta para um final de muito êxito, é o time a ser batido!

Palpite: Real Madrid.