sábado, 21 de dezembro de 2013

Mia San Mia

Mais favorito do que nunca, o Bayern de Pep entrou em campo para confirmar mais um título mundial, foi o que aconteceu. É fato que o torneio perdeu muito com o vexame do Atlético Mineiro, caindo na semifinal, mas o Raja Casablanca foi um ingrediente a mais para a final. Dessa vez, Guardiola pôs o time principal e não se decepcionou, foi o quinto título dos Bávaros em 2013, só faltou a Super Copa da Alemanha, que foi vencido pelo Borussia Dortmund.
Fácil! Bayern conquista o mundo. (Reuters)

Os primeiros minutos já definia quem iria vencer o jogo com facilidade, com 6 minutos de partida, o bate-rebate na área fez com que a bola sobrasse para Dante, o brasileiro não desperdiçou, 1 a 0 e começo de mais um título para os alemães. O jogo continuou com o Bayern em cima, alguns errinhos bobos não custaram gols do Raja, Neuer e seus companheiros vacilaram bastante.

Mas não tinha para ninguém, mesmo não se importando muito com mais um torneio tapa-buraco da FIFA, o Bayern seguiu no ataque e foi premiado aos 21 minutos, Alaba fez boa jogada com Ribéry e rolou com muita frieza para Thiago, o italiano-hispano-brasileiro ampliou vantagem, 2 a 0. Daí então, o Bayern tirou o pé e só esperou pelo apito final.

Nesse tempo, vimos a festa da torcida, vimos erros bobos dos Bávaros e vimos Blatter novamente enchendo o bolso de dinheiro. O Brasil foi representado nesta final pelo trio de arbitragem, Sandro Meira Ricci, Emerson Augusto de Carvalho e Marcelo Van Gasse. O apito final decretou o terceiro título mundial para o Bayern, o primeiro pela FIFA, méritos a Jupp Heynckes méritos também para Pep Guardiola, que já conseguiu colocar o time para jogar no seu estilo.

FICHA TÉCNICA:

BAYERN DE MUNIQUE 2 X 0 RAJA CASABLANCA

Local: Le Grande Stade, em Marrakesh (Marrocos)

Data: 21 de dezembro de 2013, sábado

Horário: 17h30 (de Brasília)

Árbitro: Sandro Meira Ricci (Brasil)

Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho e Marcelo Van Gasse (ambos do Brasil)

Cartões amarelos: Oulhaj e Soulaimani (Raja Casablanca)

Gols: BAYERN DE MUNIQUE: Dante, aos 6, e Thiago Alcântara, aos 21 minutos do primeiro tempo

BAYERN DE MUNIQUE: Neuer; Rafinha, Dante, Boateng e Alaba; Lahm, Thiago Alcântara, Kroos (Javi Martínez), Shaqiri (Gotze) e Ribéry; Müller (Mandzukic)

Técnico: Josep Guardiola

RAJA CASABLANCA: Askri; El Hachimi, Adil Karrouchy, Mohamed Oulhaj e Benlamalem; Erraki, Guehi, Chtibi (Mabide) e Moutaouali; Iajour (Soulaimani) e Hafidi (Kachani)

Técnico: Faouzi Benzarti