sábado, 7 de dezembro de 2013

Grupos da morte e zebras com caminhos livres, eis a Copa 2014

Olá Amigos do Esporte, enfim, foram definidos os oito grupos para a fase final da Copa do Brasil. A mudança no sorteio já foi mencionada por nós aqui, mas nunca vi um sorteio tão confuso e bagunçado, nem os próprios ex-jogadores que retiravam as bolinhas estavam compreendendo, quanto mais Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert (os apresentadores da festa), mas sem dúvida, o mais leigo e menos entendedor de futebol, o presidente Joseph Blatter não entendeu e pouco estava se importando com o que aconteceu na tarde de hoje. A cena mais hipócrita que me chamou atenção foi o “longo” minuto de silencio em homenagem a Nelson Mandela, não duraram 4 segundos e ainda “esqueceram” de homenagear os operários que tanto lutaram e lutam na construção dos estádios.
Pois bem, vamos aos grupos:
Maior evento esportivo do planeta, o mundo já respira a Copa do Mundo. (Tribuna do Cisco)


Neymar será fundamental para as
pretensões brasileiras. (FIFA.com)
O tão esperado grupo da nossa seleção, teremos jogos difíceis, mas escapamos de pedreiras maiores, isso é óbvio. A estreia será contra a Croácia, assim como foi na Alemanha em 2006, o detalhe é que aquele confronto em Berlim foi duríssima, com um golaço isolado de Kaká, a CBF venceu por 1 a 0. Contudo, a seleção croata melhorou, hoje ela possui nomes que realmente fariam a diferença naquela ocasião, como é o caso de Luka Modrić e Mário Mandzukic. Vale ressaltar que no papel, a seleção brasileira de 2006 era uma das melhores da história, o confronto do ano que vem será muito atraente, os brasileiros não terão vida fácil.

Seguindo o grupo, aparecem México e Camarões, dois históricos carrascos brasileiros, o primeiro inclusive nos tirou o ouro Olímpico em Londres. O México fez teve uma péssima participação nas eliminatórias, sendo obrigado a disputar a repescagem, apesar das más atuações em 2013, acredito que o México dará trabalho no grupo e possa ficar com a segunda colocação do grupo. Camarões é mais um duro time africano, time de muita, mais muita pegada que também conta com talentos individuais, é o caso de Samuel Eto’o e Jean Makoun, não creio que os africanos possam conquistar a classificação, principalmente esperando um México mais fortalecido e uma Croácia bastante organizada, isso é claro, colocando o Brasil como favorito com 100% de aproveitamento.
Espanha e Holanda reeditarão final da última Copa.
(Nos Revista)
Surge o primeiro grupo da morte, a atual campeã Espanha terá a companhia da atual vice-campeã Holanda, as duas potências reeditaram a grande final de 2010, Chile e Austrália completam o grupo B. A Espanha é claramente favorita, mesmo após o sacode que tomou do Brasil na Copa das Confederações e das más atuações em amistosos, a Fúria deve ganhar bastante com a chegada de Diego Costa, o brasileiro é a peça que falta no ataque que vive de secas, ele será fundamental na campanha espanhola, a Roja vem com tudo pelo bi.

Após o vice-mundial, a Holanda viveu um vexame na Euro 2012, caindo logo na fase de grupos. Bert van Marwijk foi dispensado e o ídolo nacional Louis Van Gaal assumiou a seleção, os números nas eliminatórias foram novamente espetaculares, mas a péssima campanha na Euro fez com que os holandeses não conseguissem se tornar cabeça de chave para o sorteio, custou muito caro. A Holanda é a segunda força do grupo, chega forte e sim, tem tudo para conseguir vencer a seleção espanhola, neste grupo, ficar em segundo poderá custar à vida na Copa do Mundo, isso porque o Brasil deve ficar em primeiro no grupo A, podemos ter um grande embate nas oitavas de final, essa copa promete!

O Chile fez uma boa eliminatória na América do Sul, recentemente fez dois grandes jogos, vencendo a Inglaterra em Wembley e perdendo de maneira honrosa para o Brasil, porém o time vai enfrentar duríssimos adversários, não sei se Vidal e Cia conseguirão ter fôlego para vencer nada mais nada menos que os atuais finalistas de copa do mundo. Fechando o grupo está a Austrália, forte candidata a lanterna no grupo, principalmente na base velha que tem e percebendo a fraqueza do time nos últimos jogos, o país não terá chances.

O homem que pode dar um título mundial
a Colômbia. (Getty Images)
Vimos grupos A e B fortíssimos, enquanto o C perdeu fôlego, vejo a Colômbia muito preparada e forte para surpreender o mundo, peço que todos vocês abram o olho para Radamel Falcão Garcia e o que ele pode fazer junto ao seu país. Coloco os colombianos na briga pelo título, apesar da pouca tradição em competições internacionais, o grupo e a chave favoreceram demais os sulamericanos. O europeu do grupo C é a Grécia, país que vive uma forte crise e jamais conseguiu esquecer o título europeu de 2004, o fato é que vários jogadores que disputaram aquele torneio ainda estão presentes no time atual, destaco o bom atacante Konstantinos Mitroglou, que vive grande fase no Olympiacos e pode chegar com tudo para a Copa.

Costa do Marfim e Japão fecham o grupo, os marfinenses são os africanos mais fortes, pelo menos no papel e com um Drogba em grade fase, ele é capaz de colocar o time nas oitavas de final. O Japão é aquele time que sempre está disputando Copas do Mundo, a base é forte, Honda e Kagawa são perigosos, a disputa pelo segundo lugar será acirradíssima, a primeira deve ficar com a Colômbia.

Uruguai e Itália duelaram pela
Copa das Confederações. (Getty)
Mais um grupo da morte, três campeões em apenas um grupo, o Uruguai, que vem como a primeira força, o cabeça de chave e com um ataque excepcional, Suárez e Cavani podem colocar o time na briga pelo título, seria um segundo Maracanazo? É possível, mas muito complicado. Inglaterra, time que sempre está em má fase, o English Team não vive uma época de calmaria, com partidas bastante inconstantes, o time de Roy Hogdson vai ter que suar para bater Uruguai e a poderosa Itália.

Tetracampeã mundial, a melhor seleção européia da história, a Itália foi do céu ao inferno, isso porque por uma posição no ranking de outubro da FIFA, a Azzurra acabou deixando de ser cabeça de chave e caindo no pote dos europeus, mas como sempre a FIFA beneficia a França, o time italiano deu azar e foi quem assumiu os erros da França, caindo no então grupo do morte. A Itália vem meio desacreditada para a Copa, o time foi vice da Euro e terceiro colocado na Copa das Confederações, mas não conquista um título desde o tetra em 2006, ou seja, as chances do penta da Azzurra são grandes. A Costa Rica é azarona no grupo, um forte candidato a saco de pancadas, é provável que a seleção americana não consiga pontuar no grupo D, o segundo grupo da morte.

Franceses suam a camisa pela
classificação na respescagem (AFP)
Falando em benefícios e um pouco de sorte, chegamos ao grupo da França. A Suiça é cabeça de chave e vem com tudo para o mundial, destaco a vitória dos europeus contra o Brasil ainda neste ano, o primeiro jogo pós Copa das Confederações. Apesar da chamada ressaca naquela partida, é visível que os suíços tem um time forte, com uma defesa que se compara a Itália de grandes tempos, o ataque melhorou, agora é possível ver um toque de classe, isso graças as presenças de Valentin Stocker e do craque campeão europeu Xherdan Shaqiri, os vermelhos são favoritos no grupo.

Equador é rival de estreia dos suíços, a seleção equatoriana já teve elencos mais fortes, como foi o caso do time de 2006, que de alguma forma, surpreendeu na Copa da Alemanha, caindo nas oitavas de final. Para o ano que vem, não vejo os sulamericanos com grandes chances de surpreender. Quem deve brigar pela primeira colocação junto a Suiça são os franceses, que de uma classificação suada na repescagem, foi até o pote dos europeus, ou seja, o time dá vexame e ainda ganha o colo dos padrinhos da FIFA, lamentável! Com certeza, não torcerei pelo sucesso francês no mundial.

Honduras completa o grupo, o time não tem muito talento técnico, o melhor jogador do time é Wilson Palacios, volante com boas passagens pela Premier League, por outro lado, o time é famoso por bater bastante, como vimos no amistoso contra o Brasil nos Estados Unidos agora em novembro. Honduras deve apagar as luses do grupo.

Messi e seleção vão se entender? (EFE)
Vida longa e fácil para o melhor jogador do mundo, Lionel Messi e seus companheiros deverão ter tranqüilidade no Grupo F. A Argentina dominou as eliminatórias e também arrebentou nos amistosos, o episódio fraco foi realmente na Copa América, contudo, Sabella soube organizar a equipe e com Messi e Aguero inspirados, os nossos hermanos também entram na lista dos favoritos ao título.

Bósnia é a segunda força do grupo, o time é liderado por duas peças chaves, Edin Dzeko e Miralem Pjanić, a seleção européia entra muito forte, com chances de até mesmo surpreender a Argentina, deve ficar com a segunda colocação do grupo. Irã e Nigéria devem somente cumprir tabela, porém se fosse para apostar em um dos dois para ser a zebra do grupo, eu responderia no mesmo momento nos africanos.


Ele estará aqui!Cristiano Ronaldo pode chegar
 na Copa como o melhor do mundo. (AFP)
Favoritíssima ao título, a Alemanha deve ter vida fácil no grupo G da Copa do Mundo. Os germânicos chegam embalados como sempre, mas os erros nos últimos torneios serão cruciais para a redenção do time que, sem dúvida, tem o melhor elenco dentre todas as seleções. Joachim Löw ganhou uma base ainda melhor que tinha, o surgimento de Mário Götze, Marcos Reus e André Schürlle são exemplos disso, a experiência do goleiro Weindenfeller também pesará a favor do gigante europeu.

Favorito junto aos alemães está Portugal, o técnico Paulo Bento não tem um grande elenco, mas como ele mesmo já afirmou, a presença de Cristiano Ronaldo fará grande diferença nas pretensões lusitanas no Mundial na terra da colônia. Para mim, o grande problema dos portugueses é no ataque, Hugo Almeida e Hélder Postiga não são aqueles atacantes que impõe respeito, nem se comparam aos bons tempos de Pauleta e Nuno Gomes, as fichas sobram para João Moutinho, Nani e Cristiano Ronaldo.

Estados Unidos e Gana completam o grupo, os norte-americanos, agora liderados por Jürgen Klinsmann tem a missão de superar Portugal e Gana para conseguir chegar as oitavas. O time está se recuperando e renovando-se aos poucos, chega forte e tem mais técnica que os africanos, mas superar os europeus é pouco improvável. Gana é aquele time que sempre surpreende em torneios internacionais, dando bastante trabalho aos seus adversários, porém a Alemanha não costuma falhar na fase de grupos, portanto, os ganeses terão que surpreender ainda mais para fazer barulho no Brasil. Para mim, não passa de um mero figurante.

A seleção belga chega como uma
potência européia. (canelada.com)
O grupo H é aquele grupo que no papel já está definido, o time da Bélgica é comandado por um ídolo nacional, o ex-jogador e técnico Marc Wilmots conta com um elenco espetacular, que fez até chover nas eliminatórias. Witsel, Courtois, Hazard, Lukaku, Van Buyten, Dembélé, Fellaini, Vertonghen, De Bruyne, dentre outros, os belgas tem grandes chances de abalar o planeta e brigar pelo título. Os coloco no mesmo patamar da Colômbia e, sim, a Bélgica virá ao Brasil com força suficiente para se tornar campeã mundial, é esperar para ver!

Segunda força do grupo, a Rússia sediará a próxima Copa do Mundo, o ideal seria começar uma renovação no time, mas Fábio Capello opta por manter os jogadores mais experientes e mesclar com a juventude de alguns, como é o caso de Dzagoev, bom jogador que para mim, foi a revelação da UEFA Euro 2012. Coréia do Sul já viveu seus dias de glórias, como foi na Copa de 2002, o time colheu furtos daquele mundial e desde então, sempre conseguiu se classificar para copas. Entretanto, o time atual é bastante violento, deixando de lado muitas vezes a partida, deve ficar pelo caminho. Argélia completa o grupo, o time da terra de Zidane deve penar contra os demais, Bélgica e Argélia deve terminar com uma goleada bastante expressiva... Para dos Diabos Vermelhos.
Povo unido com os jogadores, foi assim que o Brasil foi tetra da Copa das Confederações. (FIFA.com)


Pois bem, os grupos estão prontos e dissecados, ainda é muito cedo para se palpitar, porém Brasil, Espanha, Argentina, Alemanha, Colômbia e Bélgica são francos favoritos ao título, sem destacar, é claro, a Itália, que quando chega desacreditada sempre surpreende. Com essa postagem, está dada a largada a nossa cobertura para a Copa do Mundo FIFA 2014, junte-se a nós e também prestigia o maior evento esportivo do planeta.