sábado, 28 de dezembro de 2013

UFC 168: Anderson Silva, o criador de desolações.

Salve para todos os leitores da Tribuna do Cisco! O último final de semana do ano chegou e junto a ele, tradicionalmente, ocorre o último UFC de 2013. Nos últimos anos, a organização americana tem repetido este feito de sempre marcar um evento no último final de semana, aparentemente isto passa despercebido, mas acredito que acabou se tornando uma tradição, como acontece com o evento que sempre é realizado no mesmo período do Super Bowl. O tradicionalíssimo no mundo das lutas MGM Grand Garden Arena será o local da disputa, o mesmo do UFC 162 que aconteceu em julho deste ano.

UFC 168, o evento do ano. (Cartaz Oficial)

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Top 10 – 2013

Olá, amigos do esporte, eis que se aproxima o fim de 2013, um ano memorável para o esporte, principalmente para nós brasileiros que mais uma vez protagonizamos momentos sem iguais no planeta esportivo. A Tribuna vai chegando perto de completar 2 anos de vida e assim como fizemos no ano passado, preparamos um top 10 com o que de melhor aconteceu no nosso site e no mundo do esporte. Fique conosco e reviva momentos que ficaram para a história no ano de 2013.
Os destaques do ano esportivo. (Tribuna do Cisco)

sábado, 21 de dezembro de 2013

Mia San Mia

Mais favorito do que nunca, o Bayern de Pep entrou em campo para confirmar mais um título mundial, foi o que aconteceu. É fato que o torneio perdeu muito com o vexame do Atlético Mineiro, caindo na semifinal, mas o Raja Casablanca foi um ingrediente a mais para a final. Dessa vez, Guardiola pôs o time principal e não se decepcionou, foi o quinto título dos Bávaros em 2013, só faltou a Super Copa da Alemanha, que foi vencido pelo Borussia Dortmund.
Fácil! Bayern conquista o mundo. (Reuters)

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Vergonha mundial... Acontece!

Repetindo o pecado que o Internacional cometeu em 2010, o Atlético Mineiro entrou em campo e foi derrotado na bola para o Raja Casablanca, detalhe: o time do marroquino comeu a bola e venceu com autoridade o Galo de Minas. A partida começou com um Atlético no ataque, perdendo boas chances e não conseguindo marcar, os contra-ataques dos marroquinos eram perigosíssimos. Vimos Jô e Fernandinho muito fominhas, vimos um Tardelli muito sumido, cadê um dos craques da Libertadores e Brasileirão 2013? Infelizmente hoje ele não apareceu.
Vexame mineiro. (AFP)

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Um Pep Guardiola e mais uma final

E realmente não deu para os asiáticos, na primeira partida semifinal do Mundial de Clubes 2014 deu Bayern de Munique. Pep poupou alguns titulares, como Müller e Dante, ainda tinha Schweinsteiger e Robben lesionados, mas isso não foi problema para os frios e fortes alemães. O Bayern, mesmo cansado de viagem, foi logo para cima de um medíocre Ghangzhou, que provou ser um time que só tem dinheiro, fazendo com que o talento de Conca e Elkesson fossem camuflados.
Mandzukic já deixou sua marca no Mundial de Clubes. (AFP)

sábado, 7 de dezembro de 2013

Grupos da morte e zebras com caminhos livres, eis a Copa 2014

Olá Amigos do Esporte, enfim, foram definidos os oito grupos para a fase final da Copa do Brasil. A mudança no sorteio já foi mencionada por nós aqui, mas nunca vi um sorteio tão confuso e bagunçado, nem os próprios ex-jogadores que retiravam as bolinhas estavam compreendendo, quanto mais Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert (os apresentadores da festa), mas sem dúvida, o mais leigo e menos entendedor de futebol, o presidente Joseph Blatter não entendeu e pouco estava se importando com o que aconteceu na tarde de hoje. A cena mais hipócrita que me chamou atenção foi o “longo” minuto de silencio em homenagem a Nelson Mandela, não duraram 4 segundos e ainda “esqueceram” de homenagear os operários que tanto lutaram e lutam na construção dos estádios.
Pois bem, vamos aos grupos:
Maior evento esportivo do planeta, o mundo já respira a Copa do Mundo. (Tribuna do Cisco)

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Milito: O homem de uma temporada

Com um faro de artilheiro excepcional, de ídolo no Zaragoza para arrasador no Genoa, grandes exibições o levaram a fazer parte da melhor Internazionale da história, o time campeão de tudo. Todavia, o time ficou desgastado e o desempenho caiu inexplicavelmente, quais foram os verdadeiros motivos que levaram Diego Milito a ser “O homem de uma temporada”? Tentarei, resumidamente, explicar o que aconteceu com um dos maiores goleadores deste século, o melhor jogador da Europa em 2010, o homem que parou o Barcelona de Guardiola em pleno auge.
O Homem de uma temporada. (Tribuna do Cisco)