sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Uma Copa para zebra aprontar

Definidos 20 seleção na Copa do Mundo do Brasil, faltam só 11 vagas que serão decididas na repescagem. A FIFA decidiu mudar as regras para os cabeças de chave do torneio, ou seja, além do Brasil, os países melhores ranqueados na tabela da entidade, causando uma verdadeira “bagunça” no mundial de 2014. A América do Sul tem tudo para mandar 6 representantes para o campeonato, isso porque Argentina, Colômbia, Chile e Equador já estão classificados, já o Uruguai terá de disputar a repescagem contra a seleção da Jordânia, mas tem tudo para conquistar a classificação. Dentre os sulamericanos, Brasil, Argentina, Colômbia e o Uruguai (se realmente confirmar a classificação) serão cabeças de chave, o que deve gerar fortes grupos, a vida não será fácil para Brasil e Argentina.
Classificados para a Copa, o Brasil vai receber a grande festa. (Tribuna do Cisco)

No velho continente, as surpresas são enormes, já classificados estão: Alemanha (cabeça de chave), Bélgica (cabeça de chave), Bósnia, Espanha (cabeça de chave), Holanda (cabeça de chave), Inglaterra, Itália, Rússia e Suiça (cabeça de chave). Destaque para a Bélgica, forte seleção que vem com tudo para o mundial, é o grande candidato a zebra para a Copa do Brasil. Alemanha sempre vem forte, mas sempre temos dúvidas, o país sempre decepciona em torneios. Holanda e Espanha também são favoritos, mas numa Copa na América do Sul, é difícil pensar que algum europeu consiga tirar o título de um país latino.

No continente asiático, 4 países estão garantidos, são eles: Austrália, Coréia do Sul, Japão e Irã. Nenhum é cabeça de chave e com certeza, nenhum dará trabalho para os gigantes. Nas Américas Central e do Norte, a maior surpresa foi a crise do México, o país suou para conseguir uma vaguinha na repescagem, Estados Unidos, Costa Rica e Honduras já estão garantidos. O fato é que com a mudança da regra, a FIFA tentou, mais uma vez, se assemelhar a UEFA, que recentemente mudou as regras e bagunçou completamente os grupos da UEFA Champions League. Contudo voltando a falar de Copa do Mundo, teremos vários grupos da morte, isso porque Portugal, França e Suécia disputarão a repescagem na Europa, se tudo der certo, os três devem chegar com muita força no Brasil, para dar trabalho nos grupos.
Grandes países estão ameaçados de não se classificar para o mundial (Tribuna do Cisco)
Mais uma vez, o Senhor Blatter toma uma medida um tanto quanto maluca e com certeza, alguma jogada política existiu, a mesma jogada que colocou a Rússia como sede da Copa 2018 e o Catar como sede do Mundial de 2022, os absurdos da FIFA novamente atrapalham o andamento do esporte, lamentável!