segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Sem rivais, Vettel vence mais uma

Seguindo as provas na Ásia, a Fórmula 1 pousou em terras milenares, o Grande Prêmio de Suzuka novamente coroou Sebastian Vettel, mais tetracampeão do que nunca, o alemão teve vida tranquila na corrida, se aproximando de mais um título. Na largada veio o grande susto, o então líder Mark Webber e o vice Sebastian Vettel decepcionaram e viram um espetacular Romain Grosjean roubar a ponta da corrida. Felipe Massa, que só cumpre tabela até o fim do campeonato, ganhou uma posição graças ao pneu furado da Mercedes de Hamilton, mas acabou permanecendo em quinto quando Rosberg o ultrapassou.
Não tem mais campeonato, Vettel vence novamente. (UOL)

Se as RBRs começaram muito mal, Fernando Alonso largava na oitava colocação, ou seja, teria que fazer mais uma corrida de recuperação e começou ganhando logo duas posições. Lembrando que para Vettel se tornar tetra já nesta corrida ele precisaria vencer e Alonso ficar pelo menos em oitavo, o que não aconteceu. No início da prova, a surpresa continuava aprontando, Grosjean acelerava e se distanciava de Mark Webber, atrás, Fernando Alonso já era sexto, precisava ultrapassar o então quinto colocado Felipe Massa, porém mesmo com a ordem da Ferrari para que o brasileiro abrisse passagem para o espanhol, Felipe não atendeu e fez seu jogo.

Na minha visão, Felipe fez mais do que certo, afinal de contas, não existe companheirismo na Fórmula 1, muito menos amizade entre ele e Fernando Alonso, além disso, Felipe já foi dispensado pela escuderia para a próxima temporada. Lewis Hamilton foi quem mais sofreu no Japão, bem colocado no início da prova, o britânico perdeu o pneu logo na primeira volta, depois de troca-lo acabou caindo para a lanterna e de lá não saiu... Até que sua Mercedes apresentou um problema, problema esse que tirou Lewis da corrida, não ta sendo fácil essa nova vida de Hamilton em sua nova casa, apesar do espetacular piloto que ele é.

A corrida não tinha uma grande disputa, algo que realmente empolgasse, até que Pérez e Rosberg cruzaram nos boxes, por pouco o alemão não atrapalhou a corrida do mexicano da McLaren, graças ao erro da Mercedes, mais um erro, Nico foi punido pela FIA. Nesse meio tempo, Vettel viveu minutos na liderança, isso porque Grosjean e Webber foram para o pit stop, o alemão sentiu o gostinho que sentiu 8 vezes na atual temporada, falta pouco para o tetra, mas quando o alemão foi aos boxes, novamente voltou para a terceira colocação.

Então veio a grande disputa, Felipe Massa não cedeu o lugar para Fernando Alonso, o espanhol usou do seu talento e técnica para dar um show no brasileiro e roubar a segunda colocação, não deu para Massa, que um dia foi um grande piloto, lamentável! Se era um pouco humilhante perder posição para Alonso, pior ainda foi exceder o limite de velocidades nos boxes, fazendo-o ser punido com 5 posições, pois é, em poucos minutos, Felipe Massa cairia para a décima primeira posição, indo do céu ao inferno.

Vettel estava em terceiro, Webber roubara a posição de Grosjean, então, o alemão mostrou porque tem tudo para se tornar o maior piloto da história da F1 e voo em Suzuka. Rapidamente ele ultrapassou o francês e foi em busca de Mark Webber, o australiano não permitiu a ultrapassagem por jogo de equipe, por isso, Vettel foi com o coração e muita raça, deixou Webber em segundo e assumiu de vez a liderança do GP do Japão, um espetáculo!

Webber foi para os boxes e caiu para terceiro, todavia com um carro sensacional, Grosjean não teve chances para o gigante australiano, que faturou o segundo lugar, Alonso terminaria na quarta colocação, enquanto isso, Vettel se consagrava como vencedor da prova, a quinta seguida, a nona no campeonato, insuperável, imbatível, impressionante! O alemão da RBR foi a 297 pontos, 90 a mais que Alonso, na próxima corrida, em Nova Deli, ele pode conquistar o tetra e cumprir tabela no restante da temporada.
Os três lideraram, mas Vettel foi quem levou a melhor. (Tribuna do Cisco)

Uma coisa é certo, os demais pilotos já abandonaram a temporada, o ano foi mais uma vez de Vettel e da RBR, longe da emoção que foi a temporada passada, agora resta a alguns pilotos, como por exemplo Felipe Massa, correr bem para garantir um emprego no ano que vem. Entre as equipes, a RBR sobra com 445 pontos, a Ferrari tem 297 e disputa o segundo lugar com a Mercedes, que tem 287. A próxima corrida acontece 27 de outubro, na Índia, o Grande Prêmio de Nova Deli deve dar o tetracampeonato a Sebastian Vettel, sem dúvidas, um dos GPs mais imperdíveis da temporada.

Resultado – Grande Prêmio do Japão:
1) Sebstian Vettel (ALE/RBR), 53 voltas, em  1h37m410        
2) Mark Webber (AUS/RBR) +7s1        
3) Romain Grosjean (FRA/Lotus) +9s9        
4) Fernando Alonso (ESP/Ferrari) +45s6        
5) Kimi Raikkonen (FIN/Lotus) +47s3        
6) Nico Hulkenberg (ALE/Sauber) +51s6        
7) Esteban Gutiérrez (MEX/Sauber) +1m11s6        
8) Nico Rosberg (ALE/Mercedes) +1m12s0        
9) Jenson Button (ING/McLaren) +1m20s8        
10) Felipe Massa BRA/Ferrari) +1m29s2        
11) Paul di Resta (ESC/Force India) +1m38s5        
12) Jean-Eric Vergne (FRA/Toro Rosso) +1 volta        
13) Daniel Ricciardo (AUS/Toro Rosso) +1 volta        
14) Adrian Sutil (ALE/Force India) +1 volta        
15) Sergio Pérez (MEX/McLaren) +1 volta        
16) Pastor Maldonado (VEN/Williams) +1 volta        
17) Valtteri Bottas (FIN/Williams) +1 volta        
18) Charles Pic (FRA/Caterham) +1 volta        
19) Max Chilton (ING/Marussia) +1 volta

Melhor volta: Mark Webber (AUS/RBR), 1m34s587          
                                                              
Não completaram:                                            
Lewis Hamilton (ING/Mercedes) - na 9ª volta            
Giedo van der Garde (HOL/Caterham) - na 1ª volta            
Jules Bianchi (FRA/Marussia) - na 1ª volta