quinta-feira, 31 de outubro de 2013

A alegria está de volta

Olá amigos do esporte, na manhã desta quinta-feira o nosso grande técnico da CBF, Luiz Felipe Scolari, definiu os convocados para os amistosos contra Honduras e Chile. Com três boas novidades e uma base já formada, o time vive de retoques finais para realmente ficar 100% para a Copa do Mundo. Vimos um Felipão prepotente, arrogante e distribuindo coices para os repórteres, ou seja, o de sempre, porém, é inegável o bom trabalho e mesmo sofrendo críticas, o treinador sempre corresponde com bons resultados, então vamos aos 22 convocados:
Arrogante na coletiva, Felipão anunciou 3 boas novidades nesta quinta. (Goal)

Goleiros: Júlio César e Victor.

Júlio está de volta a seleção, o goleiro passou por uma cirurgia e, após o tempo afastado ele retorna ao selecionado. Testando e fazendo rodízios, Jefferson deu lugar ao campeão da Libertadores Victor, penso que Felipão tenha sido um pouco injusto com Jefferson, isso porque o goleiro do Botafogo sempre correspondeu e de fato, não merecia perder essa vaga nem por rodízio.

Zagueiros: David Luiz, Dante, Thiago Silva e Marquinhos.

Marquinhos vive fase espetacular em Paris. (AP)
Base praticamente mantida, com uma grande mudança, Dedé e Rever não foram convocados e viram um jovem garoto invadir a seleção. Trata-se de Marquinhos, o bom garoto vem se destacando muito no PSG e, com receio de perdê-lo para a seleção portuguesa, logo o convocou, por sinal, uma convocação muito merecida, pois Marquinhos fez uma ótima temporada pela Roma e vive uma fase melhor ainda na França, excelente zagueiro. De resto, os insubstituíveis Thiago Silva, David Luiz e Dante estão mantidos e devem ser confirmados para a Copa em breve.

Laterais: Daniel Alves, Maicon, Marcelo e Maxwell.

A lateral parece que é o setor que Felipão já escolheu seus favoritos, Daniel Alves segue firme no Barcelona e se mantém entre os melhores da seleção. Porém o lateral ainda é questionado quanto ao rendimento na seleção, por isso, Maicon, que voltou a jogar bem, é logo convocado por trazer melhor segurança defensiva a seleção. Na esquerda, temos um Marcelo perfeito, a única preocupação com o lateral esquerdo é seu temperamento, uma grande preocupação para jogos importantes na Copa do Mundo. Dos demais laterais esquerdos testados, Maxwell foi quem mais agradou, o experiente também vem jogando muito bem no PSG e tem demonstrado muita segurança como reserva de Marcelo.

Meio-campo: Paulinho, Ramires, Hernanes, Luiz Gustavo, Lucas Leiva, Oscar, William.

William, o caríssimo meia atrai
olhares do mundo. (Getty)
Entre os volantes, os mesmos da última convocação, os bons titulares Luiz Gustavo e Paulinho são mantidos, com os seguros e eficientes Hernanes, Ramires e Lucas Leiva no banco de reservas, esses são perfeitos e sim, merecem a vaga na Copa. No meio de campo, Oscar, que atuou muito bem nas vitórias contra Coréia do Sul e Zâmbia se manteve e se não houver lesão, o camisa 11 tem 100% de chances de estar presente na lista final antes do mundial. Fechando a lista dos meias, veio a grande surpresa, William, ex-Corinthians que brilhou com a camisa do Shakhtar Donetsk e que hoje está no time de José Mourinho terá sua chance. Fazia tempo que William merecia esta oportunidade, na reta final da preparação, o multifuncional meio-campo vai ter que trabalhar dobrado se realmente quiser se manter na lista.




Atacantes: Hulk, Neymar, Jô, Bernard e Robinho.

Feliz com as pernas, Robinho retorna
a seleção em busca da terceira copa.  (FIFA - Copa 2006)
Queridinhos de Felipão, Hulk, Neymar, Bernard e Jô seguem presentes, os 4 estão vivendo fases espetaculares em seus respectivos clubes, por isso, mantenho o meio apoio a Scolari e concordo plenamente com Hulk, Neymar e Jô como o trio titular. Fred segue machucado, é impressionante como o artilheiro não consegue fazer uma temporada consistente, a lamentável situação tem posto em risco a presença do 9 do Fluminense na Copa do Mundo, será que dá para confiar num Fred que mora no departamento médico? Pois bem, de qualquer forma, Felipão testou Alexandre Pato, que não merecia de maneira alguma e provou isso em suas péssimas exibições na seleção e no Corinthians.

Robinho tomou a vaga do Pato, sim, ROBINHO! O camisa 7 do Milan voltou a jogar bem e surpreendeu o mundo ao marcar contra o Barcelona e fazer uma ótima partida na UEFA Champions League. Com a volta de Robinho, a alegria parece voltar ao time, ele traz alma, técnica e coração. Além disso, Robinho pode jogar como falso 9, posição que está na moda, alternando com Neymar e Hulk, ou jogar pelas pontas, será muito interessante o retorno dele para a amarelinha.

Nota:
Diego Costa, mais um brasileiro que escolhe outra nação. (AFP)
Em relação a opção de Diego Costa em jogar pela seleção espanhola, a Tribuna é completamente contrário a regra da FIFA em que jogadores possam se naturalizar e, de repente, jogar por outro país. Entendo que Diego se tornou jogador de futebol e viveu praticamente sua vida profissional em solo espanhol e apoio a sua decisão em se naturalizar, contudo, deixo uma reflexão: Qual o sentido dos jogos entre seleções se, com a regra da FIFA, atletas possam jogar por outros países? Grande abraço a todos!