domingo, 25 de agosto de 2013

“Spa” do campeão mundial

Após quase um mês de férias, a Fórmula 1 voltou com tudo neste fim de semana, Spa-Francorchamps foi o palco do Grande Prêmio da Bélgica, que coroou mais uma vez o alemão Sebastian Vettel. A largada foi muito quente, Alonso, sempre ele, arrebentou e pulou de nono para a quinta colocação, foi o destaque. Logo na primeira volta, Vettel ultrapassou o líder Hamilton e não largou mais, a briga seria realmente pelo resto do pódio.
GP da Bélgica em 4 atos. (Tribuna do Cisco)

Alonso estava impossível, logo ultrapassou Button e Rosberg, já estava em terceiro. Felipe Massa largou mal e não fazia uma boa corrida, foi o primeiro a entrar nos boxes, está cada vez pior a vida do brasileiro na escuderia, a Ferrari não deve renovar o contrato do piloto. Vettel sorria na liderança, enquanto ocorria a melhor disputa da prova, Alonso foi ao ataque e Hamilton tentou se defender. Como sempre, o espanhol deu um lindo show e não deu chances para o britânico.

Arrogante, Alonso até que ficou satisfeito
com o segundo lugar. (Getty Images)
Quem penou na prova foi Kimi Raikkonen, após 26 corridas pontuando, o finlandês abandonou o GP justamente na volta 26. Em disputa com Felipe Massa, Raikkonen passou direto e derrapou, o carro não voltou a funcionar e a Lotus viu seu melhor piloto sair mais cedo. Outra cena esquisita foi o acidente envolvendo Maldonado e Paul Di Resta, o venezuelano foi entrar nos boxes, estava desatento e não viu Di Resta, acabou tentando passar por dentro do escocês, acidente que custou a corrida para Di Resta, Maldonado foi punido, mas continuou na prova.

No fim da prova, Vettel liderava com mais de 30 segundos de vantagem, seguido por Alonso, que volta a ser vice-líder, e Hamilton fechando o pódio. O destaque da prova vai para a Mercedes, que mesmo perdendo a liderança na Bélgica, conseguiu colocar Hamilton no pódio e Rosberg na quarta colocação, Vettel e Alonso também estão de parabéns.
Hamilton completa o pódio em Spa. (AFP)

Felipe Massa terminou na sétima posição, nada mal para a fraca corrida do brasileiro. Vettel agora tem 197 e lidera o mundial de pilotos com bastante vantagem, está muito próximo do tetra. Alonso rouba a segunda posição de Rakkonen e tem 151 pontos, é o rival direto de Vettel. A Fórmula 1 retorna daqui a duas semanas, o tradicional Grande Prêmio de Monza vem para definir muitas coisas, renovações de contrato, problemas dos pneus e, é claro, a brigo pelo título.

Grande Prêmio da Bélgica (Spa-Francorchamps) – Resultado:

1) Sebastian Vettel (ALE/Red Bull), 44 voltas em 1h23m42s196
2) Fernando Alonso (ESP/Ferrari) + 16s869
3) Lewis Hamilton (ING/Mercedes) + 27s734
4) Nico Rosberg (ALE/Mercedes) + 29s872
5) Mark Webber (AUS/RBR) + 33s845
6) Jenson Button (ING/McLaren) + 40s794
7) Felipe Massa (BRA/Ferrari) + 53s922
8) Romain Grosjean (FRA/Lotus) + 55s846
9) Adrian Sutil (ALE/Force India) + 1m09s541
10) Daniel Ricciardo (AUS/STR) + 1m13s470
11) Sergio Pérez (MEX/McLaren) + 1m21s936
12) Jean-Eric Vergne (FRA/STR) + 1m26s740
13) Nico Hulkenberg (ALE/Sauber) + 1m28s258
14) Esteban Gutiérrez (MEX/Sauber) + 1m40s436
15) Valtteri Bottas (FIN/Williams) + 1m47s456
16) Giedo van der Garde (HOL/Caterham) + 1 volta
17) Pastor Maldonado (VEN/Williams) + 1 volta
18) Jules Bianchi (FRA/Marussia) + 1 volta
19) Max Chilton (ING/Marussia) + 2 voltas

Não completaram a prova:

20) Paul di Resta (ESC/Force India) - a 18 voltas
21) Kimi Raikkonen (FIN/Lotus) - a 19 voltas
22) Charles Pic (FRA/Caterham) - a 36 voltas