terça-feira, 6 de agosto de 2013

Rouler la Balle

Novo terreno para milionários, a Ligue 1 francesa promete na nova temporada, novas estrelas, times bastante preparados e prontos, é o início de uma guerra fria entre os dois grandes ricos do país de Platini. Atual campeão, o PSG sofreu uma grande baixa no banco de reservas, Carlo Ancelotti fez de tudo para deixar o time e acertar com o Real Madrid, conseguiu e deixou milhares de torcedores órfãos.
PSG e Mônaco travarão uma disputa interessante. (Tribuna do Cisco)

O jogador mais caro da história da França. (Reuters)
A bola da vez está com Laurent Blanc, o jovem treinador ficou famoso ao levar o Bordeaux as quartas de final da Liga dos Campeões, sendo eliminado de maneira invicta, ele treinou a seleção francesa na Euro 2012 e estava sem clube desde então, é uma boa aposta. O time manteve sua boa base campeã francesa, trouxe excelentes atletas, o jovem Marquinhos, zagueiro com boas passagens por Corinthians e Roma, custou muito caro.

O Principado abalou o mundo com
um cofre cheio. (Twitter)
Cavani foi a grande contratação dos parisienses, o uruguaio enfim deixou o Napoli, custou 64 milhões de euros, a maior contratação da história do futebol francês. O atacante vai reencontrar Lavezzi e fará uma grande dupla de ataque com Ibrahimovic, fato que coloca o PSG como grande favorito ao título francês. Após conquistar o acesso a Ligue 1, o Mônaco foi adquirido por um milionário, o russo Dmitry Rybolovlev abriu os cofres e anunciou um super pacote para bater de frente com o PSG.

De quebra, vieram Ricardo Carvalho, Isimat, Eric Abidal, João Moutinho, Jerémy Toulalan, James Rodríguez e a grande estrela Falcão Garcia (dizem as más línguas que o PSG contratou Cavani como forma de resposta a contração de Falcão). Não há dúvidas de que o “azarado” Claudio Ranieri tem um grande elenco em mãos, como o Mônaco não disputará nenhuma competição internacional, ficará um pouco mais fácil focar e brigar pelo título nacional, o Paris não terá vida fácil nesta temporada.

Trio desesperado. (Tribuna do Cisco)
Meros figurantes, Olympique, Lyon e Bordeaux devem brigar apenas pela terceira e última vaga na UEFA Champions League e pela UEFA Liga Europa, os estão enfraquecidos e também sofrem com a chegada dos milionários ao país. Temo pelo destino desses grandes clubes e pelos médios e pequenos, a Ligue também será disputada por apenas duas equipes.


Palpite: PSG.