terça-feira, 16 de julho de 2013

Debutando para a glória

Vai começar a disputa pelo título da maior competição de futebol das Américas. O galo mineiro chega pela primeira vez em sua história a grande final, a campanha foi sensacional, mas agora o time do Cuca terá seu maior desafio, duelar contra a pesada camisa do Olimpia. O time paraguaio já levantou a taça três vezes (1979, 1990 e 2002), inclusive superando o São Caetano, o time brasileiro da moda naquela época. Contudo, confira como andam as preparações dos dois times para os duelos decisivos, o primeiro jogo já é amanhã, paraguaios e mineiros se enfrentarão em Assunção, e na próxima quarta, os times decidirem no Mineirão.
Atlético e Olimpía brigam pelo título máximo das Américas. (Tribuna do Cisco)

Galo forte e vingador pelo título da Libertadores. 
(Tribuna do Cisco)
Sem nenhuma dúvida, o Atlético é o melhor time da Libertadores 2013, óbvio que isso não garante o título, mas o elenco vem dando muito suor e força para vencer as barreiras. Em especial, a partida de quartas de final contra o Tijuana, e a semifinal contra o Newell’s Old Boys foram jogos dificílimos, com Victor se sobressaindo, porém o mérito também vai para os outros. Cuca também está de parabéns, é o melhor trabalho da carreira do jovem técnico, mas falta o título importante, essa é a hora!

O técnico vai ter problemas, Bernard tomou o cartão amarelo que o tirou do primeiro jogo final, com isso, Luan deve herdar a vaga, o meia-atacante ganhou sobrevida graças ao gol decisivo contra o Tijuana, no jogo de ida válido pelas quartas de final. Mesmo com dores, Réver deve voltar ao time titular, o capitão fez muita falta quando não esteve em campo. Apesar disso, o galo tem elenco forte e é muito superior aos paraguaios, o que torna os mineiros favoritos ao título.

Entretanto, a Conmebol negou o pedido da CBF e o segundo jogo, a partida decisiva será no Mineirão, o estádio não tem sido bom para o Atlético, o time já está adaptado a Arena Independência, vai ter que se correr o dobro e entrar muito focado para fazer uma boa partida em casa. O galo deverá enfrentar muitas dificuldades na partida de ida, acredito na vitória do Olimpia no jogo de ida e no título do Atlético na soma dos resultados.

Time base:
Victor – Marcos Rocha – Leonardo Silva – Réver – Richarlyson – Pierre – Leandro Donizete – Diego Tardelli – Ronaldinho – Guilherme – Jô.
Técnico: Cuca.
Salgueiro comemora gol que eliminou o Fluminense (AFP)
Tricampeão da América, o Olimpia também fez boa campanha na competição, o time paraguaio venceu a fase prévia contra o Defensor e liderou a fase de grupos com autoridade, ganhando vantagem para a fase final. Na segunda fase, O Olimpia eliminou o Tigre, o Fluminense e o Santa Fé, em todas essas partidas, o time sofreu bastante, correndo sério risco de eliminação. Apesar do “sofrimento”, o técnico uruguaio Hugo Almeida acredita na força e na tradição do seu time para reconquistar a América.

O talento de Salgueiro será crucial nas partidas, o algoz do Fluminense está disposto a atrapalhar mais um clube brasileiro, se consagrando assim, o craque da Taça Libertadores 2013. Além disso, os paraguaios sabem catimbar, diferente do Newell’s Old Boys na semifinal, fato que pode atrapalhar o Atlético na final, já que o time brasileiro já mostrou bastante dificuldade de lidar com a catimba.

Um jogo duríssimo, será uma grande final, de um lado, o tradicional time do Olimpia, que busca o tetra na Libertadores, fará de tudo para acabar com as esperanças do Atlético. Ronaldinho e Cia tem pela frente o maior desafio do time, caso vença, essa geração pode se tornar o melhor time da história do clube, o nervosismos pode atrapalhar sim. Mas como diz no hino, o “galo forte e vingador” tem elenco e qualidade suficiente para fazer história.

Time base:
Martín Silva – Manzur – Miranda – Candia – Mazacotte – Aranda – Silva – Pitonni – Benítez – Salgueiro – Bareiro.
Técnico: Hugo Almeida.


Palpite: Atlético Mineiro.