segunda-feira, 17 de junho de 2013

Itália vence jogo morno

Grupo A – México 1 x 2 Itália:

Encerrando a primeira rodada do grupo A, México e Itália prometiam um grande jogo, a centésima partida de Andrea Pirlo pela Azzurra foi muito monótona, faltou um pouco de vontade de ambos os lados, mas até que divertiu o público no novo Maracanã. Vivendo um período de conflitos e protestos, o jogo acabou sendo ofuscado pela “briga” entre manifestantes e policiais, todavia deixemos as revoltas para os revoltados e vamos falar de futebol.
Em seu centésimo jogo, Pirlo faz golaço e Itália vence o México. (UOL/Tribuna do Cisco)

A Itália começou bem melhor, envolvendo o México e contando com o talento individual de suas estrelas, os mexicanos pareciam perdidos. Abate estava muito bem, o criticado lateral enfim parece ter se firmado, arrancava bem pela direita e levava a Azzurra ao ataque, já Marchisio estava fora de posição, mal tocou na bola na primeira etapa. No lado verde, Giovani dos Santos foi o grande cai-cai do jogo, o antigo “cover” do Ronaldinho até estava jogando bem, mas preferiu saltar a mostrar suas habilidades.

Falta para a Itália, momento único para o homenageado do dia, em seu centésimo jogo, Andrea Pirlo chamou a responsabilidade e mandou bonito, um lindo gol digno de Maracanã, 1 a 0 para o time tetracampeão mundial. O México sentiu um pouco, mas o jogo continuava chato, todavia, poucos minutos depois, Giovani já estava na área italiana e Barzagli acabou o derrubando, era a chance do empate para os comedores de taco. Chicharito não desperdiçou, a estrela mexicana cobrou com muita perfeição, sem chances para Buffon, 1 a 1 e o primeiro tempo terminou assim.

Balotelli marca o gol da vitória italiana. (Sportv)
Na verdade, todo o jogo continuou assim, uma partida bem monótona, com os italianos bem superiores. Além de Pirlo e Chicharito, uma outra figuraça mostrou a que veio, Mário Balotelli, o grande responsável pela presença italiana na Copa das Confederações teve muitas chances de recolocar a Azzurra na frente, mas Corona e a defesa mexicana fez de tudo para evitar o gol, comntudo os esforços não adiantaram, a defesa mexicana bobeou, Giaccherini deu um lindo passe por cima e Balotelli, com faro de matador chutou antes que os defensores tirassem, 2 a 1 e três pontos para o time de Prandelli.

Com a vitória, a seleção italiana fica próxima da classificação, isso porque irá enfrentar a seleção japonesa, que vem pressionada por conta da derrota para o Brasil, caso vença, a Itália joga contra o Brasil pelo primeiro lugar, se depender de Balotelli, a sua seleção vai longe nesta Copa. Ao México resta o tudo ou nada contra a seleção brasileira, um jogo dificílimo, acredito que a seleção campeã olímpica não conseguirá vencer o Brasil novamente, por isso, o grupo A já está praticamente definido.

Destaque: Mário Balotelli.

Ficha técnica:

Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 16 de junho de 2013, domingo

Horário: 16 horas (de Brasília)

Árbitro: Enrique Osses (Chile)

Assistentes: Carlos Astroza e Sergio Román (ambos do Chile)

Cartões amarelos: Hector Moreno, Giovani dos Santos (México). Barzagli, De Rossi, Balotelli (Itália)

GOLS:

MÉXICO: Chicharito Hernández, aos 33 minutos do primeiro tempo

ITÁLIA: Pirlo, aos 26 minutos do primeiro tempo. Balotelli, aos 32 minutos do segundo tempo

ITÁLIA: Buffon; Abate, Chiellini, Barzagli e De Sciglio; Pirlo, De Rossi, Montolivo, Giaccherini (Aquilani) e Marchisio (Cerci); Balotelli (Gilardino)
Técnico: Cesare Prandelli

MÉXICO: Corona; Flores, Francisco Rodríguez, Héctor Moreno e Salcido; Torrado, Aquino (Hiram Mier), Guardado e Zavala (Raul Gimenez); Giovani dos Santos e Chicharito Hernández


Técnico: José Manuel de La Torre