sábado, 29 de junho de 2013

Fim da Guerra Fria! Brasil e Espanha vão se confrontar

Final dos sonhos, aquele jogo que há tempos todos queriam ver, o duelo da maior seleção da história do futebol, contra a melhor seleção da atualidade. Brasil e Espanha farão uma final digna de Maracanã, o mundo vai parar para a grande final da Copa das Confederações 2013, a melhor da história no quesito disputa e técnica. As duas seleções já se enfrentaram duas vezes em copas do mundo, com uma vitória para ambos os lados, o primeiro duelo foi vencido pela Fúria, 3 a 1 no mundial de 1934. Em 1950, na Copa do Mundo do Brasil, a seleção canarinho goleou por 6 a 1 os espanhóis, hoje sabemos que essa diferença de qualidade é praticamente igual ou até melhor para o lado espanhol, um tira-teima que ficará para a história.
Brasil e Espanha farão o jogo do ano. (Tribuna do Cisco)

Brasil:

Paulinho e Neymar, os melhores do Brasil no torneio.
(Marcos Ribolli)
No início, a seleção de Luiz Felipe Scolari entrou bastante desacreditada, com um bom futebol a ser provado, empatou um amistoso preparatório contra a Inglaterra, e goleou a França no último jogo de preparação. A copa começou e trouxe grandes alegrias para os críticos, torcedores e a própria comissão técnica, a seleção passou fácil por Japão, México e, até mesmo a seleção italiana, com excelentes partidas de Neymar e Cia. O confronto contra o Uruguai foi muito complicado, mas dele deu para tirar lições e reflexões no que realmente a seleção poderá esperar na Copa do Mundo do ano que vem, 2 a 1 sofrido e vaga na final contra a Espanha.

Felipão deve manter o mesmo time que vem jogando, com Hulk, Fred e Neymar no ataque, os laterais atacando e Paulinho e Luiz Gustavo segunrando as pontas na defesa, o goleiro Júlio César conseguiu se firmar no gol e é um dos grandes jogadores do torneio, a grande preocupação é com o número de faltas que o time tem cometido e as falhas da defesa, David Luiz vacilou em cometer o pênalti em Lugano, e Thiago Silva no gol de Cavani. No mais, o Brasil deixou de ser um time desacreditado e entra com chances iguais a seleção espanhola para conquistar o tetra da Copa das Confederações.

Time base:

Júlio César – Daniel Alves – Thiago Silva – David Luiz – Marcelo – Luiz Gustavo – Paulinho – Oscar – Hulk – Fred – Neymar.
Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Espanha:

Torres é o artilheiro da copa. (AFP)
Campeã mundial e bicampeã européia, a seleção espanhola entra como grande favorita na final, Vicente Del Bosque, humilde como sempre, prega muito respeito ao adversário e admitiu as falhas de sua seleção, Espanha que não vem encantando no torneio. É notável que a seleção não apresentou um bom futebol na última Eurocopa, foi até bastante criticada e vaiada pelos torcedores, fato que deixou os jogadores revoltados e descontaram na pobre seleção italiana, com um futebol de primeira, a Fúria goleou a Azzurra por 4 a 0. Contudo a campanha da seleção de Del Bosque foi boa, com vitórias para cima do Uruguai na estreia, goleada tranqüila sobre os amadores taitianos e uma vitória insegura para cima da Nigéria.

Na semifinal, os espanhóis reeditaram a final da UEFA Euro 2012, só que dessa vez, a Itália entrou bem mais focada, assustando e até se sobressaindo, por pouco, para ser mais preciso, uma bola na trave e um pênalti perdido tirou a Azzurra da grande final. A Espanha não tem jogado bem, os próprios jogadores assumem tal dificuldade, todavia eles sabem que é só uma questão de adaptação e desgaste. Fernando Torres disse que a Espanha atual é o Brasil de antigamente, aumentando mais ainda a rivalidade e deixando todos mais ansiosos para o confronto. Apesar de mudar o time a cada jogo, Del Bosque deve manter a base que enfrentou a Itália, a grande dúvida permanece no ataque, o titular Soldado estará 100% para começar jogando? Na dúvida, El Niño deverá ficar com a vaga. Outro ponto positivo é o banco espanhol, que é repleto de jogadores renomados e pronto para dar conta do recado.


Time base:

Casillas – Arbeloa – Piqué – Sérgio Ramos – Alba – Busquets – Xavi – Iniesta – Pedro – Soldado (Torres) – Fàbregas.

Técnico: Vicente Del Bosque.

Palpite: Espanha.

Um jogo muito esperado, Espanha e Brasil se enfrentam amanhã às 19:00 no Maracanã, o mundo vai parar para assistir o tira-teima tão desejado por todos, vale a pena ficar ligado.