sábado, 25 de maio de 2013

UFC 160: O futuro de três brasileiros em jogo.



Salve galera!! Hoje temos um dos sábados mais esportivos do ano! Começando com fórmula 1, tendo a final da UCL à tarde (o que já foi comentado aqui na Tribuna) e finalizando com o UFC 160. E finalizar é uma palavra que se encaixa muito bem com o esporte, principalmente num evento tão importante como o de hoje, que decidirá o futuro de três brasileiros na franquia. Las Vegas, a capital dos eventos de lutas, será a sede deste evento e as expectativas são as maiores possíveis pois o card principal está sensacional, envolvendo lutas bem casadas e que têm tudo para agradar aos olhos dos espectadores.
Poster Oficial (UFC.com)


Antes de falar sobre as bombásticas duas lutas principais da noite, farei menção a um dos principais lutadores tupiniquim no evento que quase não é mencionado em portais não especializado no mundo das lutas, Glover Teixeira. Se perguntarem por  um brasileiro que poderia desafiar e dar trabalho ao atual campeão Jon Jones, a maioria falaria Lyoto Machida sem nem pensar duas vezes. Porém, a verdade é que Glover é um lutador em que nós apostamos muitas fichas, vindo de uma invencibilidade de 18 combates, Glover é um artista completo, duríssimo e que merece muito holofotes em cima deles, pois é uma das grandes esperanças em se tornar aquele que dê trabalho ao atual campeão dos meio-pesados. Porém, atenção para a luta, que não vai ser fácil, mas só quem tem a perder nela o brasileiro, pois está enfrentando um adversário substituto que chega com franco-atirador e uma derrota atrapalharia bastante sua projeção rumo ao cinturão.

Cigano busca à redenção (terra.com.br)
Partindo agora para a categoria dos pesados, duas lutas que decidirão a categoria, porque depois do evento, saberemos quem será o atual campeão e o futuro desafiante. Com muita sorte (e competência dos nossos representantes), poderemos ter uma final brasileira na próxima luta de título dos pesados, mas isso vai depender do desempenho de nossos lutadores. O primeiro a entrar no octógono será o ex-campeão Junior Cigano, voltando depois de sua primeira derrota no UFC, que acabou lhe custando à cinta. Cigano, que para muitos envergonhou a todos na última luta (comentário que eu abomino completamente, pois só quem treina sabe a dureza que é chegar a este nível), volta com um discurso de que está mais forte,  energizado, treinado e vai voltar a ser o campeão. Realmente não é difícil imaginar o catarinense no topo mais uma vez, pois ele é um cara comprometido e trabalhador, um atleta no sentido literário da palavra. Seu adversário será o duríssimo Mark Hunt, que além de ter um carisma ímpar, possui uma mão que é capaz de derrubar prédios (ou arranha-céus, caso tratemos de Stefan Struve).

O mexicano buscar manter o título. (UFC)
Na última luta da noite, teremos o também brasileiro Antônio Pezão, lutando contra o atual campeão, que já o derrotou ano passado, e contra a desconfiança, sua adversária em quase todos os combates que o paraibano fez. Pezão é um bom lutador, todos sabem de sua capacidade de nocautear e de sua força bruta, mas não tem aquela habilidade que o faz diferente de nenhum outro lutador, por isso sempre fica a dúvida na torcida de se ele será o vencedor ou o vencido. Porém, é indiscutível os feitos que ele já nos proporcionou, além de vitórias na vida (Pezão era segurança de shopping na sua cidade natal, Campina Grande), seus triunfos sobre Andrei Arlovski, Alistair Overeem e sobre o maior de todos os tempos do esporte Fedor Emelianenko. Hoje ele terá mais uma vez a chance de calar a boca e vencer a desconfiança dos que acompanham o esporte regularmente.
Se o evento principal está recheado de boas lutas, o card preliminar não acompanhou o ritmo e tem tudo para dar sono aos espectadores. Estas lutas serão transmitidas pelo Sportv, caso interesse a alguém. Meus destaques vão para o duro e invicto Khabib Nurmagomedov, que eu não sei porque não foi credenciado a lutar entre as cinco lutas principais, vai enfrentar Abel Trujillo, que lutará pela segunda vez no UFC. Atenção também para o competente wrestler Dennis Bermudez que batalhará contra Max Holloway. E por fim, um dos principais lutadores dos pesos  galo, Brian Bowles que digladiará contra George Roop.

Vamos aos palpites! No último evento, acertei quantro em cinco tentativas.

Donald Cerrone VS KJ Noons

Esta é a oportunidade de dois lutadores inconstantes ganharem mais alguns pontos para serem credenciados para lutas mais decisivas na categoria. Cerrone é muito talentoso e vem evoluindo seu jogo em pé, que era seu calcanhar de Aquiles nas primeiras pelejas, porém, continua sendo muito incisivo no seu GnP (Ground and Pound) sempre causando muitos danos aos adversários. Já Noons é um striker, dono de um poder de nocaute conhecido no esporte e de um queixo bem resistente, porém, passa um por complicado momento em sua carreira, vindo de quatro derrotas nas últimas cinco lutas. E, para a tristeza do King, acho que mais uma fará parte do seu cartel, pois não vejo ele conseguir escapar das quedas que o Cowboy vai soltar.

PALPITE: CERRONE POR NOCAUTE NO SEGUNDO ROUND

Gray Maynard VS TJ Grant

Essa luta vai ser show! Podem apostar em um combate muito movimentado de dois lutadores ótimos, principalmente depois de ser anunciado que o vencedor enfrentará o atual campeão Bendo. Maynard é um dos meus lutadores favoritos da categoria, pois além de forte e técnico é muito casca-grossa, apesar ter dez de suas doze vitórias decidida nas mãos dos juízes. Grant, que é um daqueles casos de lutadores que são magos no chão e ainda não possuem a faixa-preta, está em ascensão e tem tudo para surpreender. Se formos pela lógica, essa luta vai acabar no chão em um duelo entre um puro wrestler contra um jiu-jiteiro. Bem, a verdade é que eu vou seguir esta lógica.

PALPITE: MAYNARD POR DECISÃO UNANIME.

Glover Teixeira VS James Te Huna

Com mais uma vitória, Glover ficar próximo da disputa pela cinta (uol.com)
Se na luta anterior eu acho que o chão será o caminho da batalha, neste combate será muito difícil que isto ocorra, a não ser que um dos lutadores caia estirado no chão após um belo nocaute. Como já falado, Glover é completo e habilidade em pé, mais a potência dos seus golpes, resultam numa combinação avassaladores que vem agradando muito o chefão do UFC. Te Huna não é muito diferente neste quesito que o brasileiro, chamando a atenção do manda-chuva e ganhando uma oportunidade de ouro para almejar voos mais altos dentro da franquia americana. Para o brasileiro, acredito que enfretar o neo-zelandes o deixou mais confortável do que seu adversário planejado anteriormente, Ryan Bader, pois não teve de focar tanto seu treino na defesa de quedas. Talvez, seja até interessante Glover levar essa luta para o chão, mas seria muito surpreendente caso o pupilo de Marco Ruas e Pedro Rizzo trace esta estratégia.

PALPITE: TEIXEIRA POR NOCAUTE NO PRIMEIRO ROUND
Nunca subestime este rapaz (portaldovt.com.br)

Junior dos Santos VS Mark Hunt

O roteiro escrito para esta luta seria um duelo em pé até que um dos dois caia no chão, assim como Glover e Te Huna. Mas, pelas conversas, talvez isso não ocorra. Cigano foi muito questionado após a última derrota porque não mostrou habilidade nenhuma no solo, principalmente para um faixa-preta dos irmãos Nogueira. Esta é uma excelente oportunidade para ele justificar a condecoração, não só porque muitos já finalizaram Mark Hunt, mas porque trocar contra o neozelandês é muito arriscado. Para Hunt, a estratégia é a mesma de sempre, acertar um dos devastadores socos e ganhar por nocaute.

PALPITE: DOS SANTOS POR DECISÃO UNÂNIME.

Cain Velasquez VS Antônio Silva.

O atual campeão dos pesados vai enfrentar o gigante brasileiro pela segunda vez. Se na primeira luta ele venceu com muita facilidade, duvido que isto ocorra novamente. Pezão vai buscar manter a luta em pé pois caso a mão dele entre, Velasquez não vai ficar em pé. Porém, o mexicano é um grande wrestler e vem mostrando que suas habilidades de derrubar e castigar estão em dia. Algo que contribui para que Velasquez derrube Pezão é o fato do brasileiro ter sido dominado neste quesito contra Overeem. Na luta em pé, não vejo nenhum deles sendo muito melhor, mas sem dúvida, Pezão tem mais poder de Nocaute que Cain.

PALPITE: VELASQUEZ POR TKO NO TERCEIRO ROUND.

Apesar do palpite, que é uma previsão técnica do que ocorrerá, a Tribuna torcerá bastante pelo Paraibano! WAR PEZÃOOOOOOOOOOOOOOOO!!!!!

Passando o carro no maior de todos os tempos!