domingo, 12 de maio de 2013

À la Barcelona


Voltando após semanas de folga, a Fórmula 1 desembarcou em Barcelona, o Grande Prêmio da Espanha nos reservou grandes surpresas, como por exemplo a dobradinha da Mercedes na super pole, Nico Rosberg largou na frente, seguido por Lewis Hamilton. Favorito ao título, Sebastian Vettel só largou em quarto, o piloto da RBR tem provado que não só tenho um carro bom, e sim um grande talento. Felipe Massa conseguiu ficar em sexto, mas acabou punido e caindo para a nona colocação, lamentável.
Fernando Alonso vence em sua casa. (AFP/Tribuna do Cisco)

A largada foi fora de série, Vettel pisou no acelerador e pulou de quarto para a segunda colocação, Alonso, dono da casa, também largou muito bem e Rosberg manteve a ponta. Todos nós vemos Kimi Raikkonen arrebentando com sua Lotus, mas a equipe hoje deixou a desejar com o parceiro do finlandês, o francês sem cérebro Romain Grosjean perdeu a suspensão e viu sua equipe lhe abandonar na pista, foi o fim da corrida para o piloto.

Embalado por correr em seu país, Alonso contou com uma boa estratégia da Ferrari, foi primeiro aos boxes, ganhou a posição de Vettel e acelerou pra cima de Rosberg, sem chances para o alemão da Mercedes, o espanhol liderava a prova. A cena curiosa da prova foi o acidente nos boxes, os pilotos Hulk e Vergne protagonizaram um momento hilário, um foi entrando nos boxes e o outro foi saindo e acabaram se chocando, mas graças a Deus, nada grave.
Festa em Barcelona, Alonso vence!
(Marca/Tribuna do Cisco)

Na metade da prova, Alonso foi ao pit stop e acabou deixando a ponta com Raikkonen, foi só questão de tempo para o espanhol mostrar seu brilho e recuperou o topo do GP, foi para não soltar mais. Felipe Massa, que foi punido e teve que largar em nono foi muito bem, o piloto brasileiro surpreendeu e pisou fundo em busca de um pódio, de maneira surreal, o Felipe chegou a segunda colocação, porém a Ferrari, mais uma vez, errou na estratégia e o brasileiro ainda segurou a terceira posição, um feito para se comemorar muito entre nós brasileiros e amantes do automobilismo.

Com a vitória em sua casa, Fernando Alonso se estabiliza na temporada, ele é terceiro colocado com 72 pontos, sendo 2 vitórias e 3 pódios. Vettel foi quarto colocado na Espanha, mas o alemão ainda liderava o mundial com 89 pontos, 2 vitórias e 3 pódios. Frio e discreto como sempre, Raikkonen foi segundo em Barcelona, é segundo no mundial com 1 vitória e 4 pódios, o finlandês vai sempre beliscando um lugar entre os três primeiros. A F1 volta em duas semanas, no lendário e épico Grande Prêmio de Monte Carlo, em Mônaco.

A classificação final no GP de Barcelona:

1 - Fernando Alonso (ESP/Ferrari) - 66 voltas, em 1h39m16s596
2 - Kimi Raikkonen (FIN/Lotus) - a 9s300
3 - Felipe Massa (BRA/Ferrari) - a 26s00
4 - Sebastian Vettel (ALE/RBR) - a 38s200
5 - Mark Webber (AUS/RBR) - a 47s900
6 - Nico Rosberg (ALE/Mercedes) - a 1m08s000
7 - Paul di Resta (ESC/Force India) - a 1m08s900
8 - Jenson Button (ING/McLaren) - a 1m19s500
9 - Sergio Pérez (MEX/McLaren) - a 1m21s700
10 - Daniel Ricciardo (AUS/STR) - a 1 volta
11 - Esteban Gutiérrez (MEX/Sauber) - a 1 volta
12 - Lewis Hamilton (ING/Mercedes) - a 1 volta
13 - Adrian Sutil (ALE/Force India) - a 1 volta
14 - Pastor Maldonado (VEN/Williams) - a 1 volta
15 - Nico Hulkenberg (ALE/Sauber) - a 1 volta
16 - Valteri Bottas (FIN/Williams) - a 1 volta
17 - Charles Pic (FRA/Caterham) - a 1 volta
18 - Jules Bianchi (FRA/Marussia) -  a 2 voltas
19 - Max Chilton (ING/Marussia) -  a 2 voltas

Não completaram a prova:

Jean-Eric Vergne (FRA/STR) - acidente (volta 52)
Giedo van der Garde (HOL/Caterham) - roda solta (volta 21)
Romain Grosjean (FRA/Lotus) - quebra da suspensão (volta 8)