quarta-feira, 3 de abril de 2013

Real na semi e Dortmund muito próximo

Ronaldo marca mais um pelo
Real Madrid. (Reuters/Tribuna do Cisco)

       Encerrando os jogos de ida das quartas de final da Liga dos Campeões, o Real recebeu a zebra Galatasaray e como havíamos previsto, o time merengue passeou e praticamente garantiu a vaga em mais uma semifinal. Mourinho colocou o que tinha de melhor, com exceção da permanência de Fábio Coentrão no time titular, após problemas de indisciplina, o brasileiro Marcelo nunca mais voltou a ter o mesmo prestigio com o chefão do Madrid.
        O Galatasaray foi muito ousado e foi para cima do Real, uma estratégia arriscada e perigosa, logo aos oito minutos do primeiro tempo, Cristiano Ronaldo recebeu na medida de Ozil e encobriu bonito o goleiro Muslera, 1 a 0 para o Real. Nem Sneijder, nem Drogba e nem Yilmaz ajudaram o time turco a empatar o jogo e o artilheiro e revelção do torneio simulou uma falta e acabou levando um cartão amarelo que lhe tira do jogo de volta.

        Benzema não faz uma temporada brilhante, mas o jogo serviu para melhorar seu retrospecto, Essien cruzou e o atacante francês dominou e tocou no canto do gol de Muslera, 2 a 0 para os madrilenhos que mataram o jogo na primeira etapa.
        O brasileiro Felipe Melo fez uma boa partida, sendo o grande destaque da equipe turca na segunda etapa, deu bons chutes, mas nada que assustasse Diego López, que assistiu o jogo de camarote. Gonzalo Higuaín entrou no lugar de Benzema, ampliou o placar e deu números finais ao encontro.
        O 3 a 0 coloca o Real Madrid numa situação bastante confortável, já se pode dizer que o time espanhol é o primeiro semifinalista da Liga dos Campeões 2012/2013, Mourinho realmente tem o que comemorar.
        No duelo das sensações da Champions, o Málaga recebeu o fortíssimo Borussia Dortmund. A atmosfera era muito boa, espanhóis e alemães mostraram o que tinham de melhor, porém a soberania é sem dúvida alemã.
Isco não conseguiu marcar e ficou difícil para o Málaga. (AFP/Tribuna do Cisco)
        Contudo as equipes tiveram grandes chances de abrir o placar e liquidar a fatura, pois o jogo foi muito estudado e os times estavam um tanto quanto fechados. A grande revelação alemã Mario Gotze teve muitas oportunidades de marcar, entretanto desperdiçou os lances, coisa que ele não costuma fazer.
        No segundo tempo, o jogo continuou movimentado, mas com pouca objetividade e os gols acabaram ficando para o jogo da semana que vem em Dortmund. O time de Jurgen Klopp decidirá em casa e por isso leva a vantagem, além disso tem um time muito melhor. Já os time de Manuel Pellegrini precisa principalmente marcar um gol na Alemanha, abrindo o placar, o Málaga pode colocar bastante pressão nos alemães. Na próxima semana, os jogos de volta vão embalar nossa semana, a Tribuna segue de olho no maior torneio de futebol do planeta.