segunda-feira, 11 de março de 2013

Brasil na América: 4º Episódio

Ronaldinho, o cara da Libertadores 2013. (AP)

Grêmio 4 x 1 Caracas: Abrindo a semana na Libertadores da América, o Grêmio recebeu o Caracas em sua Arena, apesar das polêmicas, o estádio foi liberado e o tricolor realmente se sentiu em casa. Zé Roberto fez uma apresentação impecável e ao fim do jogo, cavou uma vaga na seleção de Felipão, vale lembrar que o mesmo Zé Roberto recusou a convocação de Dunga em épocas atrás, será que o camisa 10 voltou atrás?

Com uma adaptação imediata, Hernán Barcos abriu o placar para o time do professor Luxa, graças a uma cobrança de falta de Zé Roberto. O Caracas é um time muito limitado e praticamente assistia o Grêmio jogar, Grêmio esse que ampliou em mais uma boa assistência de Zé Roberto, dessa vez, o zagueiro Werley foi quem marcou.
Na segunda etapa, ao contrário do primeiro gol, Barcos deu uma linda assistência para Zé, que driblou o goleiro e já estava 3 a 0. O Caracas descontou com Sánchez e assutou a torcida imortal, porém, não passou de um susto e o Grêmio fechou o placar com Zé Roberto, 4 a 1 e fim de papo.
Os Imortais vencem na Arena e mantém o favoritismo em um grupo difícil. (Lucas Uebel)
O Grêmio é vice líder do grupo 8, entretanto, tem um jogo a menos que o líder Fluminense e por isso, deverá assumir a liderança do grupo.

Fluminense 1 x 1 Huachipato: Empolgado com a virada no Chile, o Fluminense recebeu o Huachipato para se distanciar dos demais no grupo 8, todavia, o tricolor carioca encontrou mais dificuldades do que no jogo de ida. Muito abaixo do esperado, o Fluzão jogou com muita preguiça e estava muito acomodado, porém, conseguiu marcar. Numa lambança do time chileno, a bola sobrou para Deco, que foi derrubado e o árbitro marcou pênalti, Fred, que de bobo não tem nada, abriu o marcador.
Mesmo marcando, Fred não conseguiu levar o
Flu a vitória. (Marcelo Theobald)
Feito o gol, o time de Abel Braga relaxou e deixou o ataque para segundo plano, a partida ficou monótona e pragmática e o time chileno, se aproveitando do descanso tricolor, empatou a partida na segunda etapa, com Núñez, que chutou forte para empatar. Buscando a mesma solução que usou na partida no Chile, Abel colocou Wagner em campo, mas o meia não jogou bem e foi isso.
O Flu lidera o grupo, mas deverá perder o posto para o Grêmio, que tem um jogo a menos, apesar do empate, o time carioca pode e deve se classificar para a próxima fase, mesmo que seja em segundo.

Tigre 1 x 0 Palmeiras: Após ser derrotado com facilidade pelo Libertad, o Palmeiras tentou juntar os cacos e se recuperar a tempo no grupo. O cenário estava pronto, o adversário era o limitado Tigre, time argentino que ficou famoso por ter se recusado a voltar para o jogo contra o São Paulo na final da Copa Sul-americana. Entretanto, a vitória não passou de um mero sonho, que por muito pouco o atacante Kléber não tornou em realidade, por muito pouco, o cara tentou se consagrar e sozinho tentou driblar todo mundo, quase conseguiu, mas em vez de passa a bola, terminou perdendo a bola e a chance de vitória palmeirense.
O pior de tudo, é que a chance clara de Kléber marcar o gol foi nos finamentos da partida e todo mundo já se esperava pelo apito final e pelo um 0 a 0 sem sal, todavia, o jogo só termina quando o árbitro encerra seu serviço e o Tigre surpreendeu e achou o gol salvador para o time argentino, um grande balde de água fria.
O Verdão agora é terceiro do grupo 2, com apenas 3 pontos, o Libertad lidera com 7 pontos, o Cristal é segundo com 4 e o Tigre é o lanterna com a mesma pontuação do Palmeiras, que ainda briga por uma vaga nas oitavas de final, o sonho ainda é possível, mas outros vacilos não serão perdoados e o time paulista terá de correr.l

Tijuana 1 x 0 Corinthians: Invicto há dezessete jogos na Taça Libertadores, o Corinthians foi até o México enfrentar uma das sensações dessa edição do torneio, o Tijuana. O gramado artificial atrapalhou bastante o time paulista e assim como o Palmeiras, o Timão saiu de campo com um revés.
Pato viu a invencibilidade do Timão ir
por água abaixo. (AP)
O Corinthians, que não vem jogando tão bem na temporada e, apesar de contar com as estrelas Alexandre Pato e Renato Augusto em campo, os comandados de Tite falharam. Com um primeiro tempo muito abaixo do esperado, o segundo tempo foi fundamental, porque o Corinthians não conseguiu se soltar para o jogo e o Tijuana se precaveu para não ser derrotado pelo time campeão do mundo.
Aos 20 minutos da etapa final, o jogador Arce lançou e, numa posição duvidosa Aguilar desviou e Gandolfi decretou a vitória mexicana, o Tijuana, a sensação da Libertadores, segue 100% no campeonato, time muito bom.
O Timão ainda precisa entrosar para enfim, fazer uma boa partida nessa temporada, contudo, o alvinegro não deverá encontrar problemas para se classificar.

Perdendo muitos gols, o Fabuloso ouviu muitas vaias
no Morumbi. (Arena)
São Paulo 1 x 1 Arsenal: Depois de conseguir uma vitória dramática na segunda rodada sobre o The Strongest, o São Paulo tinha tudo a favor para vencer o Arsenal no Morumbi. Tudo ficou mais fácil quando Jadson abriu o placar no fim do primeiro tempo, o tricolor necessitava de um adversário com o Tigre, que não retornasse ao segundo tempo, porém, não foi isso que aconteceu.
Logo aos quatro minutos do segundo tempo, Benedetto empatou a peleja e a torcida do São Paulo se calou no Morumbi. O time de Ney Franco parecia nervoso e ainda ouvia vaias de sua própria torcida, sem dúvida, as vaias atrapalharam os jogadores, incluindo o Luis Fabiano, que perdeu gols incríveis e foi isso, empate por 1 a 1 e o tricolor paulista está a perigo no grupo 3 da Libertadores, apesar de ainda ser vice líder.

Atlético Mineiro 2 x 1 The Strongest: É hora do show! O grande time da primeira fase do campeonato é brasileiro, o Atlético Mineiro está arrasando com o grupo 3, após vencer o clássico contra o São Paulo, ir a Argentina e golear o Arsenal, o galo mineiro recebeu os bolivianos do The Strongest e novamente saiu com os três pontos.
Em mais outra partida ousada de Ronaldinho, Tardelli, Jô e Bernard, o Atlético sobrou em campo, persistiu até o gol sair no segundo tempo. Jô abriu o marcador com uma bela assistência do R10, o êxtase tomou conta da Arena Independência, o caldeirão do galo.
Minutos depois, Ronaldinho deu um passe sensacional, excepcional e mítico para o veloz Marcos Rocha, que foi derrubado dentro da área, pênalti! Ronaldinho cobrou e marcou, 2 a 0 para o Atlético. No último suspiro, o The Strongest gnahou um escanteio e na cobrança, a bola sobrou para Melgar, que sem querer, descontou para o seu time, 2 a 1 e ponto final.
O galo está a uma vitória da classificação, vai brigar pelo primeiro lugar geral, já o The Strongest deu sorte graças ao empate do São Paulo contra o Arsenal e ainda briga pela vaga, na próxima semana, retornamos com mais um episódio da jornada dos times brasileiros na briga pela Taça Libertadores da América.