sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Brasil na América: 1° Episódio


A fase grupos da Taça Libertadores da América começou e alguns clubes que representam o Brasil entraram em campo. Com exceção do atual campeão, o Corinthians, Fluminense, São Paulo, Atlético Mineiro, Grêmio e Palmeiras estrearam. Uns decepcionaram e outros confirmaram sua força para seguir e provar que são favoritos ao título do maior campeonato da América.
O matador Fred não perdoa o Caracas e garante a vitória do Flu. (AP)

Atlético Mineiro 2 X 1 São Paulo: Logo na estreia, um clássico do futebol nacional, Atlético Mineiro recebeu o São Paulo, campeão da Copa Sulamericana 2012, na Arena Independência. Em sua casa, o galo mineiro não tomou conhecimento do tricolor e logo abriu o placar, isso graças a malandragem do mítico Ronaldinho Gaúcho, que fez uma ótima partida e deu a assistência para Jô abrir o placar. O gaúcho estava impossível e na segunda etapa deu uma bela assistência ao zagueiro Réver, que cabeceou com precisão e ampliou para o Atlético.
Jô e R10 em sua comemoração característica. (Lucas Prates)
        O São Paulo, que tem grande elenco, mostrou força e garra e por pouco não empatou o jogo, diminuiu com a jovem revelação Aloísio. Luís Fabiano e Ganso tiveram boas oportunidades para empatar e peleja, mas não deram sorte e ficou por isso mesmo.
O Atlético largou muito bem, venceu um rival direto e promete ser imbatível na Arena Independência. Apesar da derrota, o São Paulo deverá se recuperar no grupo, pois tem um time muito forte e jogadores que podem decidir a favor do tricolor. Na próxima rodada, o galo vai a Sarandí enfrentar o Arsenal e o São Paulo recebe o The Strongest da Bolívia, ótimas oportunidades para os brasileiros despontarem.

Caracas 0 x 1 Fluminense: O campeão brasileiro foi até a capital venezuelana enfrentar o Caracas, com um futebol pragmático, mas fatal, o tricolor logo marcou com o artilheiro Fred, depois do gol, o Fluzão se defendeu até o fim da partida. O Caracas teve grandes chances para empatar, porém, desperdiçou e fracassou todas as oportunidades. Com isso, o Fluminense largou na frente e não deverá ter problemas no grupo 8, apesar de ser um grupo bastante difícil, o time agora recebe o Grêmio no Engenhão.

Barcos marcou, mas o Grêmio decepcionou
na estreia. (Lucas Uebel)
Grêmio 1 x 2 Huachipato: Uma verdadeira decepção foi a estreia do tricolor gaúcho, que recebeu o campeão chileno Huachipato e se deu mal. Mesmo reforçado de estrelas como Vargas, Barcos, André Santos e Welliton, o time do Luxa jogou muito mal e pecou bastante em suas tentativas de gol. O time chileno aproveitou os contra-ataques e abriu o placar. O Grêmio ficou bastante nervoso e não conseguiu sair para o jogo, muito esquisito, porque o elenco conta com a experiência de Cris, Zé Roberto e Elano.
        No início da segunda etapa, o Huachipato ampliou a vantagem e decretou a boa vitória na estreia, e mais num grupo tão complicado. O Grêmio ainda diminuiu num pênalti cobrado pelo estreante Barcos, mas era tarde demais.
        O tricolor terá uma difícil missão já na próxima semana, duelará contra o campeão brasileiro, o Fluminense. O Huachipato recebe o Caracas e poderá arrancar no grupo da morte da Libertadores.

Palmeiras 2 x 1 Sporting Cristal: O último dos brasileiros a jogar nessa semana, o verdão entrou em campo desacreditado, é o time brasileiro mais enfraquecido no torneio, ainda mais com a perda do Pirata Barcos. Apesar de sofrido, o elenco palmeirense mostrou muita raça e sangue nos olhos e não tomou conhecimento do Sporting Cristal. Foi para cima, venceu quase todas as divididas e abriu o placar com o zagueiro artilheiro Henrique.
        O Cristal empatou no início do segundo tempo, o recém chegado lateral esquerdo Marcelo Oliveira fez pênalti no adversário e o árbitro não deixou passar o lance, foi o empate do time peruano, apesar de que Prass por pouco não defendeu a penalidade.
        Com suor e raça, o Verdão voltou a frente e venceu o jogo com um belo gol de Patrick Vieira, um jogo duríssimo, mas o Palmeiras passou bem da primeira batalha da guerra. O time paulista agora viajará para o Paraguai e irá enfrentar o Libertad, jogo duro.
Jogadores abraçam a causa e suam para levar o Verdão a vitória no duelo contra o Sporting Cristal. (Reuters)
    
Na próxima semana, três clubes brasileiros entram em campo pela Taça Libertadores, Fluminense enfrenta o Grêmio no Engenhão, um clássico nacional. E a maior esperança para o Brasil na Libertadores estreia também na próxima quarta, o Corinthians, vai até a Bolívia enfrentar o San José. Reforçado e com um grande elenco, o Timão brigará forte pelo bi da América.