domingo, 6 de janeiro de 2013

Precisa haver eleição?


Nesta segunda ocorrerá a entrega do Prêmio de melhor jogador do mundo da FIFA, tanto no masculino, quanto no feminino, além do prêmio de melhor técnico. Os craques já estão em Zurique, sede da entidade para a grande festa de amanhã, entre as mulheres, a brasileira Marta tenta conquistar o prêmio pela sexta vez, batendo o próprio recorde, disputando com a brasileira estão duas americanas, a primeira, mais experiente é Abby Wambach, uma jogadora mais técnica, que deve ficar apenas com a terceira colocação.
Três craques, porém, Messi conquistará seu quarto título de melhor do Mundo (Tribuna do Cisco)
O grande perigo para Marta é a jovem Alex Morgan, jogadora habilidosa, técnica e decisiva, Morgan foi muito importante no título das Olimpíadas de Londres pelos Estados Unidos, o que a coloca como grande favorita a conquista do prêmio.
Entre os técnicos, três grandioso mestres, Pep Guardiola, que só conquistou a Copa do Rei no ano passado, deixou o Barcelona e tirou a temporada para descansar, atitude que deveria ser repensada pelo melhor técnico da temporada passada. José Mourinho, que conseguiu recolocar o Real Madrid no topo de seu país, porém, permaneceu no erro na Liga dos Campeões, caindo mais uma vez na fase semifinal, dessa vez, o Real foi eliminado pelo Bayern de Munique.
Entre as mulheres, a musa Alex Morgan deve faturar o prêmio. (Tribuna do Cisco)
E por último, o grande treinador da seleção espanhola, Vicente Del Bosque, que seguiu com o projeto e levou o seu selecionado ao título da UEFA Euro 2012, com o mesmo futebol, que segue em ascensão, despachou todos os seus adversários, faturando o título com uma sonora goleada sobre a Itália por 4 a 0. Por isso, Del Bosque é quem deve levar o prêmio.
Vicente Del Bosque foi o grande
técnico em 2012. (FIFA.com)
Enfim, chegamos a disputa entre os melhores no masculino, Messi, Cristiano Ronaldo ou Iniesta? Realmente, alguém tem alguma dúvida quanto ao vencedor? Mesmo só conquistando um título na última temporada, o argentino bateu mais um recorde, dessa vez, o baixinho conseguiu bater a marca impressionante do alemão Gerd Muller e se tornou o maior artilheiro da história do futebol em um só ano, 91 gols, excepcional.
É por essas e outras que Messi deve e vai faturar o prêmio e é também por isso, que sempre comparam o argentino com o Pelé, comparação completamente inútil, no meu ponto de vista, é claro. Seguindo, Cristiano Ronaldo também fez uma temporada encantadora, conquistou o título espanhol, chegou a semifinal da Euro e da Champions, porém, assim como na artilharia de La Liga, o português ficará em segundo, atrás de Messi, mas, é inegável falar que o cara também é um mito.
Difícil, mas Neymar concorre ao bi do
Prêmio Puskas. (UOL)
O terceiro candidato foi o craque da UEFA Euro 2012 e também foi eleito o melhor jogador da Europa da última temporada, trata-se de Andrés Iniesta, o jovem velocista do Barcelona também fez sua melhor temporada da carreira, porém, assim como Messi, não conseguiu levar o Barça ao título nacional, nem ao europeu. Contudo, estar presenta nessa lista, já é uma grande conquista para Iniesta.
O último brasileiro a disputar o Prêmio foi Kaká, que venceu no ano de 2007, quando colocou o Milan no topo do mundo, contudo, um brasileiro vem concorrendo desde o ano passado e esse ano também irá disputar o Prêmio Puskas, Neymar conquistou o prêmio no ano passado após marcar aquele gol antológico contra o Flamengo e nesse ano, o brasuca concorre contra Falcão García (Atlético de Madrid – Colômbia) e Miroslav Stoch (Fenerbahce – Eslováquia). A Tribuna está na torcida por mais um prêmio de Neymar, o craque brasileiro da atualidade.

Palpites:

Melhor jogador do mundo: Lionel Messi

Melhor jogadora do mundo: Alex Morgan

Melhor técnico: Vicente Del Bosque

Prêmio Puskas: Falcão Garcia