sábado, 29 de dezembro de 2012

UFC 155: Um duelo de peso para fechar o ano.

Um salve a todos e melhores desejos possíveis neste ano que está por vir. Hoje teremos a última edição do UFC deste ano, e Dana White não deixou a desejar (ou melhor, poderia ter feito um super card) e colocou uma disputa de cinturão para presentear todos os fãs e nos deixar em frente da televisão nesta madrugada. Junior Cigano dos Santos e Cain Velasquez vão duelar mais uma vez para mostrar quem é o melhor lutador da categoria dos pesados. Essa será a segunda defesa do brasileiro e a segunda vez que ele enfrenta Cain, lembrando que Cigano o derrotou para se tornar o campeão do UFC.
Poster Oficial. (UFC)
Se a categoria dos pesados já foi sinônimo de equilíbrio, hoje não é mais. Cigano, Velasquez e Overeem (quando não pego no anti-doping), criaram uma espécie de triunvirato e não são ameaçados pelos demais concorrentes. Fabrício Werdum é o que se encontra mais próximo de entrar neste seleto grupo, Frank Mir e Shane Carwin também nunca são lutadores a serem menosprezados, mas a decadência já está batendo na porta de ambos há um tempo. Por fim, ainda temos Roy Nelson que é... Nelson! Por isso, talvez hoje Cigano enfrente seu maior adversário mais uma vez, pois Velasquez veio de uma lesão no joelho e estava há mais de um ano sem lutar. Agora será diferente, Velasquez está saudável e provavelmente não arriscará uma luta em pé franca, impondo seu jogo de quedas. Aliás, a defesa de quedas do brasileiro será o diferencial para vermos o resultado da peleja.

Cain e seu famoso protetor nas cores do México.
No card preliminar, poucas lutas interessantes. Eu destaco o perigoso inglês Brad Pickett e suas mãos pesadas contra o americano Eddie Wineland, que também se mostra muito confortável na luta em pé. Ainda teremos o promotor de excelentes lutas Melvin Guilard contra o também ótimo lutador Jamie Varner. Por fim, destaco Chris Cariaso que enfrentará um dos grandes nomes da categoria dos moscas, John Moraga.

Vamos aos palpites. Na última, eu acertei 2 de 4 porque uma das lutas foi cancelada.

DEREK BRUNSON VS CHRIS LEBEN
Aqui teremos uma luta que não será uma exibição de monstros da técnica, mas de guerreiros. Outro detalhe interessante é que o primeiro fará sua estreia no UFC. O segundo fará sua primeira luta depois da suspensão por doping. Essa luta vai ser agitada, muito! E não consigo imaginar situações favoráveis em que eu coloco um favorito nesta luta. Leben é um cara que gosta mais da trocação franca, as vezes, até demais. Brunson parece ser mais comedito de procura encaixar seu jogo de forma que facilite para o adversário, alguém menos explosivo. Sinceramente, estou curioso para ver o final disso.

PALPITE: BRUNSON POR NOCAUTE NO SEGUNDO ROUND

YUSHIN OKAMI VS ALAN BELCHER
Se na primeira luta vai sobrar coração, nessa, acho que será o oposto. Acho que Okami se enquadra muito no lutador amarrão, não chega a ser um Jon Fitch da vida, mas o Japones quase nunca nos dar espetáculo. Não que ele seja ruim, longe disso, ele é um bom lutador, mas não tem um baixo poder de nocaute e não é especialista de solo. Já Belcher é mais completo, mais violento, mais incisivo em suas investidas, já chegou próximo de disputar o cinturão com AS mas não conseguiu devido uma série de lesões. Belcher vem de quatro triunfos seguidos e aparenta ter evoluído bastante, uma vitória hoje, o classificará como um potencial desafiante ao cinturão.

PALPITE: BELCHER POR NOCAUTE NO PRIMEIRO ROUND.

COSTA PHILLIPPOU VS TIM BOETSCH
Essa, sem dúvida, será a luta mais chata da noite. Costa é um cara que joga na decisão, sempre, muito estrategista e preso a sempre tentar fazer aquele jogo de quedas. Tim Boetsch vem surpreendendo a todos nessa categoria, ele virou uma luta perdida contra Okami e derrotou aquele foi contratado para ameaçar Anderson Silva, Héctor Lombard de forma incontestável. Por sinal, nunca é demais lembrar que o americano ainda está invicto na categoria e tem ganhado muitos elogios de Dana White. Eu acredito que o americano vai tentar manter a luta em pé e aniquilar as quedas do cipriota.

PALPITE: BOETSCH POR DECISÃO UNÂNIME.

JIM MILLER VS JOE LAUZON      
Lauzon e seu costume de levar braços para casa.
O octógono vai virar um tatame para esse próximo duelo, aliás, por mim, ambos lutariam de kimono. Jim Miller e Joe Lauzon não são apenas mestres no BJJ, eles conseguiram trazer as habilidades para o MMA de uma maneira que parece simples. Miller, é um dos melhores da categoria, não conseguiu ainda ter um boom porque não melhorou muito seu jogo em pé e não precisamos mencionar suas habilidades no chão. Lauzon engana muito pela sua cara de menino, mas, ele é agressivo! Que essa luta vai terminar com finalização, eu não tenho dúvida, mas, algo influenciará muito o meu palpite, Miller só foi finalizado uma vez na carreira, mesmo Lauzon tendo um BJJ melhor que Nate Diaz, isso é para ser levado em conta.

PALPITE: MILLER POR FINALIZAÇÃO NO PRIMEIRO ROUND.

JUNIOR DOS SANTOS VS CAIN VELASQUEZ
Na torcida pelo campeão!
A música de Rocky terá que incentiva ainda mais o brasileiro hoje, pois, seu adversário merece muito respeito! Cigano não vai mudar a estratégia, mas vai encarar um adversário muito mais preparado do que aquele que ele enfrentou ano passado. Podem se perguntar, “se ele sempre vai para o boxe, por que ninguém se prepara?”. A resposta é simples, o boxe de cigano não deixar a desejar em nenhum quesito contra os pugilistas profissionais, e isso pesa, ou melhor, suas mãos pesam muito. Mas Velasquez já mostrou contra Pezão que não está pra brincadeira. O Mexicano está 100% e vai vir com tudo para cima do brasileiro, pronto para um grande duelo. Acredito piamente que ele vai tentar buscar as quedas e impor seu violentíssimo ground and Pound. Caso Cigano não consiga defender as quedas, será uma excelente oportunidade para ele mostrar sua recém adquirida faixa preta de BJJ, pois se ele não conseguir, vai ser bastante castigado.

PALPITE: CIGANO POR NOCAUTE NO TERCEIRO ROUND.