sábado, 17 de novembro de 2012

UFC 154: O RETORNO DE QUAL GSP?


Um bom dia para todos os leitores da Tribuna do Cisco! Hoje teremos mais um evento do UFC, o 154, com disputa de cinturão e retorno de um dos maiores vendedores de Pay-per-view de todos os tempos da franquia. Para a alegria de Dana White, George Saint Pierre entrará de volta no octógono para tentar acabar com o título interino de Carlos Condit. Como sempre, todos os eventos de GSP são sediados no Canadá, desta vez, o canadense lutará na sua casa, Montreal, no Bell Center, onde o Montreal Canadiens (GO HABSSSSSS!!!!) joga suas partidas. O evento terá cinco lutas no card principal e, com certeza, já está com todas as entradas vendidas há séculos!

Poster Oficial (UFC.com)





A grande incógnita (Sherdog.com)
Mas, antes de analisar qualquer posição ou combate que teremos hoje, uma dúvida aflige todos os fãs do MMA: Qual GSP retornará? Durante sua carreira, o “Rush” ficou marcado pela grande variedade de golpes e pela sede em finalizar suas lutas. Foi assim que GSP se tornou uma celebridade aclamada no Canadá e nos EUA, sendo um dos meninos mais queridos de Dana White, a prova disso é que ele lutará pela terceira vez seguida no Canadá. GSP tem apenas duas derrotas no UFC, para dois dos lutadores mais respeitados, Matt Serra (essa figura entre uma das maiores zebras do esporte) e Matt Hughes, um dos maiores de todos os tempos. Sua evolução foi constante, depois que recuperou o cinturão do UFC, o canadense não foi nem de perto ameaçado por seus adversários nos seus confrontos, entretanto acabou se tornando um dos maiores amarrões da franquia. Muitos creditam isso ao seu treinador de estratégia, Greg Jackson, que também é o treinador de Condit. Jackson é um dos melhores formadores de atletas, mas ele não procura oferecer um espetáculo, ele só procura a vitória. É exatamente isso que vem perseguindo a carreira de GSP. Após 18 meses longe da jaula, fica a pergunta que está no título da postagem. Como eu sou um praticante de Karatê, espero que ele volte a ser o velho GSP.

Condit e seu protetor bacana (mmaconvert.com)
Sobre o Card Preliminar, lutas não muito empolgante. Como de praxe, vários canadenses escalados para os duelos. O Kickboxer Sam Scout terá o striker John Makdessi como seu oponente, para alegria dos fãs das lutas em pé, este também será o duelo entre canadenses da noite. Patrick Côté terá a chance de reverter sua péssima última apresentação contra o italiano é Alessio Sakara. Acredito piamente que o derrotado deste confronto será demitido. Teremos ainda o orgulho de El Salvador, Ivan Menjivar, buscando figurar mais uma vez entre os principais lutadores da categoria contra o russo Azamat Gashimov, estreante no UFC. Além desses combates, teremos dois duelos entre Brasil e Canadá. O primeiro será do lutador e pastor nas horas vagas Rodrigo Damm, que fará sua peleja contra Antonio Carvalho. Já Rafael dos Anjos vai busca outra boa sequencia de vitórias para poder almejar maiores desafios no UFC contra o especialista de chão Mark Bocek.

Dado os principais pontos do evento, vamos ao card principal. Venho de boas palpitadas com um (5-1) na última postagem. (Maldito Jon Fitch!)

Mark Hominick VS Pablo Garza
Cirurgia plástica do Dr. José Aldo (uol,com.br)
Um confronto da série “Por que estamos no Card Principal?”. Dois lutadores medianos, irregulares e com tudo para serem demitidos após mais uma derrota. Mark Hominick está em uma péssima sequencia de duas derrotas após lutar contra o campeão Aldo. Hominick já mostrou outras vezes ser duro, com um poder de nocaute contundente e boas habilidades no chão. Entretanto, não conseguiu mais apresentar um bom jogo e vem sofrendo na mão de seus adversários. Já seu desafiante, o americano Pablo Garza, pode ser taxado como um lutador de solo. Vindo de suas derrotas incontestáveis, Garza também busca encontrar à vitória mais uma vez. Para o duelo, acredito que Hominick encontrará uma dificuldade na diferença de altura entre eles, o que dará trabalho para o canadense encontrar a distância ideal para a disputa. Se for para o chão, acredito que Garza leve ligeira vantagem.
Palpite: HOMINICK POR NOCAUTE NO SEGUNDO ROUND.

Nick Ring VS Costa Philippou
Essa luta tem tudo para estar na série mencionada anteriormente, mas eu gosto muito de Nick Ring e seu desafiante é um cara duro. Ring, apesar de ter como origem o Muai Thai, está se mostrando um bom lutador de solo, usando da sua altura como um favorecedor nas suas posições. Já seu adversário, é conhecido por ter um bom boxe. Possuindo cinco nocautes no seu cartel, Phillippou vai querer manter a luta em pé e pressionar com seu bom jogo de socos. Mas, ele tem apresentado uma certa dificuldade contra bons derrubadores. Não consigo prever um rumo para essa luta, mas acredito que ela será bem dura.
Palpite: RING POR DECISÃO UNÂNIME.

Francis Carmont VS Tom Lawlor
Carmont está se mostrando um lutador muito talentoso dentro do UFC, ainda invicto na franquia e vindo de oito triunfos, Limitness vai ganhando espaço e já figura dentro do Card Principal. Vindo de uma país que historicamente forma bons atletas no Kickboxing e no Judo, Carmont apresenta se colocar no meio das duas artes com tendências a se sentir mais confiantes no solo. Seu adversário, o americano Tom Lawlor, nunca foi nocauteado, mas já foi finalizado. Lawlor parece ser um lutador bem equilibrado, mas ainda não demonstrou uma habilidade preponderante, que daria cara ao seu jogo de luta, parecendo um lutador feijão com arroz. Devido estes pontos, acredito que o francês é favorito para o duelo.
Palpite: CARMONT POR FINALIZAÇÃO NO PRIMEIRO ROUND.

Martin Kampmann VS Johny Hendricks
Este confronto será um show! Kampmann é um lutador completo, com uma variedade de golpes boa e muito rápido, além de ser conseguir finalizações impressionantes e inesperadas. Aparentemente, ele não é o lutador favorito de Dana White, mas é um cara muito duro e que sempre proporciona bons espetáculos para os fãs. Johny Hendricks é o novo fenômeno da categoria, com um wrestling de primeira linha e um boxe capaz de derrubar muitos adversários, incluindo o mestre da amarração Jon Fitch, sendo esse, um dos maiores favores prestados ao MMA e a Dana White. Imagino que Hendricks vai querer levar a luta ao solo o mais rápido possível, pois não o vi lutando com alguém tão rápido como o Hitman, mas não terá muitas dificuldades se a luta permanecer em pé. Caso a luta vá para o chão, Johny leva ligeira vantagem, mas, conhecendo seu adversário, ele sabe que se der algum vacilo, será finalizado. Essa é o tipo de luta que todos gostam de assistir.
Palpite: KAMPMANN POR DECISÃO UNÂNIME (Esse palpite vai mais pela torcida)

George Saint-Pierre VS Carlos Condit
GSP dispensa apresentações, até porque o início da postagem foi todo sobre ele. Mas hoje será um grande teste na carreira dele, talvez, o adversário mais duro desde sua segunda luta contra BJ Penn. Carlos Condit surgiu como uma promessa e não decepcionou em nenhum momento desde que entrou no UFC, tendo apenas um revés contra Martin Kampmann. Condit, para ganhar o direito de enfrentar o atual campeão, passou pelo idiota, mas muito bom lutador, Nick Diaz. Foi uma vitória clara, incontestável, mostrando que o também pupilo de Greg Jackson também poderia enfrentar o canadense. Sobre a luta, o que vai fazê-la tomar um rumo de disputa sem favoritos será a capacidade de Condit em aniquilar o jogo de quedas do Rush. Acho que o melhor para o esporte, nesse momento, seria uma vitória do americano.
Palpite: CONDIT POR NOCAUTE NO QUARTO ROUND