domingo, 25 de novembro de 2012

Aos trancos e barrancos lá foi ele: Tricampeão


      O Grande prêmio do Brasil, em Interlagos marcou o fim da temporada mais emocionante da história da Fórmula 1, e que corrida foi, com certeza, a melhor dos últimos anos. A prova corou o excelente trabalho da RBR e sua principal mina de ouro, o jovem Sebastian Vettel, o novo tricampeão da F1.
Vettel compartilha felicidade com seus companheiros de equipe. (Reuters)
        Logo na largada a emoção não faltou, Hamilton e Button seguiram firme, porém, o grande destaque foi Felipe Massa, largou em quinto e foi para segundo, e Alonso, que pulou de oitavo para quarto. Com o título nas mãos, Sebastian Vettel largou muito mal e ainda não contava com o que vinha por aí, o alemão foi tocado por Bruno Senna e rodou em Interlagos, resultado, Vettel estava a perigo, principalmente porque Fernando Alonso chegou a assumir a terceira colocação, conquistando o título até então, e Bruno deixou a prova.
Apesar do vice, Alonso fez até chover
durante a temporada. (Fan Pop)
        No momento difícil, Vettel mostrou garra e talento para provar que realmente merecia o tri, e mostrou, em poucas voltas, o número um da F1 na atualidade voo para quinta colocação, acabando com as esperanças da Ferrari. A chuva chegou e atrapalhou a corrida de um jeito que não deixou alternativas, o safety car teve de entrar e houve relargada.
        O carro de Vettel ia de mal a pior, o alemão teve problemas no rádio e não conseguia se comunicar com a equipe, além disso, Alonso cresceu na prova. Enquanto isso, na briga pela liderança, o finlandês Nico Hulkenberg atacou Lewis Hamilton e acabou mudando a história da prova, Hamilton abandonou a corrida, e Hulkenberg perdeu a liderança para Jenson Button.
        Na reta final, Button tinha a prova na mão e não decepcionou, o inglês termina o ano em alta e promete para o ano que vem, ano em que se tornará o piloto número da McLaren, Felipe Massa era segundo, todavia, deixou Alonso passar em vão, o título é de Vettel.
Schumacher dá novo adeus a F1, passagem para ser esquecida pelo alemão. (Reuters)
        Fernando Alonso fez um grande campeonato, apesar do péssimo carro da Ferrari, porém, é inegável dizer que Vettel é o melhor piloto da atualidade, é mais um recorde que o jovem alemão quebra, outros serão quebrados, é um fato. A Tribuna parabeniza Sebastian Vettel e toda a equipe RBR, grande campeão da F1 2012.

Classificação F1 2012 – Pilotos

Pos
Piloto
Equipe
Pts
1
281
2
278
3
207
4
190
5
188
6
179
7
122
8
96
9
93
10
66
11
63
12
62
13
49
14
46
15
45
16
31
17
14
18
10
19
0
20
0
21
0
22
0
23
0
24
0
25
0

Classificação F1 2012 – Equipes

Pos
Equipe
Motor
Pts
1
460
2
400
3
378
4
303
5
142
6
128
7
109
8
76
9
24
10
0
11
0
12
Espanha HRT
0