domingo, 8 de julho de 2012

O voo de Webber


        O Grande Prêmio de Silverstone, na Inglaterra, marcou a nona prova da emocionante temporada 2012 da Fórmula 1. Vindo de uma vitória em sua casa, Fernando Alonso sobrou na disputa da pole, se aproveitando da chuva que interrompeu a disputa.
Mark Webber voa para mais uma vitória na Fórmula 1. (AFP)
        Apesar da chuva, o GP da Inglaterra foi bastante descontraído, com direito a “ola” de Ross Brawn e Nico Rosberg, a classificação final para a corrida terminou com Fernando Alonso e Mark Webber na primeira fila, seguidos por Schumacher e Vettel, pela primeira vez na temporada, Felipe Massa largou na quinta colocação, com Raikkonen, Maldonado, Hamilton, Grosjean e Di Resta fechando os dez primeiros. Bruno Senna largou apenas na décima terceira colocação.
Interrompida, a disputa pela pole
foi bem descontraída. (Reuters)
        Na tão esperada corrida, Alonso seguiu firme e se manteve na liderança, porém, Webber permanecia na cola do líder, pressionando-o bastante. Logo atrás, Felipe Massa ganhou a quarta colocação e Bruno Senna subiu da décima terceira, para a nona colocação, uma grande prova para o Brasil. Tendo um começo terrível, Sebastian Vettel só caía na prova, pois é, o ano de 2012 é completamente diferente da temporada passada, na qual, Vettel dominou todo o campeonato.
        Administrando a prova, Alonso estava firme e forte na liderança, com Mark Webber ainda logo atrás. Buscando ultrapassar Sérgio Pérez, Pastor Maldonado foi pra cima, um pouco equivocado, o colombiano e acertou Pérez. Justiça seja feita, Maldonado levou a pior e teve que abadonar a prova.
        Numa situação inusitada, o japonês, Kamui Kobayashi, chegou totalmente fora de si e atropelou 4 mecânicos de sua equipe, por sorte, ninguém se feriu. Após o pit stop, Mark Webber veio muito forte, diminuindo a diferença de Fernando Alonso, a cada volta. Em uma excelente manobra, o australiano ultrapassou o espanhol e venceu o Grande Prêmio.
Webber comemora uma boa vitória. (EFE)
        Em segundo, ficou Fernando Alonso, claro que foi um segundo lugar com sabor de derrotal, pois o espanhol dominou toda a prova. Fechando a prova, o companheiro de Webber, Sebastian Vettel, que renasceu na prova.
        Felipe Massa terminou na quarta colocação, a melhor prova do brasileiro na atual temporada. Bruno Senna ficou em nono e mais uma vez, o brasuca pontuou.
        O nosso próximo encontro é no dia 22 de julho, a Alemanha recebe o Grande Prêmio de Hockenheim.


Classificação do Mundial de Pilotos após 9 de 20 corridas:
Posição
Piloto
País
Equipe
Pontos
Vitórias
1
Fernando Alonso
ESP
Ferrari
129
2
2
Mark Webber
AUS
RBR-Renault
116
2
3
Sebastian Vettel
ALE
RBR-Renault
100
1
4
Lewis Hamilton
ING
McLaren-Mercedes
92
1
5
Kimi Raikkonen
FIN
Lotus-Renault
83
0
6
Nico Rosberg
ALE
Mercedes
75
1
7
Romain Grosjean
FRA
Lotus-Renault
61
0
8
Jenson Button
ING
McLaren-Mercedes
50
1
9
Sergio Pérez
MEX
Sauber-Ferrari
39
0
10
Pastor Maldonado
VEN
Williams-Renault
29
1
11
Paul Di Resta
ESC
Force India-Mercedes
27
0
12
Michael Schumacher
ALE
Mercedes
23
0
13
Felipe Massa
BRA
 Ferrari
23
0
14
Kamui Kobayashi
JAP
Sauber-Ferrari
21
0
15
Bruno Senna
BRA
Williams-Renault
18
0
16
Nico Hulkenberg
ALE
Force India-Mercedes
17
0
17
Jean-Eric Vergne
FRA
STR-Ferrari
4
0
18
Daniel Ricciardo
AUS
STR-Ferrari
2
0
19
Heikki Kovalainen
FIN
Caterham-Renault
0
0
20
Vitaly Petrov 
RUS
Caterham-Renault
0
0
21
Timo Glock
ALE
Marussia-Cosworth
0
0
22
Charles Pic
FRA
Marussia-Cosworth
0
0
23
Narain Karthikeyan
IND
HRT-Cosworth
0
0
24
Pedro de la Rosa
ESP
HRT-Cosworth
0
0