sábado, 16 de junho de 2012

Relâmpago francês e eliminação sueca embalam o grupo D

Grupo D:

Ucrânia 0 x 2 França (Ménez – Cabaye): Sob forte temporal em Donetsk, a Ucrânia recebeu a favorita seleção francesa, os ucranianos vinha de vitória pra cima da Suécia, já a França, havia empatado com a Inglaterra.
Fortes relâmpagos interrompem a partida. (Reuters)
        O jogo começou com erros bobos de cada lado, além disso, a chuva forte atrapalhava os jogadores, que escorregavam bastante. Com fortíssimos relâmpagos, o árbitro holandês Björn Kuipers suspendeu a partida e todos correram para os vestiários. Quem se divertiu com a chuva, foram os torcedores ucranianos, que pareciam nem se importar com o jogo paralisado.
Jogadores deixam o campo rumo ao vestiário durante o forte temporal. ( Reuters)
        55 minutos depois, a partida recomeçou, em um primeiro tempo apagadíssimo, franceses e ucranianos estavam frios e não conseguiram desenvolver seu bom futebol na primeira etapa. Apesar do desgaste, o craque da primeira rodada, Andriy Shevchenko foi pra campo para tentar repetir o sucesso da primeira rodada, porém, não foi isso que se viu e Shev mal tocou na bola.
        No segundo tempo, enfim, futebol. A França começou a apresentar o seu bom futebol e logo aos 6 minutos, Ménez mandou bonito no canto, 1 a 0 para a equipe de Laurent Blanc. Mantendo o mesmo ritmo, Cabaye ampliou aos 10 e garantiu a primeira vitória francesa na Euro 2012. Depois dos gols, a França dominou a partida até o apito final.
Benzema comemora o gol de Ménez. (Reuters)
        Com o resultado, a França lidera o grupo D com 4 pontos, a Ucrânia caiu pra terceiro e agora disputa com a Inglaterra a classificação.

Ucrânia
Pyatov; Selin, Khacheridi e Mikhalik; Tymoshchuk, Gusev, Yarmolenko (Aliyev), Nazarenko (MIleviskiy) e Konoplyanka; Shevchenko e Voronin (Devic).
França
Lloris; Debuchy, Rami, Mexès e Clichy; Cabaye (M'Vila), Ribéry, Nasri, Ménez (Martin) e A. Diarra; Benzema (Giroud).
Técnico: Oleg Blokhin
Técnico: Laurent Blanc
Gols: Ménez, aos seis minutos do segundo tempo; Cabaye, aos dez minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Selin, Tymoshchuk (UCR); Debuchy, Mexés, Ménez (FRA)
Árbitro: Björn Kuipers (HOL)
Auxiliares: Sander van Roekel (HOL) e Erwin Zeinstra (HOL)
Local: Donbass Arena, Donetsk (Ucrânia)

Suécia 2 x 3 Inglaterra (Carrol – Johnson *contra – Mellberg – Walcott – Wellbeck): No jogo mais emocionante da UEFA Euro 2012 até o momento, a Suécia jogou a vida contra a Inglaterra. O time escandinavo estreou perdendo para a Ucrânia e se perdesse para os ingleses, daria adeus a Euro. A Inglaterra suspreendeu a todos ao jogar muito bem contra a França e entrava com moral para o jogo.
        O jogo começou muito movimentado, com bons ataques de cada lado. Por um time com centro avante, Roy Hodgson optou por colocar Andy Carrol no ataque inglês, aposta que deu certo, aos 23 minutos, Carrol acertou uma linda cabeçada no canto abrindo o placar para o English Team.
        Comandados por Steven Gerrard, a Inglaterra dominava o jogo, com boa posse de bola e excelentes chegadas ao ataque. Contudo, isso foi tudo no primeiro tempo.
Wellbeck marca um belo gol na virada inglesa. (Reuters)
        Na etapa final, a Suécia veio diferente, pra cima e com o seu craque Ibrahimovic chamando a responsabilidade. Com apenas 4 minutos, a Suécia teve uma falta cruzada para a área e num bate rebate, Glen Johnson acabou fazendo gol contra, alívio sueco.
Ibra e a seleção sueca deixam a Euro. (Reuters)
        10 minutos após o empate, outra falta parecida com a primeira para a Suécia, Mellberg subiu mais que todos e cabeceou bonito para o fundo das redes, a Suécia virava o jogo e respirava na Euro. A Inglaterra teve que se soltar mais, caso contrário, viria mais um vexame inglês. Mas o vexame não veio porque aos 19 minutos, Walcott empatou o jogo num bom chute, que ainda contou com uma ajudinha do goleiro Isaksson.
        A Suécia sentiu o gol de empate e começou a ficar nervosa em campo, numa boa jogada de velocidade do ligeiro Theo Walcott, que cruzou bem para Wellbeck mandar de calcanhar para o gol, um belíssimo gol. Em mais uma virada, a Inglaterra voltou a frente do marcador e não largou mais.
        Com o resultado, a Inglaterra divide a liderança com a França com 4 pontos e decide sua vida com a Ucrânia. A Suécia, só resta as lamentações, a seleção deixa a Euro 2012 e tenta marcar pelo menos um pontinho contra a perigo seleção francesa.

Suécia
Isaksson; Granqvist, Melberg, J.Olsson e M.Olsson; Svensson, Kallstrom, Larsson e Elm (Wilhelmsson); Ibrahimovic e Elmander (Rosenberg)
Inglaterra
Hart, Johnson, Terry, Lescott e A. Cole; Gerrard, Parker, Young e Milner (Walcott); Carroll e Welbeck Alex Oxlade-Chamberlain
Técnico: Erik Hamrén
Técnico: Roy Hodgson
Gols: no primeiro tempo, Carroll, aos 23 minutos; no segundo tempo, Johnson (contra), aos 4 minutos, Melberg, aos 14 minutos, Walcott, aos 19 minutos, Welbec, aos 28 minutos.
Cartões amarelos: Mellberg, Svensson e Olsson (SUE) e Milner (ING)
Estádio:  Estádio Olímpico de Kiev (Ucrânia) Data: 15/06/2012. Árbitro:Damir Skomina (Eslovênia) Auxiliares: Primoz Arhar (Eslovênia) e Matej Zunic (Eslovênia)