segunda-feira, 11 de junho de 2012

Nostalgia! Shevchenko decide e relembra velhos tempos


Grupo D:

França 1 x 1 Inglaterra (Lescott – Nasri): Um jogo realmente decpcionante, França e Inglaterra fizeram o pior jogo dos gigantes na Eurocopa. Pareceu que a França estava acomodada e pensava que a Inglaterra viria mal por conta dos desfalques, mas, não foi isso que aconteceu.
Jogo chato, mas equilibrado entre França e Inglaterra. (Reuters)
        Nos primeiros minutos o equilíbrio reinou no confronto, mas sem nenhuma eficiência nas finalizações. A Inglaterra vinha desfalcada de várias estrelas como: Frank Lampard, Wayne Rooney, Gary Cahill etc. A França vinha sem o bom jogador M’Vila, todavia, o time é muito bom e na minha opnião, é a grande favorita ao título.
        Na grande chance do primeiro tempo, o meio campo do Manchester City, James Milner, recebeu na área, driblou o goleiro Lloris, mas chutou mal e desperdiçou a boa oportunidade. Aos 29 minutos, ainda pressionando, a Inglaterra chegou ao gol, numa cobrança de falta, Gerrard cruzou na medida para o zagueiro mais caro da história da Premier League, Steven Lescott abriu o placar para o English Team, que de fraco não tem nada.
Nasri empata o jogo para os franceses. (Reuters)
        O gol inglês fez a França acordar e num grande lance, quase o volante Alou Diarra empatou o jogo. Mas a Inglaterra não agüentou por muito tempo, aos 38, Ribéry rolou bonito e Nasri empatou o clássico. A equipe de Laurent Blanc melhorou no jogo, mas, o primeiro tempo terminou empatado, 1 a 1.
        No segundo tempo, o jogo continuou monótono e bastante chato.  O segundo tempo terminou como começou, um empate desestimulante para ambas as equipes. Contudo, franceses e ingleses devem conseguir classificação, o time de Roy Hogson se portou muito bem em campo e provou de bobo não tem nada. A França precisa acordar, o time é muito bom e tem um técnico excelente, acredito que aos poucos, os azuis deverão classificar na primeira colocação.

França
Lloris; Debuchy, Rami, Mexès e Evra; Cabaye (Ben Arfa), Ribéry, Nasri, Malouda (Martin) e A. Diarra; Benzema.
Inglaterra
Hart; G. Johnson, Terry, Lescott e A. Cole; Gerrard, Young, Milner, Parker (Henderson) e Oxlade-Chamberlain (Defoe); Welbeck (Walcott).
Técnico: Laurent Blanc.
Técnico: Roy Hodgson.
Gols: Lescott, aos 29, e Nasri, aos 38 minutos do primeiro tempo;
Cartões amarelos: Oxlade-Chamberlain, Young (ING);
Estádio:  Donbass Arena, Donetsk (Ucrânia). Data: 11/06/2012.Árbitro: Nicola Rizzoli (ITA). Auxiliares: Renato Faverani (ITA) e Andrea Stefani (ITA).


Ucrânia 2 x 1 Suécia (Ibrahimovic – Shevchenko – Shevchenko): O jogo que salvou a 1° rodada do grupo D, de um lado, os donos da casa, a Ucrânia, de Andriy Shevchenko, e de outro, Ibrahimovic e seus companheiros da Suécia.
        No primeiro tempo, é ... não teve nada de bom, ao não ser o apito final do árbitro kkkkk.
        Vamos falar realmente de futebol, no caso, o segundo tempo do jogo. A Suécia começou a atacar, e os ucranianos mostravam seus defeitos no setor defensivo. Logo aos seis minutos, Ibrahimovic abriu as contas para a Suécia. Rosenberg realmente não é o companheiro ideal para Ibra no ataque sueco, por isso Elmander entrou no jogo. A Ucrânia não se abateu e seguiu com a força de sua torcida.
Shevchenko faz história e relembra os bons tempos. (Reuters)
3 minutos após o gol sueco, o jogo iria entra para a história da UEFA Euro, Andriy Shevchenko empatou o jogo, numa bela cabeçada. A euforia tomou conta do lindo estádio estádio Olímpico de Kiev. Estádio que ficaria pequeno pra tamanha emoção, aos 16 minutos, o próprio Shevchenko virou o jogo.
O atacante é o maior jogador da história da Ucrânia, e também ganhou fama, sendo um dos grandes destaques do Milan na última década. No jogo de hoje, foi realmente emocionante ver o eterno Shev decidir o jogo, pura nostalgia!
Com os resultados de hoje no grupo D, a Ucrânia lidera o grupo que ainda tem França e Inglaterra na segunda colocação. A Suécia é lanterna e dever ser a primeira a dar adeus no grupo.

Ucrânia
Pyatov, Husyev, Khacheridi, Mykhalik e Selin; Timoschchuk, Nazarenko, Konoplyanka (Dević) e Yarmolenko; Voronin (Rotan) e Shevchenko (Milevskiy)
Suécia
Isaksson, Lustig, Mellberg, Granqvist e Martin Olsson; Elm, Kallstrom, Larsson (Wilhelmsson), Ibrahimovic e Toivonen (Svensson); Rosenberg (Elmander).
Técnico: Oleg Blokhin
Técnico: Erik Hamrén.
Gols:; Ibrahimovic aos seis do segundo tempo e Shevchenko aos nove e dezesseis
Cartões amarelos: Kallstrom (Suécia)
Estádio:  Estádio Olímpico de Kiev (Ucrânia). Data: 11/06/2012. Árbitro:Cüneyt Çakır (TUR). Auxiliares: Bahattin Duran (TUR) e Tarik Ongun (TUR)