segunda-feira, 11 de junho de 2012

Finais da NBA: Agora veremos quem é "homem" e quem é "menino".


A bola laranja finalmente chegou à Tribuna do Cisco. Sim, o assusto em pauta são as finais da NBA que iniciarão nesta terça-feira em Oklahoma City. A final, tão esperada, não teve o brilho ofuscado devido à greve dos jogadores que tomou um terço da temporada regular. Entretanto, a paixão pelo jogo não diminuiu nem um pouco e o mundo todo está ligado nessa decisão. A tribuna deixou para comentar apenas a final porque nós somos muito conceituados para falar sobre toda a temporada :P


Algum deles vai ter de decidir, mas, quem será?...

O duelo será entre a sensação Oklahoma City Thunder contra o “galáctico” Miami Heat. A primeira equipe é a preferida para vencer a final entre os amantes do basquete, pelo carisma dos dois líderes do time, o armador Russell Westbrook e o ala Kevin Durant, que estão jogando de forma coesa, não cometendo os mesmos erros do ano passado, relacionados à imaturidade da equipe. O time ainda conta com barbudo James Harden, escolhido o sexto homem da temporada, e que tem se destacado nos momentos cruciais do jogo. E para finalizar os destaques do Thunder, o super garrafão composto por Serge Ibaka e Kendrick Perkins, dois monstros defensivos e reboteiros que ajudam muito o trovão a recuperar bolas e causar turnovers nos adversários.

Do lado da Flórida, temos a equipe que mais gerou expectativas no ano passado e está na decisão pela segunda vez seguida. Pat Riley conseguiu o feito de transformar o Heat num super time. As vindas de Chris Bosh e, principalmente, Lebron James, fizeram o Heat ser o grande favorito em todas as temporadas. A união mostrada pelos jogadores durantes às apresentações também estavam mostrando que todos os jogadores estavam unidos com apenas um objetivo, fazer a taça voltar à Flórida. As apostas do time continuam sendo os mesmo jogadores do ano passado, somado a Mario Chalmers e Udonis Haslem, que agora como titulares, passam mais tempo em quadra. Shane Battier é o reserva mais utilizado e que mais tem pontuado nos Play-offs, mas, está longe de ser o ideal.

...A garotada vai aprontar de novo? Ou...
Os caminhos das equipes se parecem um pouco. Tiveram uma primeira rodada não tão complicada. O Thunder não tomou conhecimento do Dallas Mavericks e varreu os atuais campeões. O Heat eliminou o conturbado New York Knicks em cinco partidas, sem maiores dificuldades. Na segunda rodada, O Trovão passou mais uma vez com facilidade, anulando o jogo de Kobe Bryant e o Los Angeles Lakers e levando a melhor em cinco partidas. O Heat teve um pouco mais de dificuldade, perdeu uma partida em casa contra o bom time dos Pacers e tiveram que entrar em quadra seis vezes para passar de fase.
Nas finais de conferência, emoção foi o prato principal em todas as partidas. O Thunder recebeu o San Antonio Spurs e seu trio de veteranos Duncan, Parker e Ginobili. O time de Olkahoma perdeu as duas primeiras partidas, em jogos bem disputados, mas empataram a série quando ela foi jogada em seus domínios. Os dois últimos jogos ainda estão vivos na memória do torcedor. Primeiro, uma bola de três pontos de James Harden garantiu a vitória de OKC no Texas. Já o segundo, quando tudo caminhava para um revés em casa, o Thunder se recupera de um déficit de 18 pontos e vira em uma partida espetacular! A juventude venceu a experiência e ganhou toda simpatia dos amantes do basketball.

...Será a vez do trio da Flórida?
O Heat enfrentou outro time repleto de veteranos, o Boston Celtics, mas teve muito mais dificuldade pra passar. Os quatro primeiros jogos foram ganhos pelos mandantes e na quinta partida foi onde tudo resolveu mudar. Rajon Rondo, que para muitos é o melhor armador da NBA, resolveu ser a locomotiva no time de Boston e liderar a equipe frente o badalado Miami. O que fez com que o resultado fosse favorável aos celtas no quinto jogo, levando a decisão para Boston. Mas, na sexta partida, um tal “amarelão” chamado Lebron James resolveu mostrar porque é uma super estrela. Com mais de 40 pontos, ele arrasou os Celtics e levou a série para o jogo sete em Miami. Na última partida, o equilíbrio se manteve até o último quarto, quando o Heat abriu dez pontos de vantagem e administrou a partida até o fim.

Prendendo a atenção nos dois times, em minha opinião, o trio James+Wade+Bosh (se saudável) é mais efetivo e completo que o trio Durant+Westbrook+Harden. Mas, o resto do Thunder é MUITO MELHOR que o do Heat. Se acontecer o que aconteceu no ano passado, quando Wade foi o único a chamar a responsabilidade, acredito que essa série termina em cinco jogos. Mas, se todos eles mostrarem que o investimento foi válido, o primeiro dos oito títulos pode ser levantado nesta temporada. Só que, para isso, mais uma vez, o trio do Miami vai ter que jogar quatro partidas com mestria, tanto no ataque quanto na defesa, porque o Thunder vem jogando muito mais bola.

Um deles trará a resposta. (bleachreport.com)
Bem, agora estamos na final. Os meninos tem a chance de mostrar que já são homens. As estrelas tem a chance de mostrar se são iluminadas. E meu palpite é:

THUNDER CAMPEÃO EM SEIS JOGOS.